You are on page 1of 1

GOL LINHAS AÉREAS INTELIGENTES S.A.

DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS DE 2009 E 2008

ANÁLISE DO FLUXO DE CAIXA

Houve um aumento de R$ 1.188.461 mil, o que representa 612,77%, na conta caixa


e equivalentes de caixa, de 2008 para 2009. Grande parte desse aumento se deve à emissão
de ações para a captação de R$ 811.654 mil no ano de 2009.
Houve redução na conta de aplicações financeiras, de R$ 180.523 mil. Tal fato pode
ser apresentado como venda de aplicações financeiras, visto que houve também um
acréscimo de caixa no mesmo valor na rubrica “aplicações financeiras”, nas atividades de
investimentos.
Assim, concluímos que, do caixa gerado em 2009, grande parte é devido à captação
de recursos com a emissão de ações e ao resgate de aplicações financeiras.

ANÁLISE DO RESULTADO

Para o resultado do exercício houve um lucro líquido de R$ 858.466 mil em 2009,


enquanto em 2008 houve prejuízo de R$ 1.237.114 mil.
Isso porque ocorreu um decréscimo, de 2008 para 2009, na venda de transporte de
passageiros, no valor de R$ 584.602 mil, o que representa queda 9,53%. Já no custo de
serviços prestados houve redução de R$ 842.653 mil, o que representa uma queda de
15,21%.
Uma das justificativas para a queda no custo pode ser aumento na economia de
combustível e lubrificantes, visto que há redução de insumos adquiridos no valor de R$
798.229 mil, o que gerou uma queda de 30,34%.
Também ocorreram acréscimos na receita financeira, de R$ 666.558 mil (88,60%) e
decréscimos nas despesas financeiras de R$ 782.680 mil (42,11%). Uma grande parte
desses resultados se deve a variações cambiais, monetárias e juros que obtiveram uma
variação muito grande de 2008 para 2009 e que apresentaram um valor muito baixo, apenas
em 2009, de resultado negativo com hedge protegendo os ativos e passivos da entidade no
valor de R$ 98.583 mil.
Portanto, o resultado positivo da entidade pode ser explicado pela diminuição dos
custos com combustível e lubrificantes; e as variações cambiais, monetárias e juros que são
apenas parcialmente protegidas com hedge. Apesar dos altos valores das variações
cambiais, já há uma melhora por parte da administração, visto que começaram a utilizar o
hedge para proteger os ativos e passivos da entidade.