You are on page 1of 2

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHO

CURSO DE HISTRIA
PLO SANTA HELENA
Disciplina: Histria e Gnero 7 PERODO/2016

AVALIAO ESCRITA

1) Sou descendente de italianos e portugueses, um pessoal muito


simples, muito batalhador, e me criei nos subrbios cariocas.
Desde cedo, conheci mulheres que trabalhavam. E reparei que,
entre os operrios, na briga pela sobrevivncia, os melindres do
feminino e as prepotncias do masculino se diluam. Era
necessrio tocar o barco, garantir o sustento da famlia sem dar
bola para certos pudores burgueses. Nesse sentido, a pregao
feminista de que as mulheres deviam ir luta profissionalmente
no me impressionou tanto. Um outro conceito me seduziu bem
mais: o da liberdade. A noo de que tnhamos direito s nossas
prprias vidas, de que poderamos escolher o nosso rumo e de
que a nossa sexualidade nos pertencia. Eis o ponto em que o livro
de Simone me fisgou profundamente. Lembro-me de quando vi
pela primeira vez a cena da bomba atmica explodindo. Ou de
quando me mostraram as imagens dos campos de concentrao
nazistas. O impacto negativo que aquilo me causou foi parecido
com o impacto positivo que O Segundo Sexo exerceu sobre mim.
Garota, j suspeitava que no herdaria o legado de minha me e
de minhas avs, que no caminharia sombra masculina. O livro
de Simone me trouxe os argumentos para levar a suspeita
adiante. (Fernanda Montenegro em entrevista a Revista Bravo acerca da
estreia da pea Viver sem Tempos Mortos baseada nas cartas
autobiogrficas de Simone de Beauvoir. Revista Bravo, 01/05/2009)
O trecho da entrevista selecionado acima traz uma amostra do impacto
causado pela repercusso da obra da filsofa francesa Simone de Beauvoir
O Segundo Sexo a experincia vivida, principalmente em relao
crtica feita pela autora acerca da regulao do corpo feminino. De acordo
com o referido texto lido, discorra como a autora descreve a influncia da
experincia sexual feminina para a normatizao de um padro ideal de
feminilidade. (Mnimo 1 lauda 5 pts.)

2) Com base na leitura do texto Histria das Mulheres da historiadora


Rachel Soihet, descreva de que forma a autora aponta o desenvolvimento
das teorias e metodologias historiogrficas para a insero das mulheres e
da categoria Gnero como objetos de anlise e investigao histricos.
(Mnimo 1 lauda 5 pts.)