You are on page 1of 2

institutogamaliel.com http://www.institutogamaliel.

com/portaldateologia/a-palavra-falada-2/teologia

A Palavra Falada

Prov. 18.21 – A morte e a vida estão no poder da língua; e aquele que a ama comerá do seu fruto.
Existem algumas coisas que depois de atiradas não existe mais volta. Duas delas são a “flecha lançada” e a
“palavra falada”.
Porém existe uma diferença básica entre a flecha e a palavra. A flecha quando atirada, pode ou não acertar o seu
objetivo, o alvo, que pode ser de madeira, pode ser uma animal, um ser humano, uma árvore, ou seja, qualquer
coisa.

Entretanto, a palavra quando é lançada sempre acerta o alvo, o coração de alguém. Quando alguém lança uma
palavra ele não errará, acertará, com certeza, o seu objetivo , ou seja, alguém será atingido.

E como a palavra tem poder, o seu lançamento pode provocar vida ou morte.

Ela provocará vida quando representar elogio, força, afeto, carinho, compreensão, conselho, ou seja, quando
estiver implícito, neste lançamento, amor.

Ela provocará morte quando representar crítica, desânimo, amargura, ciúme, incompreensão, isto é, quando
estiver implícito, neste lançamento, intolerância.

A grande verdade é que as pessoas esquecem, por completo, que podemos coisas maravilhosas e terríveis com
aquilo que dizemos.

Quantas pessoas ouvem, durante uma vida, que não são capazes, que são burras, que são preguiçosas, que
não vão chegar a lugar nenhum, que são incompetentes, e por aí vai. Escutam tanto este tipo de coisa que, a
partir de um determinado momento, acabam acreditando.
Quantos relacionamento vão sendo minados, nem tanto pelas brigas em si, mas pelas coisas pesadas que são
ditas durante o desentendimento. Às vezes os motivos das desavenças nem são muito graves, porém o que foi
dito um para outro deixa marcas fortes.

O que estamos tentando dizer é que podemos edificar através daquilo que dizemos aos outros, como também
podemos destruir.

E vocês já reparam como existem pessoas que vivem para destruir os outros através da língua. Vivem
criticando, colocando defeitos, murmurando, procurando confusão, não são compreensivas, dizem palavras de
humilhação.

Entretanto, o que estas pessoas não percebem é que os maiores prejudicados com este tipo de atitude são elas
próprias, a Palavra de Deus é muito clara, “… aqueles que a amam comerão do seu fruto”, isto é, se você usa as
suas palavras para construir, abençoar, consolar, dizer coisas que edifiquem, você estará plantando para colher
bênçãos para a sua vida, porém se você usa a sua língua para destruir, a sua colheita será de frutos podres.

Todo o dia quando saímos, para trabalhar, estudar ou qualquer outra atividade, podemos fazer esta escolha. Sair
com a língua afiada dizendo somente coisas ruins, ou sair de forma prudente, vigiando o que dizemos,
procurando iluminar o lugar onde estamos. A escolha é nossa, mas não podemos esquecer que colheremos o
que plantarmos.

Related Interests