You are on page 1of 5

MERCADO ENERGTICO DE PORTUGAL

MERCADO ENERGTICO DE PORTUGAL


Em 1976 houve a nacionalizao, em 1976, de todas as empresas eltricas privadas, sendo conferida entidade ento criada (EDP) o monoplio, exceto no que dizia respeito distribuio eltrica em Baixa Tenso que, em algumas zonas do pas, era da responsabilidade dos respectivos Municpios ou de Federaes constitudas por estes. Em 1994, ocorre a reestruturao do mercado, conduzindo desintegrao vertical da EDP e a criao de vrias novas empresas. O Sistema Elctrico Nacional SEN divide-se basicamente em dois sub-sistemas: Sistema Elctrico de Servio Pblico SEP e Sistema Elctrico Independente SEI.

MERCADO ENERGTICO DE PORTUGAL


O pas possui um alto dficit em combustveis fsseis, resultando num alto valor da tarifa energtica. Em Portugal, o agente regulador do mercado a REN (Rede Energtica Nacional). Portugal e Espanha possuem uma integrao de mercados desde 2007, atravs de dois operadores distintos: o operador do mercado a prazo de contratos futuros (OMIP) e o operador de mercado dirio e intradirio (OMEL). Tal acordo oferece interligaes entre os dois pases, com a Espanha fornecendo 15% da demanda energtica total de Portugal.

MODALIDADES DE MERCADO
Bolsa (Pool) - Mercado Spot: Entidade centralizada que gere o mercado, interagindo com os vendedores e compradores. Nela, os vendedores e compradores submetem ofertas para as quantidades de energia que pretendem negociar. Contratos Bilaterais: So negociados diretamente entre vendedor e comprador. Para garantir a segurana da operao, verificada se h capacidade de transmisso para efetuar o contrato. Os acordos so flexveis por ambas as partes, porm existe o risco de no cumprimento de um dos lados. Modelo Hbrido: Combina os dois modelos anteriores, sem obrigao de participao na bolsa. A vantagem desse modelo a livre escolha por parte dos clientes e a concorrncia, favorecendo o cliente.

MERCADO ESPANHOL
Em 1997,inicia-se o processo de reestruturao do Setor Eltrico espanhol. O modelo espanhol funciona atravs de um mercado dirio, que entrou em funcionamento em 1 de Janeiro de 1998 e inclui Contratos Bilaterais fsicos, e num mercado intra-dirio, que entrou em funcionamento em 1 de Abril de 1998 A gesto economica do mercado est a cargo da Companhia Operadora do Mercado Espanhol (OMEL).