You are on page 1of 31

Avaliação Executiva

de Projetos

Estado para Resultados


Agenda

 Programa Estado para Resultados

 Antecedentes

 Modelos de Avaliações Executivas

 A Experiência Piloto de Minas Gerais

 Resultados da fase Piloto

 Desafios
Programa Estado para Resultados

Missão: “Estruturar uma gestão por resultados efetiva no


Governo de Minas Gerais”

Parceiro
Vice-Governador estratégico

Secretaria de
Planejamento
Coordenação
Executiva

Unidade de
Unidade de Unidade de Gestão
Indicadores Empreendedores
Estratégica
GERAES: Gestão Estratégica de Recursos e
Ações do Estado

2003 2004 2006 2007 2010

A criação de uma carteira de projetos estratégicos aprimorou as


técnicas de planejamento e a priorizou o fluxo de recursos,
alinhando o plano e o orçamento.

A plataforma de gerenciamento com metodologia diferenciada de


monitoramento dos Projeto introduziu mecanismos que
incentivaram o atingimento das metas.
Projetos Estruturadores

2004 - 2007
31 Projetos 4% da despesa orçamentária em 2004
Estruturadores
Investimentos com recursos do
tesouro estadual: R$ 354 milhões

2003 2004 2006 2007 2010

capacidade de transformar a estratégia do


governo em ações concretas

foco prioritário quanto à alocação de


recursos do Estado de Minas Gerais
Planejamento

Efeitos e
Desenho Inputs Atividades Produtos
Impactos

Quais são os objetivos do


Governo?

Como alcançá-los?

Desenho dos
Projetos
Monitoramento dos Projetos

Efeitos e
Desenho Inputs Atividades Produtos
Impactos

Desdobramento das metas e detalhamento do


cronograma das atividades
Modelo para Resultados

Estado para Resultados

2003 2004 2006 2007 2010

Consolidação do Equilíbrio Fiscal e do


Gerenciamento Intensivo de Projetos

Resultados para a Sociedade


Projetos Estruturadores

2004 - 2007
4% da despesa orçamentária em 2004
31 Projetos
Estruturadores
Investimentos com recursos do
tesouro estadual: R$ 354 milhões

2003 2004 2006 2007 2010

11,5% da despesa orçamentária em 2007 - 2010


2008
Investimentos com recursos do 57 Projetos
tesouro estadual: R$ 3,4 bilhões Estruturadores
Indicadores e Avaliações

Efeitos e
Desenho Inputs Atividades Produtos
Impactos

» Criação de uma carteira de indicadores: Resultados


Finalísticos
» Desenvolvimento de avaliações para testar o marco causal
de alguns projetos
Modelo Causal Implícito

Resultados Finalísticos

Projetos Estruturadores

Desenho Inputs Atividades Produtos


Efeitos e
Impactos
Aprimorando o Modelo Causal Implícito

Resultados Finalísticos
1 Teste de Causalidade

Avaliação de impacto

Projetos Estruturadores

Efeitos e
Desenho Inputs Atividades Produtos
Impactos
Testando o Modelo Causal Implícito

Avaliação Executiva de
Resultados Finalísticos
2 Projetos

Viabilizar melhorias no
desenho e planejamento
dos Projetos com vistas
aos resultados finalísticos
Projetos Estruturadores almejados
Desenho Inputs Atividades Produtos
Efeitos e
Impactos
Ponto de partida: experiências internacionais
Conhecimento das experiências internacionais:
Consultora Gita Becker Busjeet, Junho/2009

2003 2004 2006 2007 2009 2010

Aprofundamento e debate:

ESTADOS UNIDOS
Program Assessment Rating Tool (PART), 2002

MÉXICO
Consistencia y Resultados (CyR), 2007

COLÔMBIA
Evaluación Ejecutiva (E2), 2008
Dezembro/2009
Resumo das experiências
Avaliação Modelo Características
• 4 áreas: propósito e desenho, planejamento estratégico,
Program Rating gerenciamento, e resultados
Assessment Tool I • 25 questões, formato binário principalmente (Sim/Não)
(PART) • Ocorre a cada 5 anos
• Ocasiona decisões orçamentárias.
Evaluación de • 5 áreas: justificativa, desenho, organização e gestão,
Programas resultados e sustentabilidade
II
Gubernamentales • Questões abertas, amplas orientações fornecidas sobre
(EPG) como responder às perguntas.
• 6 áreas: resultados, desenho, insumos, gestão
operacional, estrutura organizacional e atividades de
Evaluación
I e II avaliação e controle.
Ejecutiva (E2)
• Critérios específicos para cada seção.
• Escala de classificação de 1 a 4 para cada questão.

