You are on page 1of 8

ACONTECEU EM NOSSA IGREJA...

4º ANIVERSÁRIO DA IGREJA
No dia 20 de dezembro de 2009, foram realizados três cultos (para comportar a multidão) em
comemoração aos 4 anos de existência do ministério. Marcaram presença os nossos membros de
congregações com seus respectivos dirigentes e obreiros, foi uma benção!
LANÇAMENTO DO PROJETO: 2010 O ANO DA RECONSTRUÇÃO – No culto de
aniversário, o Pastor-Presidente, Oldrado Gomes, lançou o PROJETO DA RECONSTRUÇÃO, projeto
este que foi idealizado pelo Pastor Oldrado Gomes e pelo Presbítero Rubens Braz, e que
posteriormente foi colocado em discussão na reunião da diretoria ministerial, e após apreciação,
considerações, alterações e aprovação pelos membros da diretoria e conselheiros, o projeto foi
lançado, e já está se tornando uma realidade. Informe-se na igreja e faça a sua parte!
MARCHA DE ORAÇÃO – Conforme revelação Divina
recebida em orações nas madrugadas, após os cultos de aniversário,
todos os presentes participaram de uma marcha de oração em volta
do quarteirão onde está localizado templo sede da Igreja Clamor dos
Fiéis. Em cada esquina todo o povo parava ao comando do Pastor
Oldrado Gomes, que derramava o azeite sobre a terra, e todo o povo
profetizou “esse território já é nosso em Nome de Jesus”. Foram
momentos de muita unção e emoção, quem participou, não
esquecerá jamais. Agora você pode se inscrever no projeto
Plantando Uma Semente, e então ajudar a igreja a adquirir o terreno
próprio. Que Deus possa te tocar para fazer parte deste mover.
REUNIÃO ESPECIAL: ENTRANDO NO TABERNÁCULO DOS MILAGRES
Só uma palavra, creio que resume o que aconteceu no dia 17 de janeiro dentro do Tabernáculo
dos Milagres: MILAGRES! Muitas pessoas ao passar dentro do lugar consagrado, e receberem a
oração dos pastores da igreja, receberam curas e milagres. Em breve em nossos boletins estaremos
testemunhando os milagres!
FESTA DO PENTECOSTE: 12 NOITES DE PODER E UNÇÃO
Em sua segunda edição, o principal evento de avivamento e milagres da nossa igreja realizado
de 18 à 29 de janeiro foi uma benção. Em todos os cultos Deus derramou do seu Espírito sobre a
igreja, e até hoje podemos perceber que a igreja está verdadeiramente avivada. Algumas pessoas ao
entrarem no Tabernáculo dos Milagres, sentiram o peso da presença de Deus. É importante também
mencionar a presença da congregação do Jardim João XXIII. Agora ficaremos na expectativa para a
3a. FESTA DO PENTECOSTE que acontecerá nas férias de julho/2010. A IGREJA DO
AVIVAMENTO, É A IGREJA DO ARREBATAMENTO!

O DIA DA TRANSFORMAÇÃO TOTAL – Sua vida transformada da água para o vinho!


O culto realizado no dia 29 de Janeiro, foi marcado pelo mover de Deus nas vidas das pessoas
que estiveram presentes no templo da Igreja Evangélica Clamor dos Fiéis. Pessoas participaram do
culto em pé, mas isso não impediu que recebessem milagres, curas e transformação “da água para o
vinho”, como foi entitulada a cruzada. A Novena da Transformação terá continuidade por 9 sextas-
feira às 9hs, 15hs ou 19hs. Venha participar, e tenha a sua vida transformada por Deus!
… havia outras coisas à ensinar, mas para aquele momento, para aquelas pessoas que
estavam naquela assembléia discutindo sobre o rito mosaico, O Espírito Santo
determinou, que só aquilo era necessário ser falado.
Quantas vezes nós erramos, porque queremos falar tudo, Deus diz: convida o
pecador, e você por não ter sabedoria, não só convida, mas quer pregar doutrinas de
usos e costumes para ele. Ao invés de atrair a pessoa, você pode vir a afastar ainda
mais ela da igreja. Há coisas que ainda não sabemos, e que devemos aprender. Jesus
diz: venha como está. Quem faz a obra é o Espírito Santo. É o Espírito Santo que
convence, Ele age, Ele cria, Ele fala, Ele está na igreja para convencer o homem do
pecado, mas é necessário deixarmos que Ele faça a obra, nós estamos aqui, para
vivermos unidos até o dia de ir morar no céu.
O ser humano pode impedir a obra do Espírito Santo, por isso no versículo 28 o
apóstolo Paulo diz: na verdade pareceu bem ao Espírito Santo e à nós NÃO VOS
IMPOR MAIS ENCARGO ALGUM. Quando o Espírito de Deus está sobre nós, Ele
revela a vontade Divina para as nossas vidas. O Espírito Santo nos faz conhecer as
profundezas de Deus.

“Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, mas só a que for boa para
promover a edificação, para que dê graça aos que a ouvem.”
(Efésios 4:29)
Desvendando a Obra Missionária – PARTE I
– Presb. Rubens Braz -
Missões é um dos assuntos mais apaixonantes, porém mais
polêmicos do serviço cristão. O assunto é muito abrangente, porque
podemos vê-lo no próprio Deus.
Em cada boletim missionário queremos lhe dar a oportunidade
de ter uma fácil compreensão de alguns tópicos como: O que é Missões, Para que
Missões, Onde fazer Missões, Como fazer Missões e Quem deve fazer Missões.

O QUE É MISSÕES?
No século XVI a palavra “missão” começou a significar “a igreja sendo enviada ao
mundo ”. A palavra vem do verbo latim “mito”, que significa “enviar”, que por sua vez no
Novo testamento aparece como “apostello”.
Em João 3.16 vemos um Deus preocupado com o futuro da humanidade, decaída
por causa do pecado, e então esse Deus planeja e realiza a primeira MISSÃO da
história do Cristianismo, MISSÃO esta que deveria ser exemplo para a igreja atual
imitar, mas que muitas vezes tem sido esquecida: “Deus amou o mundo de tal
maneira, que ENVIOU O SEU ÚNICO FILHO para que todo aquele que Nele crer
não pereça, mas tenha a vida eterna.” Deus não ofereceu uma solução qualquer,
mas Ele DEU, Ele DOOU uma TÃO GRANDE SALVAÇÃO, e para alguém que não
merecia, e sem impor o recebimento de algo em troca. A MISSÃO de Jesus no mundo
foi unicamente salvar o homem perdido (Lc 19.10).

Atualmente, algumas denominações evangélicas tem se transformado em


religiões legalistas, são como “famílias” fechadas para o mundo exterior, preocupadas
em doutrinar com usos e costumes aqueles que já conhecem a Palavra e à Jesus
Cristo (portanto já podem dar conta de si mesmos diante do Tribunal de Cristo),
esquecem-se do perdido pecador, que precisa ouvir a pregação da Palavra para
conhecer à Jesus, e conhecendo-o possam obter o perdão e consequentemente a
Salvação da alma.

“Como pois invocarão aquele em quem não creram? E como crerão naquele de
quem não ouviram? E como ouvirão se não há quem pregue?”
Romanos 10.14
cont. Desvendando a Obra Missionária – PARTE I – Presb. Rubens Braz

É importante ficar claro que, fazer MISSÕES, não é abrir igrejas, construir
templos e catedrais luxuosas, muito menos construir impérios de comunicação e mídia
(ainda que isso seja algumas vezes importante). Hoje é muito comum vermos nas
grandes metrópoles, centros de poder político, econômico e financeiro no mundo, uma
disputa por espaço para abertura de templos de diversas denominações em um mesmo
lugar, às vezes até mesmo abre uma ao lado da outra ou em frente (isto não é missões,
é expansão de império religioso). Enquanto isso, em diversos países, e até mesmo
regiões do nosso Brasil não tem uma igreja sequer, e em outros lugares há a
perseguição, porque uma parte da Igreja do século XXI não tem se preocupado em
levar as BOAS-NOVAS, mas tem estado muito mais preocupada em adquirir e garantir
poder político e financeiro (daí abrir em centros de grandes cidades, onde o dinheiro
circula).
Estima-se que, hoje, apenas metade da população do globo terrestre já OUVIU
falar do evangelho (não significa que se decidiram por Cristo), e a outra, maioria
absoluta que representa cerca de 3,2 bilhões de pessoas, está envolvida nas trevas
espirituais.
Missões é a TAREFA SUPREMA DA IGREJA. É urgente o envolvimento da Igreja
em Missões, é PRIORIDADE a pregação do evangelho aos que ainda não ouviram
ou não se decidiram por Cristo, e Ele mesmo, Cristo, nos deu o exemplo:

“... os discípulos lhe rogaram: Mestre, come! Mas Ele lhes disse: Uma comida
tenho para comer, que vós não conheceis... ... a minha comida consiste em fazer
a vontade daquele que me enviou e realizar a sua obra... ... Erguei os vossos
olhos e vede os campos, pois já estão brancos para a ceifa.”
(João 4.31-35)

Partindo da compreensão de que Deus DEU o Seu Filho, e também que Jesus
SE DEU pela salvação da humanidade, podemos definir que Missões é:

