You are on page 1of 12

Colégio Cândido Portinari

Disciplina: Língua Portuguesa


Professoras: Amanda e Ana Cristiane Oliveira
Série: 5ª

ATIVIDADE DE APREDIZAGEM

Olá! O tema desta tarefa é FUTEBOL.


A COPA de 2014 está chegando e nossa vontade de
torce pela seleção brasileira só cresce, são tantas
coisas boas que ocorrem em época de Copa do
Mundo: reunião para assistir os jogos, o verde e
amarelo da nossa bandeira que está em todo lugar,
vibração com cada gol do nosso time, o coração
apertado quando o time adversário ataca... Haja
emoção!!!
Bem, a partir desse tema tão gostoso, é que iremos
interpretar textos, inferir, relacionar informações e
aprender mais sobre as classes gramaticais em
estudo.
Beijos, sua Pró.
Texto 1

Conto de José Roberto Torero, Revista Nova Escola.

À primeira vista, Tadeu e Maria Angélica formavam um casal normal. Gostavam de cinema, de
musica e de viagens. Mas acima de tudo, amavam o futebol. Só que infelizmente, torciam para times rivais.
No começo, isso não era grande problema. Maria Angélica não se importava quando Tadeu
comemorava as vitórias do time dele e Tadeu até dava parabéns para Maria Angélica quando o clube dela
vencia. Mas talvez isso só acontecesse porque os dois times eram muito ruins, e as vitórias, muito raras.
Então, o campeonato deste ano, as coisas mudaram. Novos reforços foram contratados, as equipes
melhoraram e as torcidas começaram a ter esperanças.
As coisas mudaram tanto que os dois times chegaram à final do torneio.
Tadeu comprou um uniforme azul e amarelo para ir ao estádio. Maria Angélica foi com uma enorme
bandeira verde e branca.
Os dois sentaram lado a lado durante a partida.
Para evitar brigas, tentavam não vibrar demais quando seus times acertavam um lance, nem zombar
do outro quando a equipe adversária cometia algum erro.
O zero a zero vinha mantendo a paz do casal, porém, o último lance do jogo, quando o time de
Tadeu marcou o gol da vitória, ele não se conteve e gritou: “Gooooooooooooool!!!” E assim mesmo, com
dez letras “o”.
Mas ele não parou por aí. Começou a dançar em volta de Maria Angélica enquanto cantava “Ê, ô, ê,
ô, o seu time é perdedor”.
Maria Angélica ficou verde de ódio. Então disparou:
— Tadeu, você passou dos limites. Cartão vermelho!
— Como assim, Maria Angélica, você está me expulsando do campo?
— E do casamento. Você pisou na bola!
— Ta, eu exagerei, mas também não precisa entrar de sola.
— Agora é tarde. Você chutou nosso amor para escanteio!
— Calma, eu não quero tirar o time de campo.
— Vamos tentar um segundo tempo...
— Não, senhor. Você já estava na marca do pênalti. Pode ir para o chuveiro!
— Quem sabe uma prorrogação?
— Não. Fim de jogo!
Tadeu sentou na arquibancada, apoiou a cabeça nas mãos e disse:
— Tudo bem, Maria Angélica, se você quer que eu pendure as chuteiras, é assim que vai ser. Mas
isso me deixa muito triste, porque a gente fazia uma tabelinha em tanto. Eu acho que nossa
amizade bate um bolão e sempre que eu a via, corria para o abraço. Sabe, eu vestia a camisa do
nosso casamento... eu jogava por amor...
— Aquela declaração deixou os olhos de Maria Angélica encharcados como um Maracanã sem
drenagem.
— Então ela jogou longe sua bandeira e abraçou Tadeu como se ele tivesse marcado um gol
decisivo.
— Tadeu olhou fundo nos olhos de Maria Angélica e, com voz emocionada, cantou:
— “Ê, ô, ê, ô, nosso amor é um terror!”
— Tadeu, foi a coisa mais linda que alguém já me disse. Então, os dois beijaram-se, fizeram as
pazes e viveram felizes para sempre.
Ou, pelo menos, até a próxima final de campeonato. Mas essa é uma outra história e quem sabe um
dia eu a conte.