•6 áreas: desenho, planejamento estratégico, focalização e


Consistencia y cobertura, operação, percepção da população-alvo,
I e II
Resultados (CyR) resultados.
• 100 perguntas, formato binário e descritivas.
Avaliação Executiva de Projetos

Objetivo estratégico
Possibilitar uma visão geral e uniformizada sobre a
carteira de Projetos Estruturadores do Estado de
Minas Gerais

Objetivos específicos

Avaliar a Subsidiar a Institucionalizar


Consolidar a maturidade dos tomada de a Avaliação
metodologia Projetos decisão
Características da Avaliação

Imparcialidade e Baseada em Igualdade de


Independência Evidências critérios para
Objetivas todos os
Projetos

Foco em Caráter
Oportunidades Consultivo
de Melhorias
Principais atores

Conselho
Gestor

Avaliadores

Gerente e Equipe Equipe


do Projeto GERAES
Como avaliar?

Realização Elaboração
Coleta de
Inicialização de dos Devolutiva Finalização
evidências
entrevistas Relatórios
Como avaliar?

Realização Elaboração
Coleta de
Inicialização de dos Devolutiva Finalização
evidências
entrevistas Relatórios

Kick-off com a
equipe do Projeto
Como avaliar?

Realização Elaboração
Coleta de
Inicialização de dos Devolutiva Finalização
evidências
entrevistas Relatórios

Manual de
Aplicação
27 perguntas distribuídas em 4 eixos
EIXO OBJETIVO Nº

PROPÓSITO E Examinar a clareza da concepção do Projeto e a precisão


06
CONCEPÇÃO em seu propósito (objetivo, público-alvo, escopo, etc).

Avaliar a presença elementos essenciais de planejamento


PLANEJAMENTO 07
como metas, indicadores, cronograma de atividade, etc.

Avaliar a gestão sobre a supervisão financeira, avaliação


dos avanços físicos das atividades, compilação de dados de
GERENCIAMENTO 09
desempenho, sustentabilidade e responsabilização das
ações e atividades.

RESULTADOS Avaliar os resultados alcançados, a transparência na


05
/ACCOUNTABILITY execução das ações e a publicização de informações.
Mapa Conceitual AEP
Como avaliar?

Realização Elaboração
Coleta de
Inicialização de dos Devolutiva Finalização
evidências
entrevistas Relatórios

Relatório Completo Relatório Executivo


Como avaliar?

Realização Elaboração
Coleta de
Inicialização de dos Devolutiva Finalização
evidências
entrevistas Relatórios

Espaço para solicitações


de Mudança
Como avaliar?

Realização Elaboração
Coleta de
Inicialização de dos Devolutiva Finalização
evidências
entrevistas Relatórios

57 PROJETOS
ESTRUTURADORES
OPORTUNIDADES
DE MELHORIA
Pontos mais avançados dos projetos
Os eixos de concepção e gerenciamento apresentaram maior
presença de elementos desejáveis

100%
100% Maior = 100%
80%
80%
Maior = 67%
60%
60%
Menor = 50%
40% 40%
71% Menor = 33%
20% 20%
47%

0% 0%

Concepção Gerenciamento
Pontos mais vulneráveis dos projetos
Os eixos de planejamento e resultados apresentaram maior espaço
para oportunidades de melhoria

100%
100%

80%
80%
Maior = 71%
60%
60%

40%
40% Maior = 40%
20%
20% 25% Menor = 20%
39%
0%
0% Menor = 0%
Resultados /
Planejamento Accountability
Resultado Final
61 52 38 24 A ausência dos
100 elementos
necessários aos
requisitos da
80 12 NÃO 13 NÃO 16 NÃO 20 NÃO avaliação sugere
espaço para
oportunidades de
60 4 melhorias

20 8
40
13 4 Nota Final
17 13 Resultados/Accoutability
20 21 4
4 Gerenciamento
10
20 16 0 Planejamento
10 10
0 Propósito e Concepção
1 2 3 4
Desafios
 DESAFIO 1: Como adequar as experiências internacionais ao
contexto mineiro sem que se perca a comparabilidade entre as
avaliações?

 DESAFIO 2: Como institucionalizar a avaliação executiva de


projetos?

 DESAFIO 3: Como acompanhar a utilização das oportunidades


de melhoria identificadas?

 DESAFIO 4: Como publicizar os resultados da avaliação?


Diana Martins Barbosa
diana.barbosa@planejamento.mg.gov.br

Related Interests