You are on page 1of 5

ANTIDOTOS

Acetilcisteína
• Classe: Mucolítico.
• Uso clínico: Intoxicação por paracetamol; pode ser útil em intoxicações por
tetracloreto de carbono, monóxido de carbono, cianeto e amanita.
• Dose em adulto: Via oral: 140 mg/Kg, seguido de 70 mg/Kg de 4/4 horas, por 72
horas; via Intravenosa: 150 mg/Kg em 60 minutos, seguido de 12.5 mg/Kg/h nas
próximas 4 horas, e 6.25 mg/Kg/h nas próximas 16 horas.
• Dose em crianças: Dose pediátrica máxima: < 6 meses: 60 mg/dia; 3-6 meses: 100
mg/dia; 6-12 meses: 150 mg/dia; 1-4 anos: 300 mg/dia; > 4 anos: 400 mg/dia.
Atropina
• Classe: Antagonista colinérgico.
• Uso clínico: Intoxicação por organofosforados, carbamatos e alguns cogumelos;
síndromes colinérgicas.
• Dose em adulto: Bradiarritmias: 0,5 a 1 mg, a cada 3 a 5 minutos IV, até no máximo 2
mg; intoxicação: 2-4 mg, IV, seguidos de 2 mg a intervalos de 5-10 minutos até que
desapareçam os sintomas muscarínicos.
• Dose em crianças: Bradiarritmias: 0,01-0,03 mg/Kg IV; intoxicação: dose pediátrica:
0,01 mg/Kg SC a cada 4-6 horas.
Azul de Metileno
• Classe: Conversor de meta-hemoglobina.
• Uso clínico: Meta-hemoglobinemia: hereditária, hipoxêmica ou induzida por drogas
(nitrito de amila, dapsona, nitroglicerina, nitroprussiato, sulfonamidas).
• Dose em adulto: Via intravenosa: 1-2 mg/Kg, em 5 minutos; pode-se repetir em 30-60
minutos.
• Dose em crianças: Uso em crianças não é seguro.
Benzodiazepínicos
• Classe: Potencializador GABA.
• Uso clínico: Síndromes simpaticomiméticas; síndromes serotoninérgicas; coadjuvante
no tratamento do alcoolismo; convulsões induzidas por intoxicações.
• Dose em adulto: Diazepam: 5 a 10 mg, IV lento (1/2 a 1 ampola, intravenosa).
• Dose em crianças: Dose pediátrica do diazepam: EV: 0,2-0,5 mg/dose; VO/Retal: 0,1-
0,8 mg/Kg/dia.
Bicarbonato de Sódio
• Classe: Solução.
• Uso clínico: Toxicidade por bloqueadores de canais de sódio (ex: antidepressivos
tricíclicos); acidose grave e/ou refratária.
• Dose em adulto: Via Intravenosa: 1-2 mEq/Kg IV lento. Para correção de acidose:
corrigir 1/3 da dose, e os próximos 2/3 em 24 horas.
• Dose em crianças: Alcalinização da urina: Dose inicial: 12 a 24 mEq, de 4/4 horas.
Bromocriptina
• Classe: Agonista dopaminérgico.
• Uso clínico: Síndrome neuroléptica maligna; 'craving' por cocaína (experimental).
• Dose em adulto: Via oral: 2.5-10 mg, VO ou por sonda nasogástrica, 3-4x/dia.
Continuar uso por 7-10 dias e progredir redução da dose em 3 dias.
• Dose em crianças: Dose máxima: 20 mg a cada 6 horas.
Carvão Ativado
• Classe: Adsorvente.
• Uso clínico: Antídoto inespecífico usado em intoxicações exógenas agudas.
• Dose em adulto: Adulto: 1 a 2 g/kg (dose total: 50-100 g), diluídos a 10% com água
ou suco, por via oral, se paciente consciente; caso contrário, através de sonda
nasogástrica. Criança: 25 g, por sonda nasogástrica, em tomada única, podendo
chegar até 50 g nos casos mais graves. É usada nas intoxicações por via entérica e
possui maior eficácia nas primeiras 1-2 horas após ingestão da toxina, por impedir sua
absorção.
• Dose em crianças: Diluir em água, SF 0,9% ou catárticos (manitol), na proporção 8
mL de solução para cada grama de carvão.
Ciproeptadina
• Classe: Antagonista serotoninérgico.
• Uso clínico: Alergias respiratórias; síndromes serotoninérgicas.
• Dose em adulto: Síndrome serotoninérgica: 8 mg/dose, até de 4/4 horas. Não
exceder 32 mg/dia. Condições alérgicas: 4-20 mg/dia, divididos em 3 tomadas.
• Dose em crianças: Dose pediátrica: 0,25 mg/kg/dia, em 3 doses.
Clonidina
• Classe: Agonista adrenérgico.
• Uso clínico: Alívio sintomático na abstinência por nicotina ou opioides; acatisia;
urgências hipertensivas.
• Dose em adulto: Via Oral: 0.1-0.2 mg, de 8/8 horas.
• Dose em crianças: Não suspender abruptamente se em uso maior que 3 dias, pelo
risco de efeito rebote.
F-Ab
• Classe: Anticorpo.
• Uso clínico: Anticorpo ligador de digoxina livre, para uso na intoxicação por digoxina.
• Dose em adulto: Intoxicação aguda: 5-15 ampolas, IV, sendo metade da dose nos
primeiros 15-30 minutos. Intoxicação crônica: 1-4 ampolas, IV.