1 - a responsabilidade da igreja de enviar discípulos (DAR, DOAR como o Pai fez);


2 - e também é o chamado para que discípulos de Jesus (imitadores), se entreguem à
Missão de proclamar por palavras (Jesus pregou) e ações (Jesus morreu), o Reino de
Deus em toda a Terra ( Jerusalém (rua, bairro), Judéia (cidade), Samaria (estado),
Confins da Terra (outros países) ... Atos 1.8 ), chamando todos ao arrependimento (a
única mensagem que liberta é a verdade: ARREPENDEI-VOS), e a ter a fé em Cristo
(aceitar o único Salvador: JESUS CRISTO), e por último, transformá-los em discípulos
de Jesus que serão enviados à cumprir a mesma missão.
À este CICLO chamamos MISSÕES: DISCIPULOS que são enviados para
GERAR DISCIPULOS, que são enviados para GERAR DISCIPULOS, que são
enviados para GERAR DISCIPULOS, que são enviados para GERAR …

CONTINUA NO PRÓXIMO BOLETIM …


GIRO MISSIONÁRIO PELO MUNDO...
- Pesquisa dos Alunos do CTMP -

INÍCIO DO TREINAMENTO MISSIONÁRIO E PASTORAL “CLAMOR DOS FIÉIS”


Desde o mês de dezembro de 2009, alguns irmãos foram “experimentados” nos trabalhos da
Obra do Senhor, e no dia 1 de Fevereiro, foi dado início em caráter oficial, o treinamento de futuros
pastores e missionários da Igreja Evangélica Clamor dos Fiéis. No momento, o treinamento para o
ministério, que é coordenado e ministrado pelo Presbítero Rubens Braz, e supervisionado pelo
Pastor-Presidente Oldrado Gomes, conta com três candidatos e alunos: Irmão Leví, Irmã Renata e
Irmão Danilo Augusto. Esta foi mais uma vitória do povo de Deus, ore pelos candidatos e pelos
organizadores, para que o treinamento venha a ser eficaz e produtivo para o Reino de Deus. Leia
agora um resumo da pesquisa feita pelos alunos sobre a China.
MOTIVO DE ORAÇÃO DO MÊS:

A China é o terceiro maior país do mundo e possui a maior população do planeta.


