You are on page 1of 1

A Arte Grega Produo Final

A arte grega, assim como em outros lugares, a representao da realidade, cuja


manifestao sempre precria e fragmentada. O povo grego cultivava a arte pela arte,
porque o cidado pertencia, antes de qualquer coisa, poltica e menosprezava a sua
dignidade se fizesse da arte uma produo, um meio de sustento. Para os helnicos, a
natureza era a norma e a cincia dava a virtude. Na Grcia, a beleza e a racionalidade do
universo eram as manifestaes mais elevadas do Bem.
Durante o segundo milnio AC, vieram da sia Menor povos indo-europeus, que iniciaram o
perodo Minico. Partindo de Creta, espalharam sua cultura com muita facilidade devido ao
comrcio martimo. Uma era de invases, emigraes e conflitos acabaram com a civilizao
pr-helnica dos ltimos sculos deste milnio. A invaso dos drios marcou a transio da
Idade do Bronze para a Idade do Ferro. Deste modo, reuniram-se todos os ingredientes que
eram necessrios para a formao do que viria a ser a Grcia Clssica, comeando, assim, o
perodo arcaico.
O estilo geomtrico surge no primeiro perodo da arte grega (1000 700 AC). Percebe-se uma
disputa entre linhas retas e curvas. Este novo estilo, o Arcaico, mostra-se claramente na
cermica e na arquitetura. De maneira limitada e repetitiva, surgem as figuras de animais e
monstros mitolgicos, alm de imagens do homem nu, o atleta, e da mulher vestida,
lembrando uma deusa.
Ao que se referem s terracotas, os gregos aprenderam esta arte por volta do sculo VII AC,
manifestando-a principalmente com a figura feminina. A ltima fase da cermica geomtrica
produziu grandes vasos de um estilo robusto, bastante conhecidos, que prestava a maior
ateno pintura de homens e animais. Durante o sculo VI viu-se um considervel progresso
e surgiram os mais grandiosos exemplares da cermica de figuras negras, desenhadas com um
verniz opaco e muito escuro.
A invaso da Grcia pelos persas e as lutas que os gregos tiveram que enfrentar destruiu
grande parte da arte arcaica. Aps as guerras, Atenas foi reconstruda. A proeza da vitria foi
devida aos deuses, o que ocasionou a construo de inmeros templos, que juntamente com
as novas esttuas, indicam a familiar fisionomia do perodo Clssico (480 AC). A arte grega
desta poca mostrou-se naturalista. Por um princpio esttico, o corpo humano nu se percebe
como uma construo, com suas linhas muito claras.