• Dose em crianças: 1 frasco (40 g) neutraliza 0,6 mg de Digoxina.
Fisostigmina
• Classe: Anticolinesterásico.
• Uso clínico: Síndromes anticolinérgicas; abuso ou intoxicação por anti-histamínicos,
benzodiazepínicos, fenotiazinas, algumas plantas e cogumelos.
• Dose em adulto: Adulto: bolus de 2 mg, IV, em 5 minutos; aguardar resposta em 10-
15 minutos.
• Dose em crianças: Dose pediátrica: 0.02 mg/Kg, IV; pode-se repetir a dose a cada 10
minutos (dose máxima: 2 g).
Flumazenil
• Classe: Antagonista benzodiazepínico.
• Uso clínico: Após anestesia ou procedimento diagnóstico de curta duração;
intoxicação por benzodiazepínicos; reversão dos efeitos sedativos dos
benzodiazepínicos.
• Dose em adulto: Via intravenosa: bolus de 200 mcg, repetindo a cada 1 minuto até
obter o efeito desejado ou até a dose cumulativa de 2 mg.
• Dose em crianças: Diluição: flumazenil 5 mL + SG 5% 15 mL; infundir de 4 em 4 mL,
a cada minuto, até o máximo de 2 ampolas.
Glucagon
• Classe: Hormônio.
• Uso clínico: Tratamento de reações hipoglicêmicas severas; intoxicação por
betabloqueador ou bloqueador de canal de cálcio.
• Dose em adulto: Adulto: 5 mg, IV, em bolus. Pode-se repetir em 10 minutos.
• Dose em crianças: Criança: 0.05 mg/Kg, IV, em bolus. Pode-se repetir em 10
minutos.
Gluconato de Cálcio
• Classe: Eletrólitos.
• Uso clínico: Reversão de intoxicação por bloqueadores de canais de cálcio;
hipercalemia grave.
• Dose em adulto: Hipocalcemia: 1 ampola (1 g/10 ml), IV, repetindo conforme
necessário (dose máxima: 4 g/dia); infusão contínua: dose usual de 500 mg/hora.
Titular dose para manter nível de cálcio no limite superior da normalidade.
• Dose em crianças: Contraindicação relativa na intoxicação por digitálicos.
Levocarnitina
• Classe: Agente oxidante.
• Uso clínico: Deficiência primária ou secundária de carnitina; toxicidade por valproato.
• Dose em adulto: Via oral: 50-100 mg/Kg, de 12/12 horas (dose máxima: 3 g/dia); via
intravenosa: 100 mg/Kg, IV (dose máxima: 6 g), se paciente muito sintomático.
• Dose em crianças: Dose de manutenção (se necessário): 15 mg/Kg, de 4/4 horas.
Naloxone
• Classe: Antagonista opioide.
• Uso clínico: Intoxicação por opioides; teste diagnóstico em pacientes irresponsivos.
• Dose em adulto: Via intravenosa: dose de ataque de 0,4 a 2 mg, IV; repetir a cada 2-3
minutos, até obter o efeito desejado (dose máxima cumulativa: 10 mg).
• Dose em crianças: Dose pediátrica: 0,01 mg/Kg.
Octreotide
• Classe: Análogo Somatostatina.
• Uso clínico: Intoxicação por sulfonilureias; intoxicação por quinino.
• Dose em adulto: Via intravenosa ou subcutânea: 1 mcg/Kg, a cada 8-12 horas.
• Dose em crianças: Uso não recomendado em crianças.
Oxigênio
• Classe: Gás.
• Uso clínico: Intoxicação por monóxido de carbono; intoxicação por nitrogênio
(mergulhadores).
• Dose em adulto: Tratamento usual: 2.8-3 atm por 90-120 minutos.
• Dose em crianças: O uso prolongado está associado a efeitos danosos (oxidação e
radicais livres).
Piridoxina
• Classe: Vitamina.
• Uso clínico: Vitamina B6 (hidrossolúvel); uso em intoxicação por etilenoglicol,
isoniazida e por alguns cogumelos.
• Dose em adulto: Intoxicação por isoniasida: 1 g de Piridoxina, IV, por cada grama de
Isoniazida ingerida; se dose desconhecida, usar cerca de 70 mg/Kg (dose máxima: 5
g). intoxicação por etilenoglicol: 50 mg, IV ou IM, de 6/6 horas.
• Dose em crianças: Pode ser associado a antieméticos.
Pralidoxima
• Classe: Reativador da colinesterase.
• Uso clínico: Intoxicação por agentes anticolinesterásicos; intoxicação por inseticidas.
• Dose em adulto: Adulto: 1 a 2 g, diluída em 150 ml de soro fisiológico, a cada 4 ou 6
horas, IV, em 30 minutos.
• Dose em crianças: Dose pediátrica: 25-50 mg/Kg, IV (dose máxima: 2 g).
Vitamina K
• Classe: Vitamina.
• Uso clínico: Distúrbios hemorrágicos e hipovitaminose; insuficiência hepática;
reversão do efeito anticoagulante dos cumarínicos.
• Dose em adulto: Antagonista cumarínico: via oral: 2,5 a 25 mg/dia; via intravenosa: 10
mg/dia; hemorragia e hipovitaminose: 1 a 5 mg, IV, de 12/12 horas, até normalizar o
tempo de protrombina.
• Dose em crianças: Para uso intravenoso, diluir em 10 ml de SF 0,9% e infundir em
15-30 minutos; necessidade diária: 1-5 mcg/kg/dia.