A cada ano, nascem aproximadamente 16 milhões de pessoas na China.
Os chineses se comunicam em mais de 600 dialetos e se dividem em quase 200 grupos
étnicos, dos quais 55 são oficialmente reconhecidos. Mais de 90% da população é alfabetizada.
Embora a China seja uma das economias que mais crescem no mundo, 130 milhões de chineses
estão abaixo da linha de pobreza, e a renda per capita anual é inferior a US$ 500.
Mais da metade dos chineses dizem não ter religião. Da outra metade, 36,6% professam
crenças locais e o budismo. Os cristãos são estimados em 11% aproximadamente. A história da
China remonta a 22 séculos antes de Cristo. Embora oficialmente a China tenha um governo
comunista, na prática, ela é governada por homens e não por sistemas ou leis. Aqueles no poder
anseiam por estabilidade acima de tudo e esmagam impiedosamente qualquer um que julguem ser
uma ameaça. O presidente Hu Jintao prometeu ao mundo que a liberdade dada à mídia durante os
Jogos Olímpicos continuaria. Isso é verdade para a mídia internacional, não para a local. O acesso
doméstico à internet para os 253 milhões de usuários chineses continua controlado - como durante
os Jogos Olímpicos - tendo em vista a "segurança da pátria" e a "purificação do espaço virtual".
A Igreja chinesa é uma das que crescem mais rapidamente no mundo. Hoje,
aproximadamente 80 milhões de protestantes e católicos formam a Igreja deste país de 1,3 bilhões
de habitantes. Enquanto não há dados quanto ao crescimento das igrejas não-registradas, o número
de congregações de igrejas protestantes registradas aumenta entre 500 a 600 mil a cada ano. O
número de reuniões dos fieis ultrapassa a marca dos 15 milhões, e eles se reúnem em mais de 50
mil igrejas e outros lugares de culto. Estima-se que 50 milhões de cristãos chineses ainda esperam
por sua primeira Bíblia e, sem a posse de sua própria cópia das Escrituras, muitos são presas fáceis
de heresias e falsos ensinamentos. Não falta entusiasmo aos evangelistas, mas a maioria é mal
treinada e pouco equipada. Além disso, há conflitos entre os líderes cristãos. Acredita-se que
atualmente a pior tentação enfrentada pela Igreja chinesa seja o materialismo, particularmente
dentro do contexto da explosão econômica do país. Teoricamente, os cristãos chineses têm direito à
liberdade religiosa, mas o espaço para evangelização é limitado. Os cristãos não podem se reunir
em templos não-registrados e tampouco evangelizar publicamente.
cont. GIRO MISSIONÁRIO PELO MUNDO..
O Movimento Patriótico das Três Autonomias (MPTA), também
conhecido como Igreja dos Três Poderes, é a Igreja oficial,
controlada pelo Partido Comunista. As igrejas não-registradas
recebem ataques esporádicos do governo. A perseguição depende
principalmente do grau de perigo que o governo enxerga em cada
grupo religioso.
A perseguição ao cristianismo abrange desde multas e
confisco de Bíblias até destruição de templos. Evangelistas são
detidos, interrogados, aprisionados e torturados. Além da
perseguição governamental, as tentativas de evangelizar
muçulmanos no extremo noroeste do território chinês têm
enfrentado resistência e alguns ataques.
As leis religiosas que entraram em vigor em 1º de março de
2005 aumentaram a pressão sobre grupos não-registrados, exigindo que se legalizassem ou se
preparassem para sofrer as consequências. Além disso, em vez de facilitar o registro, novas emendas
dificultaram o processo.
Shi Weihan, comerciante cristão preso em maio, ainda aguarda seu julgamento. Enquanto isso,
Weihan está preso.
Dois cristãos da etnia uigur foram presos e estão sendo julgados sob falsa acusação de trair o
país. O pastor Zhang Mingxuan foi preso diversas vezes por forças do Comitê de Segurança Pública
em ocasiões antes e depois dos Jogos Olímpicos, a fim de impedi-lo de ter contato com a imprensa
estrangeira. Sua família também foi oprimida: seu filho foi brutalmente agredido e, enquanto o pastor
estava ausente de casa, sua esposa foi despejada.
Na província de Zhejiang, mais de 400 universitários cristãos foram detidos e interrogados em
uma única operação policial. Nas províncias de Shandong e Henan, cem cristãos foram presos, sem
acusações.
Outro caso ainda em andamento é o do pastor Zhang Rongliang, da Igreja não-oficial. O
veredicto foi dado no dia 29 de junho de 2005. Rongliang é um líder chave do "China para Cristo".
Ele foi detido pela polícia de Henan, sem acusações, no dia 1º de dezembro de 2004. Apenas um
mês depois ele foi acusado de "obter passaporte através de fraude" e de "travessia ilegal de fronteira".
As autoridades chinesas sempre negam passaportes a líderes famosos de igrejas não-registradas.

Motivos de oração

1. Louve a Deus pelo assombroso crescimento da Igreja. Ore para que a


perseguição seja atenuada, para que materiais de treinamento sejam desenvolvidos
e para que as Bíblias tornem-se cada vez mais acessíveis, impedindo assim o
avanço de heresias.
2. Os líderes cristãos chineses sofrem muito pelo evangelho. Ore pelos milhares de
evangelistas e pastores chineses que enfrentam noites de insônia, separação de
suas famílias, reuniões secretas e risco de prisão a fim de pastorear seus rebanhos.
Muitos têm treinamento insuficiente e poucos recursos, mas ainda assim viajam
constantemente para compartilhar o que sabem.
3. O crescimento econômico chinês é visto como um grande desafio para a Igreja.
Os cristãos chineses julgam que a perseguição é uma bênção. A principal
preocupação dos pastores é o efeito que o materialismo decorrente da crescente
economia chinesa pode provocar nos cristãos.
4. Muitos pastores têm sido enviados a campos de trabalho. A comida é ruim e o trabalho é muito pesado,
porém muitos são capazes de pregar e formar igrejas dentro dos campos. Alguns o fazem de forma tão eficiente
que são até confinados na solitária para evitar que preguem o evangelho.
5. A Igreja sofre com a grande falta de unidade. Muitos líderes das igrejas registradas e das não-registradas têm
medo e desconfiança entre si. Alguns acusam o Movimento Patriótico das Três Autonomias de traição, enquanto
seus líderes acreditam que as igrejas não-registradas estão em pecado por agir contra o governo. Ore para que
estas divisões entre os líderes sejam eliminadas e haja reconciliação entre eles.
6. A China sofre com a falta de recursos para a evangelização. Louve a Deus pelas muitas ferramentas de
evangelismo que são levadas ao país todos os anos. Materiais impressos e vídeos resultam em inúmeros novos
convertidos por cópia distribuída. Ore para que a quantidade de materiais levados ao país aumente.
Fontes
- 2008 Report on International Religious Freedom - Portas Abertas Internacional - - The World Factbook