You are on page 1of 4

PÚBLICA

Atividade Prática – CCNA 3


Configuração de EIGRP Avançado

Esta atividade prática serve de referência, podendo ser alterada pelo Instrutor e pode ser realizada utilizando o
simulador Packet Tracer versão 7.0 ou superior, ou equipamentos reais (conforme listados na topologia abaixo).

Topologia

Objetivos
Parte 1: Definir as configurações básicas dos dispositivos
Parte 2: Configurar o endereçamento IPv4 nos dispositivos e interfaces
Parte 3: Configurar o EIGRP
Parte 4: Configurar rota padrão e redistribuição
Parte 5: Configurar o EIGRP com autenticação MD5
Parte 6: Configurar temporizadores Hello
Parte 7: Testes e Verificações

“Este documento foi classificado pelo DTI – Setor de Modelagem de Processos e Inovação e o acesso está autorizado exclusivamente
PÚBLICA

Atividade Prática – CCNA 3 – Aula 10 – Configuração de EIGRP Avançado

Observações
 Leia com atenção todas as orientações deste documento para a realização da Atividade Prática.

 Uma prática recomendada é executar o comando copy ao término de cada etapa da configuração,
de forma a se manter o arquivo de configuração salvo na memória NVRAM dos dispositivos de rede.
Caso esteja sendo utilizado o simulador Packet Tracer, recomenda-se, além do comando copy, que
seja salvo o arquivo ao término de cada etapa de configuração.

 Se está atividade está sendo realizada no Packet Tracer, não é necessário fazer nenhuma
configuração para o enlace entre o roteador R2 e a nuvem. Entretanto, se está sendo feito uso de
equipamentos reais, recomenda-se simular a conexão da nuvem através do uso de uma interface
de Loopback no roteador R2.

Parte 1: Definir as configurações básicas dos dispositivos

1.1 - Configure o hostname de cada roteador, conforme exibido na topologia


1.2 - Habilite a criptografia de senhas que, por padrão, não são criptografadas automaticamente na
visualização da saída do comando show running-config
1.3 - Configure a senha de console como cisco e habilite o login nos roteadores da topologia
1.4 - Configure nos três roteadores o Telnet, permitindo apenas 3 sessões, utilizando a senha 1234 e
habilite o login
1.5 - Configure a enable secret como class nos roteadores

Parte 2: Configurar o endereçamento IPv4 nos dispositivos e interfaces

2.1 - Configure cada interface GigabitEthernet 0/0 com o primeiro IP válido de sua rede, conforme
exibido na topologia, e habilite-as
2.2 - Configure cada interface GigabitEthernet 0/1 com o primeiro IP válido de sua rede, conforme
exibido na topologia, e habilite-as
2.3 - Configure cada PC com o segundo IP válido de sua rede + Endereço de Gateway, conforme exibido
na topologia
2.4 - Configure o endereço IP nas interfaces seriais dos três roteadores, tomando como base os
endereços de sub-rede já fornecidos na topologia. Habilite as interfaces serias dos três
roteadores
2.5 - Nas interfaces DCE dos Enlaces Seriais 1, 2 e 3, configure o clock rate, conforme exibido na
topologia

“Este documento foi classificado pelo DTI – Setor de Modelagem de Processos e Inovação e o acesso está autorizado exclusivamente
para alunos e instrutores do curso Cisco CCNA na Fundação Bradesco”
PÚBLICA

Atividade Prática – CCNA 3 – Aula 10 – Configuração de EIGRP Avançado

2.6 - Ainda nas interfaces dos Enlaces Seriais 1, 2 e 3, configure o bandwidth conforme a taxa de clock
setada no item acima
2.7 - Execute o comando show ip interface brief nos três roteadores e verifique se todas as interfaces
em uso estão operacionais (Camadas 1 e 2 - OSI)

Parte 3: Configurar o EIGRP

3.1 - No roteador R1:


