Start Reading

Que Venha O Crash!

Ratings:
196 pages2 hours

Summary

O dólar americano oscila à beira da catástrofe.
Pela primeira vez na história, a dívida do governo mais poderoso da Terra, que lidera a maior economia do mundo, foi baixada pela Standard & Poors de um Perfeito Triplo AAA para AA. A arrogância política dos Republicanos e Democratas sobre o teto da dívida, fez com que muitos americanos e outras pessoas à volta do mundo duvidassem da nossa liderança. E muita gente acha que o acordo final não foi tão longe quanto deveria ter ido, na redução dos gastos do governo.
A dívida do governo dos EUA é agora igual ao Produto Interno Bruto (PIB).
A crise financeira de 2007-2009, parece ter sido o primeiro passo em direção a uma depressão deflacionária, que poderia destruir as economias de três gerações de americanos. Estivemos tecnicamente a "recuperar" desde março de 2009, mas, apesar de todas as ações do governo e do Fed para estimular a economia dos EUA, o desemprego continua teimosamente acima de 9%.
É esta a previsão, a não ser que a quantidade maciça de dinheiro injetada pelo governo, desencadeie uma onda de hiperinflação.
O dólar dos EUA atingiu recentemente novos mínimos face ao iene japonês e ao franco suíço, apesar das massivas intervenções dos bancos centrais dos dois países.
A China alienou 97% das suas participações de títulos do Tesouro dos EUA de curto prazo. Isto aconteceu em março de 2011, muito antes da baixa de notação atual.
A China ainda detém muitos bilhões de dólares de títulos do Tesouro de longo prazo dos EU e está claramente preocupada com o futuro. Estão a montar um grande espetáculo de apoio à economia Europeia, para que assim tenham uma alternativa ao dólar norte-americano. O que se está a passar connosco, para que o maior país comunista na Terra tenha que nos dar lições sobre a forma de gerir a nossa moeda?
Se esses países começassem a vender dólares norte americanos em vez de

Read on the Scribd mobile app

Download the free Scribd mobile app to read anytime, anywhere.