You are on page 1of 4

1

ADOLESCÊNCIA CONSTRUÍDA – OZELLA,S.

• PSICOLOGIA SÓCIO-HISTÓRICA identificada por Vygotsky como teoria HISTÓRICO-


CULTURAL segue os princípios filosóficos do materialismo histórico dialético que trazem
embutidos uma teoria e um método científico que se contrapõem à leitura do
POSITIVISMO LÓGICO.

• VISAO POSITIVISTA (LIBERAL) – o homem é entendido segundo a idéia de “natureza


humana”, dotado de potencialidades naturais. A sociedade é vista como algo externo e,
geralmente, contraria as tendências “naturais” do homem.

• VISÃO SÓCIO-HISTÓRICA – entende o homem a partir da concepção de “condição


humana”, isto é alguém que constrói formas para satisfazer suas necessidades junto com
outros homens. Um ser histórico com características forjadas de acordo com as relações
sociais contextualizadas no tempo e no espaço histórico em que vive. Na visão sócio –
histórica o ser se constrói ao construir a sua realidade.
• Concebe “o homem com ativo, social e histórico . A sociedade, como produção histórica dos
homens que, através do trabalho, produzem sua vida material.

• Sobre a adolescência - A concepção vigente na Psicologia e no imaginário popular é de uma


adolescência como ETAPA NATURAL, inerente e própria do desenvolvimento do homem.
• Etapa marcada por conflitos e crises NATURAIS da idade, por tormentos e conturbações
vinculadas à emergência da sexualidade.
• Marcada por características negativas, sofridas, patologizadas, que ocorre
necessariamente em qualquer condição histórica e cultural, isto é, universalizada.

• A abordagem SÓCIO HISTÓRICA não considera a adolescência como uma fase natural
do desenvolvimento mas sim como uma CRIAÇÃO HISTÓRICA DA HUMANIDADE.
• Um fato que passou a fazer parte da cultura enquanto significado, isto é, um momento
interpretado e construído pelos homens, período construído historicamente.

CONCEPÇÕES SOBRE A ADOLESCÊNCIA – A ADOLESCÊNCIA E O PSICÓLOGO

• “ Algumas características da adolescência são agressividade...impulsividade...Uma


característica é a revolta com o mundo. O conflito é o mesmo. No adolescente de classe
baixa a revolta é maior.” Profissional da área de Reeducação
• Naturalização, universalização e patologização permeiam o significado compartilhado pelos
profissionais da psicologia.
• Ao supor uma igualdade de oportunidade entre os adolescentes, a Psicologia dissimula,
oculta e legitima as desilgualdades sociais, situa a responsabilidade de suas ações no
próprio jovem.
2
• Devemos entender a adolescência constituída socialmente a partir de necessidades
sociais e econômicas dos grupos sociais, olhar e compreender suas características como
algo que vai se constituindo no processo.
• Os modelos estarão sendo transmitidos nas relações sociais , através dos meios de
comunicação, na literatura e através da psicologia.
• Estudo para entender o significado que o profissional de Psicologia têm dos adolescentes
que são objetos de intervenção e as propostas de intervenção.
• Entrevistados 51 psicólogos de diversas áreas. Roteiro temático : Concepção de
adolescência / forma de intervenção/ compreensão sobre possível política de saúde
publica.
• Áreas de atuação: Re-educação (Febem, meninos de rua...) ; Saúde institucional(hospitais,
postos de saúde ); Saúde particular; Educação formal; Trabalho( serviços de inserção do
jovem no trabalho).
• Análise norteada pela Psicologia Sócio-Histórica e pela:

• VISÃO LIBERAL DE HOMEM


• O homem é concebido a partir da idéia de NATUREZA HUMANA;
• O homem é livre, dotado de potencialidades naturais;
• Na relação homem/sociedade :A sociedade é sempre algo externo e independente;
• A sociedade é vista como algo contrário as tendências naturais do homem;
• O fenômeno psicológico aparece como algo íntimo, privado, é a essência do homem; refere-
se ao seu verdadeiro eu;
• Mantém uma relação com o mundo externo que estimula ou impede seu desenvolvimento;
• A prática psicológica centrada na idéia de doença e cura é vista como:
• Um conjunto de ações que visam a correção ou o tratamento de distúrbios ;
• É uma visão adaptativa e técnica;
• A saúde psicológica é vista como um conjunto de condições apresentada pelo indivíduo que
lhe permite adaptação ao seu meio social e físico:
• São características do seu comportamento, ou são capacidades, ou estado em que o
indivíduo se encontra, ou condição do aparelho psíquico, que lhe permite comportar-se no
mundo social de forma adaptada.