01. O conto “Tadeu e Maria Angélica” utiliza uma linguagem quanto ao nível ora formal, ora informal.
Quanto ao sentido, em algumas passagens, o autor faz um jogo com as palavras a fim de conferir humor ao
texto.
Em relação a esse jogo com as palavras, julgue as afirmativas abaixo como verdadeiras ou falsas:
( ) “Tadeu, você passou dos limites. Cartão vermelho!”. A palavra “vermelho” tem sentido
denotativo e significa, no contexto, a cor do cartão usado para expulsar um jogador do campo.
( ) “Tadeu, você passou dos limites. Cartão vermelho!”. O vocábulo vermelho, no contexto, tem
sentido conotativo, transmite a idéia de que Maria Angélica terminou o namoro com Tadeu, logo “foi
expulso” de sua vida.
( ) Já a expressão “—E do casamento. Você pisou na bola!”, denota, no contexto, que o jogador do
time adversário em vez de chutar a bola, cometeu o grave erro de pisá-la.
( ) “— Calma, eu não quero tirar o time de campo.” A expressão grifada está no sentido figurado,
conotativo; equivale a dizer que Tadeu não vai desistir da namorada, quer continuar o
relacionamento.
( ) “Sabe, eu vestia a camisa do nosso casamento...”. Os termos destacados estão no sentido real,
tanto Tadeu como Maria Angélica tinham uma camisa que simbolizavam o amor dos dois.
A seqüência correta é
a) VVFFV
b) VFVFF
c) FVFVF X
d) FFFVV

02. A partir da leitura do texto é adequado afirmar:


a) Tadeu e Maria Angélica aparentemente não eram parecidos, já que torciam por times de futebol
diferentes.
b) O namoro entre Tadeu e Maria Angélica já estava destinado ao fracasso desde o início, pois eles
torciam por times adversários.
c) O amor do casal superou as diferenças de personalidade. X
d) O amor superou a rivalidade dos times de futebol do casal.

03. Em nossas aulas, estudamos que os adjetivos têm a função gramatical de caracterizar, especificar,
diferenciar os substantivos. Identifique a frase do texto 1 em que as palavras grifadas desempenhem essa
função ( DE ADJETIVO) no texto:
a) “À primeira vista, Tadeu e Maria Angélica formavam um casal normal.”
b) “Maria Angélica não se importava quando Tadeu comemorava as vitórias do time dele e Tadeu até
dava parabéns para Maria Angélica quando o clube dela vencia.”
c) “Maria Angélica foi com uma enorme bandeira verde e branca.”
d) “Maria Angélica ficou verde de ódio. Então disparou: Tadeu, você passou dos limites. Cartão
vermelho!” X

04. Identifique a única sentença abaixo em que o substantivo grifado tem seu sentido indeterminado pelo o
artigo que o acompanha:
a) “Mas acima de tudo, amavam o futebol.”
b) “Mas essa é uma outra história e quem sabe um dia eu a conte.” X
c) “Mas talvez isso só acontecesse porque os dois times eram muito ruins, e as vitórias, muito raras.”
d) “Calma, eu não quero tirar o time de campo.”
05. Releia o enunciado do texto 1:

O zero a zero vinha mantendo a paz do casal, porém, o último lance do jogo, quando o time de
Tadeu marcou o gol da vitória, ele não se conteve e gritou: “Gooooooooool!!!” E assim mesmo,
com dez letras “o”.
A respeito das palavras destacadas, identifique a única sentença falsa:
a) A expressão “zero a zero” possui a função de nomear uma situação que pode ser comum em uma
partida de futebol. Já a palavra “dez” indica quantidade, é um numeral cardinal. X
b) Ao considerar a presença do artigo definido acompanhando a expressão “zero a zero”, pode-se
afirmar que o termo é classificado gramaticalmente como um substantivo.
c) Por meio da palavra “dez”, o autor do texto indica a ordem da letra “o” em uma determinada
seqüência. No contexto, “dez” é classificado gramaticalmente como um numeral ordinal.
d) Os termos destacados possuem funções diferentes, por isso pertencem a classes gramaticais também
diferentes.

