You are on page 1of 19

Equipe Motorizer:

André Fellipe
Klésio Copeland
Márcio Rodrigues
Samir Oliveira
Valmiro Marques
PETIC TJ-SE

Histórico
 Fundado em 1892
 1979 Palácio da Justiça ( Fausto
Cardoso)
 Década de 80 – Início da
Informatização
 Década de 90 – Anexo 2 – Centro
Administrativo
 Década atual – Anexo 3 -Centro
Médico e Tecnológico
PETIC TJ-SE

Órgão Máximo do Poder Judiciário


 Gabinete Presidencial
 Corregedorias
 Tribunal Pleno
 Conselho da Magistratura
 Câmara Cível
 Câmara Criminal.
PETIC TJ-SE

ORGANOGRAMA GERAL

 GABINETE DA PRESIDÊNCIA
 SECRETARIA JUDICIÁRIA
 SECRETARIA DE PLANEJAMENTO E
ADMINISTRAÇÃO
 SECRETARIA DE FINANÇAS E ORÇAMENTO
 SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO
 DEPARTAMENTO DE CONTROLE INTERNO
 DEPARTAMENTO DE OBRAS
Estrutura para o PETIC

Apresentação - Composta por documentos


formais de organização uma introdução de
estudo de caso com o contexto ou cenário atual
da organização e o contexto ou cenário
pretendido.

Desenvolvimento - Envolve as áreas de dados,


software, hardware, gestão com pessoas e a
área de telecomunicação.
CENÁRIO DE DADOS -
DESEJADO
 Google Search Appliance
 Capacidade para indexar até 02 Milhões
de arquivos

 Atualização do servidor onde o


Caché está instalado

 Reorganização da política de backup


Bancos:
•Caché
•Oracle
•PostGreSQL
•MySQL

NAS – Network Attached Storage

Storage (6TB de área bruta)

Backup automatizado
CENÁRIO DE INFRA. ATUAL

 INFRA-ESTRUTURA ESTADO DE ARTE


 STORAGE/BLADES/CLUSTER/VIRTUALIZA

ÇÃO
 35 SERVIDORES (ENTRE FÍSICOS E

VIRTUAIS)
 SALA-COFRE ESTADO DE ARTE

 METROLAN

 POLÍTICA DE SEGURANÇA (SERVIDORES)


CENÁRIO DE INFRA.
DESEJADO
 CRIAÇÃO DO “SITE BACKUP”

 EXPANSÃO DA MALHA DE FIBRA-

ÓTICA PARA TODAS AS COMARCAS


DO INTERIOR
 POLÍTICA DE SEGURANÇA

(DESKTOPS E TJ-LIVRE)
As diretorias de sistemas são responsáveis pela revisão e manutenção
corretiva e adaptativa dos sistemas existentes e pela definição e elaboração
de novos projetos de desenvolvimento de sistemas, em conformidade com os
procedimentos definidos pela Secretaria de Informática.
Sistemas Informatizados

próprios de terceiros
Comarcas do estado de Sergipe

São os usuários do sistema, bem como os advogados e o público comum que consulta processos e
o diário da justiça
Ponto fraco X Ponto forte

Ambiente heterogêneo: vários bancos de dados e várias linguagens de


programação;
Alta rotatividade por conta dos salários abaixo da realidade do
mercado;

Alto Nível de Qualificação dos colaboradores;


Sinergia;
Disposição para mudanças;
Parque tecnológico
Projeção para os próximos dois anos

 Execução Fiscal Virtual;


 Numeração única nacional de processo;
 Virtualização do Sistema de Primeiro Grau;
 Unificação dos Sistemas Processuais ( Primeiro
Grau/Juizados/Segundo Grau/ Vara de Execuções
Criminais/Infância e Juventude/Administração de
Medidas e Penas Alternativas );
 Transformar-se numa fábrica de Software disseminando
soluções para todas as unidades da Federação;
 Ampliar, para todos os estados, o acordo de cooperação
de tecnologia já existente entre Sergipe e Bahia;
Cenário atual pessoal
 Gerência de Sistema
 Secretario de Apoio
 Dir. Des. de Sist.
 Divisão de sistemas de 1º
 Divisão de sistemas de Juizados
Especiais
 Divisão de sistemas de 2º
 Dir. Sist. de Gestão Org.
 Divisão de portal corporativo
 Divisão de sistemas de Auxilio
jurisdicional
Cenário Atual pessoal
 Dir. Produção e Suporte
 Divisão de redes
 Divisão de banco de dados
 Divisão de tecnologia
 Divisão de logística
 Dir. Aten. Ao usuário
 Divisão de atendimento de Capital
Núcleo de informática fórum
Gumercindo Bessa
 Divisão de atendimento do interior
 Divisão de manutenção de
Cenário desejado de
pessoal
 Criação da divisão de
monitoramento 24h x 7 dia
CONCLUSÃO
DÚVIDAS