You are on page 1of 1

Considerando que:

o Decreto Regulamentar 1-A/2009 não altera nenhum dos princípios orientadores do


modelo de avaliação imposto pelo Ministério da Educação, modelo que já
anteriormente rejeitámos;
as simplificações, os remendos e as correcções propostas pelo ME apenas acarretam
novas injustiças;
o modelo continua a basear-se na divisão dos professores em duas categorias e na
existência de quotas para as classificações mais altas, não sendo, por isso, mais
do que um instrumento administrativo para impedir que a grande maioria dos
professores possa ultrapassar o meio da carreira;
os professores abaixo-assinados do Agrupamento de Escolas de Valadares, reunidos
em plenário, no dia 15 de Janeiro de 2009, reafirmam a sua decisão de suspender
este modelo de avaliação, não procedendo à entrega dos Objectivos Individuais e de
continuar a lutar pela revisão deste ECD, de modo a torná-lo um estatuto que
dignifique e valorize a profissão docente.
Escola EB 2/3 de Valadares, 15 de Janeiro de 2009