Texto 2
Partida de Futebol
Skank

Bola na trave não altera o placar Que vão levando o time todo pro ataque
Bola na área sem ninguém pra cabecear O centroavante, o mais importante
Bola na rede pra fazer um gol Que emocionante, é uma partida de futebol
Quem não sonhou ser um jogador de futebol? O goleiro é um homem de elástico
A bandeira no estádio é um estandarte Só os dois zagueiros tem a chave do cadeado
A flâmula pendurada na parede do quarto Os laterais fecham a defesa
O distintivo na camisa do uniforme Mas que beleza é uma partida de futebol
Que coisa linda, é uma partida de futebol
Bola na trave não altera o placar
Posso morrer pelo meu time Bola na área sem ninguém pra cabecear
Se ele perder, que dor, imenso crime Bola na rede pra fazer um gol
Posso chorar se ele não ganhar Quem não sonhou ser um jogador de futebol?
Mas se ele ganha, não adianta
Não há garganta que não pare de berrar O meio campo é lugar dos craques
A chuteira veste o pé descalço. Que vão levando o time todo pro ataque
O tapete da realeza é verde O centroavante, o mais importante
Olhando para bola eu vejo o sol Que emocionante, é uma partida de futebol !
Está rolando agora, é uma partida de futebol
O meio campo é lugar dos craques
Vocabulário:
Estandarte:
Flâmula:
Distintivo:

06. No verso que segue há um exemplo de linguagem figurada.

“Posso morrer pelo meu time”.

Esta linguagem figurada, para expressar sua mensagem no texto, é marcada pelo(a):

a) bom senso;
b) exagero; X
c) comparação;
d) explicação.

07. De acordo com o texto, o eu-lírico pode ser caracterizado como alguém que:

a) apenas sofre com a derrota do seu time;


b) emociona-se com uma partida de futebol; X
c) está envaidecido com a vitória do seu time;
d) está unicamente insatisfeito por não ser um jogador de futebol;

08. “Quem não sonhou ser um jogador de futebol?”

O verso acima aparece duas vezes no texto e reforça, em relação ao futebol, uma idéia de:

a) pessimismo;
b) encantamento; X
c) surpresa;
d) arrependimento;

09. É possível estabelecer uma relação entre o título e o texto, porque, há no texto, a presença de uma:

a) descrição do cenário de uma partida de futebol; X


b) vaga referência ao futebol;
c) afirmação de que o futebol é um esporte mundial;
d) referência à bola na trave;

10. Releia os enunciados retirados dos textos 1 e 2:

I – “Maria Angélica foi com uma enorme bandeira verde e branca.”


II – “Que emocionante, é uma partida de futebol.”
As sentenças abaixo analisam a função que as palavras destacadas exercem nas frases acima. Julgue-as
como sendo verdadeiras ou falsas:

( V ) Em I, a palavra “uma” possui a função de indicar quantidade: Maria Angélica levou apenas uma
bandeira para o estádio.
( F ) Em II, o vocábulo “uma” é classificado gramaticalmente como numeral, uma vez que indica
quantidade.
( V ) Apenas na segunda frase, a palavra “uma” é um artigo indefinido, pois não determina, não especifica
sobre qual partida de futebol o eu-lírico está se referindo.
( V ) A função do termo destacado na primeira frase, permite classificá-lo gramaticalmente como numeral
cardinal.
( F ) A palavra em destaque na segunda frase é um numeral, já que desempenha a função de determinar a
quantidade de partidas de futebol existente em um estádio.