3.1.1 - Habilite o protocolo EIGRP, usando o AS 5
3.1.2 - Desative a sumarização automática do EIGRP
3.1.3 - Declare as quatro Networks utilizando máscara curinga
3.2 - No roteador R2:
3.2.1 - Desative a sumarização automática do EIGRP
3.2.2 - Habilite o protocolo EIGRP, usando o AS 5
3.2.3 - Declare as quatro Networks utilizando máscara curinga
3.3 - No roteador R3:
3.3.1 - Desative a sumarização automática do EIGRP
3.3.2 - Habilite o protocolo EIGRP, usando o AS 5
3.3.3 - Declare as quatro Networks utilizando máscara curinga
3.4 - Nos três roteadores, declare as interfaces LAN como interfaces passivas
3.5 - Execute o comando show ip route nos três roteadores e verifique se estão presentes todas as
rotas necessárias

Parte 4: Configurar rota padrão e redistribuição

4.1 - Configure no roteador R2 uma rota padrão apontado, como IP de próximo salto, o endereço
200.150.10.1
4.2 - No roteador R2, configure o EIGRP para distribuir a rota padrão configurada no item acima
4.3 - Verifique se na tabela de roteamento dos três roteadores todas a rotas necessárias estão
presentes, inclusive a rota padrão
4.4 - Execute nos roteadores 1 e 3 o comando show ip route e verifique se a rota padrão foi inserida
na tabela de roteamento
4.5 - A partir de cada um dos PCs, execute PING para o IP do Web Server (200.5.20.1)

“Este documento foi classificado pelo DTI – Setor de Modelagem de Processos e Inovação e o acesso está autorizado exclusivamente
para alunos e instrutores do curso Cisco CCNA na Fundação Bradesco”
PÚBLICA

Atividade Prática – CCNA 3 – Aula 10 – Configuração de EIGRP Avançado

Parte 5: Configurar o EIGRP com Autenticação MD5


Obs: assim que a configuração de autenticação for iniciada em um roteador, é esperado a perda de
adjacência com os demais roteadores diretamente conectados. Quando a configuração de
autenticação do EIGRP for finalizada nos três roteadores, todas as adjacências devem ser
reestabelecidas.

5.1 - No roteador R1, crie um conjunto de chaves com o nome Chaves_EIGRP


5.2 - No roteador R1, especifique o ID da chave com 3
5.3 - No roteador R1, configure a string da chave como sendo a palavra CCNA
5.4 - No roteador R1, acesse a interface serial S0/0/0 e ative a autenticação de mensagens do EIGRP
usando o hash MD5
5.5 - Em seguida, ainda na interface serial s0/0/0 de R1, especifique o conjunto de chaves
Chaves_EIGRP que deve ser usado para a autenticação de mensagens do EIGRP
5.6 - Repita os passos de 6.1 a 6.5 nos roteadores R2 e R3, utilizando os mesmos parâmetros
5.7 - Execute, nos três roteadores, o comando show ip route e verifique se estão presentes todas as
rotas necessárias

Parte 6: Configurar temporizadores Hello

6.1 - Altere nas interfaces dos três roteadores que se conectam para os Enlaces Seriais 1, 2 e 3 o
intervalo de hello (hello-time) para 8 segundos

Parte 7: Testes e Verificações

7.1 - Execute o comando show ip eigrp neighbors em R3 e verifique as informações fornecidas


7.2 - Execute o comando show ip eigrp topology em R1 e verifique se as rotas estão sendo apresentadas
como passivas e se foi informado algum sucessor viável para alguma delas
7.3 - Inicie um PING constante no PC1 para o IP do Web Server (200.5.20.1). Em seguida, remova o
cabo do Enlace Serial 1 e verifique, através do PING iniciado no PC1, o tempo que R1 leva para
mudar a rota para alcançar o Web Server

“Este documento foi classificado pelo DTI – Setor de Modelagem de Processos e Inovação e o acesso está autorizado exclusivamente
para alunos e instrutores do curso Cisco CCNA na Fundação Bradesco”