You are on page 1of 9

SOLUÇÃO PROVA I

Departamento de Engenharia Elétrica


Caraúbas, 2018
(Prof.: Ailton Jr)

Questão 1:
Vpri  220 [V] (Tensão do primário)
Vsecpk  14 [V] (Tensão do Secundário)
Vomed  8 [V] (Tensão na Carga)
Retificador de Meia Onda:


Vomed1  0.318  Vsecpk  Vomed1  4.452 [V] (Tensão na Carga)

Retificador de Onda Completa com TAP:


Vomed2  0.636  Vsecpk  0.7  Vomed2  8.459 [V] (Tensão na Carga)

Retificador de Onda Completa em Ponte:


Vomed3  0.636  Vsecpk  1.4  Vomed3  8.014 [V] (Tensão na Carga)

Resp: Como a tensão de saída medida é de 8 V, isto equivale ao circuito


retificador em ponte completa, ou seja, o capacitor não está
conectado ao circuito ou está aberto. Ou seja, o circuito está
defeituoso.

Questão 2:
Vz  10 [V] (Tensão do Zener)
3
Pz  500  10 [W] (Potência do Zener)
3
Iz  20 10 [A] (Corrente do Zener)
Rs  100 [Ω] (Resistência Série)
RL  220 [Ω] (Resistência de Carga)
VI  16 [V] (Tensão de Entrada)

VI  Vz
Is  Is  0.06 [A] (Corrente de Rs)
Rs
Vz
IL  IL  0.04545 [A] (Corrente de Carga)
RL
IzCALC  Is  IL IzCALC  0.015 [A] (Corrente do Zener Calculada)

PzCALC  Vz IzCALC PzCALC  0.145 [W] (Potência do Zener)

Resp: Opção d.
Questão 3:

VRL  3.3  0.7 [V]

Obs: Diodo Zener polarizado diretamente opera


como um diodo comum.

Questão 4:

Especificações Gerais de Projeto:


η  0.8 (Rendimento)
VLED  4 [V] (Tensão do Led)
1
ILED  [A] (Corrente do Led p/ 1 W)
VLED

PLEDW  6 [W] (Potência no ramo do Led W)


PLEDR  2 [W] (Potência no ramo do Led R)
PLEDG  2 [W] (Potência no ramo do Led G)
PLEDB  4 [W] (Potência no ramo do Led B)

Fr  60 [Hz] (Frequência da Rede)

a) Associação em Série dos LEDs

Cálculos Iniciais do Projeto:


Vsecpk_12  12 2 Vsecpk_12  16.971 [V] (Tensão de Pico no Secund


Vcpk  2  Vsecpk_12  0.7  Vcpk  32.541 [V] (Tensão de Pico Total)

ΔVc  10% Vcpk ΔVc  3.254 [V] (Ripple no Capacitor)


Vcmin  Vcpk  ΔVc Vcmin  29.287 [V] (Tensão Mínima no Capacit
ΔVc
Vomed  Vcpk  Vomed  30.914 [V] (Tensão Média de saída)
2

Po  PLEDW  PLEDB Po  10 [W] (Potência de Saída Total no

Po
IoT  IoT  0.323 [A] (Corrente de Saída)
Vomed
Po
Pin  Pin  12.5 [W] (Potência de Entrada)
η

Trafo adotado:
(2P+1S: 110/220 - 12 / 3A)
Obs: O transformador adotado atende os requisitos pois sua tensão do
secundário consegue polarizar os leds tanto em série quanto em
paralelo. A corrente total que irá alimentar os leds é bem menor que a
nominal do transformador.
Cálculo do Filtro Capacitivo:

Pin 3
CFiltro_eq  CFiltro_eq  1.035  10 [F] (Capacitor Filtro)
Fr  Vcpk  Vcmin
2 2
 

Capacitor adotado:
(2x1000uF/50V) (Capacitores em Série)