Texto 3
Acessado em 09\05\10 em: www.novaishow.blogspot.com

11. O anúncio publicitário inicia-se com a palavra ELE. A respeito dessa palavra, responda:
a) A que substantivo essa palavra refere-se? FUTEBOL
_____________________________________________________________________________
b) Por se referir a um substantivo, substituindo-o, como essa palavra classifica-se gramaticalmente?
PRONOME SUBSTANTIVO PESSOAL RETO
_____________________________________________________________________________
c) A palavra ele refere-se a qual pessoa do discurso? 3ª PESSOA DO SINGULAR
______________________________________________________________________________

Leia as sentenças a seguir sobre o texto 3:


I – Quanto ao gênero, é um anúncio publicitário que utiliza a linguagem mista.
II – É um texto que traz uma sequência de definições para homenagear o futebol.
III – Tem intenção de enaltecer a importância do futebol, promovendo a marca TOPPER.

É(são) verdadeira(s):
a) Apenas I
b) I, II e III X
c) I e III
d) Apenas III

Releia o enunciado retirado do texto 3 para responder às questões 12 e 13:

12. “19 de julho, Dia Nacional do Futebol. Uma homenagem da Topper, a marca que vibra, sua, acelera,
investe, grita e torce pelo futebol, aqui e em toda América Latina.”

Todas essas expressões, que foram destacadas no enunciado acima, exercem a mesma função no contexto e
a mesma classificação gramatical. Identifique-as:
a) Nomear ações / substantivos comuns
b) Caracterizar o substantivo / locução adjetiva X
c) Caracterizar o adjetivo / locução adjetiva
d) Determinar o substantivo / adjetivo
e) Especificar o substantivo / pronome

13. As palavras “vibra, sua, acelera, investe, grita e torce” indicam ações; a classe gramatical responsável
por exerce essa função, denomina-se:
a) Pronome
b) Adjetivo
c) Verbo X
d) Artigo
e) Substantivo

14. A propaganda traz algumas variedades linguísticas peculiares do futebol: tapetão, frango, carrinho, etc.
Explique o sentido, no contexto futebolístico, das palavras: PESQUISAR
a) Carrinho ________________________________________________________________________
b) Chaleira
_________________________________________________________________________
c) Balão___________________________________________________________________________
d) Frango__________________________________________________________________________
e) Coração_________________________________________________________________________
Texto 4

http://jamirlima.blogspot.com/2010/05/tiras-do-ronaldinho-gaucho-do-blog-bola_04.html

15. Nesta tirinha, o humor é criado a partir de diálogos; primeiramente entre Ronaldinho e algumas
meninas e; depois, entre Ronaldinho e seus amigos Cebolinha, Cascão e Tino. A respeito das palavras
usadas nesse discurso, responda:

a) Que palavra foi utilizada pelas meninas, no primeiro quadrinho, para se referirem a si mesmas?
MIM
________________________________________________________________________________
b) No segundo quadrinho, na fala de uma das meninas, há o emprego da palavra EU. Essa palavra
substitui ou acompanha um substantivo? SUBSTITUI
________________________________________________________________________________
c) A palavra MINHA, no segundo quadrinho, acompanha o substantivo homenagem. Que sentido tal
palavra estabelece no contexto. POSSE
________________________________________________________________________________

d) As palavras “mim” e “minha” substituem e acompanham o substantivo a qual se referem. Como são
classificadas as palavras que possuem tal função? PRONOME ADJETIVO POSSESSIVO
________________________________________________________________________________

e) A expressão “a gente”, no último quadrinho, pode ser considerado um pronome? Por quê? DE
ACORDO COM A NORAM NÃO PADRÃO SIM, JÁ QUE SE REFERE A PRIMEIRA PESSOA
DO PLURAL.

________________________________________________________________________________

www.blogdosquadrinhos2.blog.uol.com.br/arch2006-0...