You are on page 1of 30

AULA N 28

CLCULO I
Prof. CLAUDIO POSSANI
CLCULO E CINCIAS NATURAIS (2)

APLICAES E REVISO (2)


PONTOS DE MXIMO / MNIMO

APLICAES E REVISO (2)


PONTOS DE MXIMO / MNIMO
O nmero de indivduos de uma espcie animal foi
2

modelado pela funo = ln 10 onde


o tempo em anos e o nmero de animais

APLICAES E REVISO (2)


Determine o ano em que a populao atingir seu
mximo

Obs: assuma que a modelagem vlida num certo


intervalo de tempo

APLICAES E REVISO (2)


Determine o ano em que a populao atingir seu
mximo.
Vamos procurar inicialmente pelos pontos crticos
= 0

APLICAES E REVISO (2)


2

10
= ln 2 10 = 2
10

APLICAES E REVISO (2)


2

10
= ln 2 10 = 2
10
2

10
= 0 2
= 0 2 10 = 0
10

2 10 = 0 2 = 10 = 5

APLICAES E REVISO (2)


= 5 o nico ponto crtico

APLICAES E REVISO (2)


= 5 o nico ponto crtico
Agora vamos aplicar o teste da segunda derivada

APLICAES E REVISO (2)


= 5 o nico ponto crtico

Agora vamos aplicar o teste da segunda derivada


2
2

10
2

10 (2 10)(2 10)

= 2
=
10
2 10 2

APLICAES E REVISO (2)


= 5 o nico ponto crtico.

Agora vamos aplicar o teste da segunda derivada.


2
2

10
2
x
10x (2x 10)(2x 10)

= 2
=
10
x 2 10x 2

2 2 20 4 2 + 20 + 20 100
=
x 2 10x 2

APLICAES E REVISO (2)


2 2 + 20 100
=
x 2 10x 2

2 52 +20 5 100
50
5 =
=
<
0
52 10 5 2
25 2

APLICAES E REVISO (2)


Logo = 5
A partir da conclui-se que a populao comear
a diminuir

APLICAES E REVISO (2)


INTEGRAL DEFINIDA
REAS, TRABALHO, MASSA, ETC...

APLICAES E REVISO (2)


Se um objeto se desloca em linha reta entre os
pontos e (abscissas) submetido a uma fora
de intensidade () ao longo do deslocamento

APLICAES E REVISO (2)


ento o trabalho realizado pela fora dado por

Se est em Newton (N), a distncia em metros


(m) ento o trabalho ser medido em Joule (J)

APLICAES E REVISO (2)


Calcule o trabalho realizado pela fora = 2
aplicado sobre um deslocamento entre os pontos
= 2 e = 7.

APLICAES E REVISO (2)


Calcule o trabalho realizado pela fora = 2
aplicado sobre um deslocamento entre os pontos
= 2 e = 7.
7

=
2

=
7
2 =
3
3
2

APLICAES E REVISO (2)


7

=
2

3
3
7
2
343
8
335
2 =

=
=
3
3
3
3
3

APLICAES E REVISO (2)


Calcule a rea da regio entre as retas verticais
= 0, = 5 , acima da curva =

e abaixo da curva =

2
5

+5

10

+3

APLICAES E REVISO (2)

APLICAES E REVISO (2)


Podemos calcular
5

1 =

2
3
+ 5 =
+ 5
5
15

3
5
+ 5 (0)
15

125
25
100
1 =
+ 25 0 =
+ 25 =
15
3
3

APLICAES E REVISO (2)


Analogamente:
5

2
2 =
+ 3
10
0
3
3
= + 3 5
+ 3 (0)
30
30
125
25
65
2 =
+ 15 0 = + 15 =
30
6
6

APLICAES E REVISO (2)


Finalmente:

= 1 2

100 65 135 45
=

=
=
3
6
6
2

APLICAES E REVISO (2)


Alternativa:
5
0

2
5

+5

10

+3

5 3 2
0 10

+ 2

APLICAES E REVISO (2)


Alternativa:
5
0

2
5

+5

3
=
+ 2
10

10

+3

5 3 2
0 10

+ 2

125
225 45
5 0=
+ 10 =
=
10
10
2

APLICAES E REVISO (2)


rea entre duas
curvas

APLICAES E REVISO (2)


Lembrete: se () < 0 a integral resultante
negativa

APLICAES E REVISO (2)

APLICAES E REVISO (2)