Vomed  6  VLED
RLEDW  RLEDW  27.656 [Ω] (Resistência do Led W)
ILED

2
PRLEDW  ILED  RLEDW PRLEDW  1.729 [W] (Potência)

Vomed  2  VLED
RLEDR  RLEDR  91.656 [Ω] (Resistência do Led R)
ILED
2
PRLEDR  ILED  RLEDR PRLEDR  5.729 [W] (Potência)

Vomed  2  VLED
RLEDG  RLEDG  91.656 [Ω] (Resistência do Led G)
ILED

2
PRLEDG  ILED  RLEDG PRLEDG  5.729 [W] (Potência)

Vomed  4  VLED
RLEDB  RLEDG  91.656 [Ω] (Resistência do Led B)
ILED
2
PRLEDB  ILED  RLEDB PRLEDG  5.729 [W] (Potência)

Dimensionamento dos diodos:


IoT
ID  ID  0.162 [A] (Corrente Média no Diodo D1)
2

Obs: A partir da tabela 2, pode ser observado que os diodos atendem no quesito
corrente, pois suportam 1 A e a corrente média é 0,162 A. A tensão reversa máxima
é o maior valor de tensão, ou seja, o dobro da tensão de entrada. Assim, pode ser
utilizado o 1N4001.

b) Associação em Paralelo dos LEDs

Vcpkb  Vsecpk_12  1.4 Vcpkb  15.571 [V] (Tensão de Pico no Capacito

ΔVcb  10% Vcpkb ΔVcb  1.557 [V] (Ripple no Capacitor)

Vcminb  Vcpkb  ΔVcb Vcminb  14.014 [V] (Tensão Mínima no Capacitor


ΔVcb
Vomedb  Vcpkb  Vomedb  14.792 [V] (Tensão Média de saída)
2

Pob  PLEDW  PLEDB Pob  10 [W] (Potência de Saída Total no p

Pob
IoTb  IoTb  0.676 [A] (Corrente de Saída)
Vomedb
Pob
Pinb  Pinb  12.5 [W] (Potência de Entrada)
η

Trafo adotado:
(2P+1S: 110/220 - 12 / 3A)
Obs: O transformador adotado atende os requisitos pois sua tensão do
secundário consegue polarizar os leds tanto em série quanto em
paralelo. A corrente total que irá alimentar os leds é bem menor que a
nominal do transformador.
Cálculo do Filtro Capacitivo:

Pinb 3
CFiltro  CFiltro  4.523  10 [F] (Capacitor Filtro)
Fr  Vcpkb  Vcminb 
2 2
 
Capacitor adotado:
(4x1000uF + 1x470uF/50V)

Vomedb  VLED
RLEDWb  RLEDWb  43.168 [Ω] (Resistência do Led W)
ILED

2
PRLEDWb  ILED  RLEDW PRLEDWb  1.729 [W] (Potência)

Vomedb  VLED
RLEDRb  RLEDRb  43.168 [Ω] (Resistência do Led R)
ILED
2
PRLEDRb  ILED  RLEDR PRLEDRb  5.729 [W] (Potência)
Vomedb  VLED
RLEDGb  RLEDGb  43.168 [Ω] (Resistência do Led G)
ILED
2
PRLEDGb  ILED  RLEDG PRLEDGb  5.729 [W] (Potência)

Vomedb  VLED
RLEDBb  RLEDGb  43.168 [Ω] (Resistência do Led B)
ILED
2
PRLEDBb  ILED  RLEDB PRLEDGb  5.729 [W] (Potência)

Dimensionamento dos diodos:


IoTb
IDb  IDb  0.338 [A] (Corrente Média no Diodo D1)
2

Obs: A partir da tabela 2, pode ser observado que os diodos atendem no quesito
corrente, pois suportam 1 A e a corrente média é 0,162 A. A tensão reversa máxima
é o maior valor de tensão, ou seja, o pico da tensão de entrada. Assim, pode ser
utilizado o 1N4001.
dário)
tor)

pior caso)
r)

r)

pior caso)