VISÃO SÓCIO-HISTÓRICA DE HOMEM


• O homem é histórico:
• Tem características forjadas pelo tempo, pela sociedade e pelas relações;
• O homem é visto a partir da idéia de condição humana:
• O homem é um ser que constrói suas formas de satisfação das necessidades e faz isso
com os outros homens;
• A relação indivíduo/sociedade é concebida como uma relação dialética:
• O homem se constrói ao construir sua realidade;
• O fenômeno psicológico é histórico :
• Surgi e se constitui a partir das relações do homem com o mundo físico.
• Todos os elementos internos, do mundo psicológico, são forjados nessas relações ;
3
• A pratica psicológica é vista da perspectiva da saúde :
• Reflexões sobre a realidade, ações e projetos coletivos são condições básicas para a
saúde do indivíduo;
• A saúde psicológica é vista como possibilidade de transformação da realidade.
• Saúde é capacidade de enfrentamento da realidade, suas possibilidades estão
relacionados ao meio social.

Significado de ADOLESCÊNCIA para os profissionais entrevistados. Foram criadas quatro


categorias:
• Adolescência como ETAPA: um recorte no tempo, uma fase marcada e delimitada por
características TÍPICAS da idade.
• Adolescência como PROCESSO: uma visão longitudinal e histórica como parte de um
processo de desenvolvimento. De transição para a vida adulta.
• Adolescência como uma categoria INERENTE, INATA e INEVITÁVEL, que faz parte da
natureza do homem.
• A adolescência como resultado de uma CONSTRUÇÃO SOCIAL: depende das relações
sociais estabelecidas durante o processo de socialização, incluindo fatores econômicos
sociais, educacionais, políticos , culturais etc......

• ETAPA E INERENTE atendem à perspectiva LIBERAL.


• PROCESSO E CONSTRUÇÃO SOCIAL atendem a perspectiva sócio-histórica.

• TIPO DE INTERVENÇÃO DO PSICÓLOGO :


• CURATIVA – visão tradicional que vê a saúde como ausência de doença, para atingir uma
condição saudável deve-se eliminar a doença.
• PREVENTIVA
• PROMOÇÃO DA SAÚDE – ênfase na saúde e não na doença. Introduz condições adequadas
para o desenvolvimento saudável . Incluindo condições sociais, familiares, econômicas e
psicológicas (cognitivas e afetivas) sobre a propria situação visando transformação e
autotransformação.
• Promoção da saúde se concretiza através do acesso ao conhecimento que leve o individuo a
compreender sua inserção na sociedade.

O psicólogo : um liberal assumido?


• Visões patológicas (negativistas), universal e natural sobre a adolescência. Exemplos:
• Homem é livre, dotado de potencialidades naturais.....
• Adolescência marcada por questões internas.............
• Fase de muita conturbação, muita confusão ......
• A adolescência é um acontecimento universal......
• Se o adolescente não tiver uma família (família como elemento complementar e não
determinante fundamental)

Psicólogo: profissional da cura ou da promoção de saúde?


4
• A marca do trabalho dos psicólogos é o processo curativo.
• Eliminação de uma doença instalada, um desajuste, um conflito, uma inadequação.
• Áreas de atuação:
• Área Jurídica ,Consultório – visão liberal do homem
• Instituições hospitalares – ambigüidade
• Área da educação e re-educação – posição sócio-histórica.

A partir das teorias estudadas:


O que significa a afirmação: “Para a Psicologia Sócio-Histórica, não existe natureza humana;
existe a condição humana.”
Faça uma reflexão entre as concepções de Vygotsky e Aberasturi, sobre a adolescência.
Qual é a sua concepção sobre a adolescência.
Discuta sobre alguma situação vivida por vocês em que ocorreu uma mudança de conduta.
Procure compreender os fatores que geraram essa mudança e as alterações de significado
que ocorreram em vocês.