You are on page 1of 4

Escola Estadual Otávio Nunes Leite – Ensino Fundamental e Médio

Rua São Geraldo, 43 – Sapucaia de Guanhães – MG


Tel:(033)3541-0331 / (033)3421-6002

ALUNO (A): Nº
PROFESSOR (A): ETAPA: __º Bimestre
DISCIPLINA: VALOR:
ATIVIDADE: NOTA:
DESCRITORES: DATA: / /

A ARTE DE SER FELIZ

Houve um tempo em que minha janela se abria, sobre uma cidade que parecia ser feita de giz.
Perto da janela havia um pequeno jardim quase seco. Era uma época de estiagem, de terra esfarelada e o jardim parecia
morto. Mas todas as manhãs vinha um pobre com um balde, e, em silêncio, ia atirando com a mão umas gotas de água sobre
as plantas. Não era uma rega: era uma espécie de aspersão ritual, para que o jardim não morresse. E eu olhava para as plantas,
para o homem, para as gotas de água que caíam de seus dedos magros e meu coração ficava completamente feliz. Às vezes
abro a janela e encontro o jasmineiro em flor. Outras vezes encontro nuvens espessas. Avisto crianças que vão para a escola.
Pardais que pulam pelo muro. Gatos que abrem e fecham os olhos, sonhando com pardais.
Borboletas brancas, duas a duas, como refletidas no espelho do ar. Marimbondos que sempre me parecem personagens de
Lope de Vega. Ás vezes, um galo canta. Às vezes, um avião passa. Tudo está certo, no seu lugar, cumprindo o seu destino.
E eu me sinto completamente feliz. Mas, quando falo dessas pequenas felicidades certas, que estão diante de cada janela,
uns dizem que essas coisas não existem, outros que só existem diante das minhas janelas, e outros, finalmente, que é preciso
aprender a olhar, para poder vê-las assim.

Cecília Meireles

Glossário

Aspersão – Substantivo feminino que significa ato ou efeito de aspergir água ou outro líquido. Borrifar, espalhar, jogar água
ou outro líquido. Na liturgia, no batismo por aspersão, a água é borrifada, espalhada ou chuviscada sobre o batizando.

Félix Lope de Vega – Dramaturgo espanhol nascido em Madri, fundador da comédia espanhola e um dos mais prolíficos
autores da literatura universal.

Cecília Meireles – Cecília Benevides de Carvalho Meireles foi uma poetisa, pintora, professora e jornalista brasileira. É
considerada uma das vozes líricas mais importantes das literaturas de língua portuguesa.

ATIVIDADES

1 – No trecho ” E eu olhava para as plantas, para o homem, para as gotas de água que caíam de seus dedos magros e meu
coração ficava completamente feliz.” A autora retrata uma imensa felicidade motivada pela atitude do homem. Por que
isso deixava a poetisa feliz?
2 – Observando ao seu redor a cidade, a autora diz que “Tudo está certo, no seu lugar, cumprindo o seu destino.” Explique:

3 – Segundo o escritor Henry Ward Beecher, “A arte de ser feliz está no poder de extrair felicidade de coisas
comuns.” Esta citação vem de acordo ao expressado no poema de Cecília Meireles?

4 – Ao vir para a escola você já reparou no mundo ao seu redor? Que imagens ou atitudes te fazem sentir-se feliz como a
autora?

A PINTURA HISTÓRICA NO BRASIL - 9 ANO

Com a chegada dos artistas franceses, aconteceram algumas mudanças no cenário artístico brasileiro.
Eles trouxeram o estilo neoclássico, que propõe o estudo exaustivo do desenho, traços bem definidos e
imagens naturalistas perfeitamente representados. Com o tempo, alguns alunos se tornavam professores,
ganhavam prêmios e viajavam para o exterior. Ao voltar, traziam influências de outros estilos artísticos
europeus, como o Romantismo e o Impressionismo.
A partir daí, seguindo as tendências artísticas vigentes na Europa, a arte acadêmica foi inaugurada no
Brasil. Também chamadas de academicismo, esse termo se refere à produção artística criada nas
academias, isto é, as escolas de Ensino Superior. A arte acadêmica no Brasil tem início a partir da criação
da academia imperial de Belas artes (AIBA), EM 1826.
Vitor Meireles (1832-1903) e Pedro Américo (1843-1905), dois dos principais representantes do
academicismo no Brasil, destacaram-se ao produzir pinturas históricas, obras que se retratam temas e fatos
históricos.
Nascido em Nossa Senhora do Desterro (hoje Florianópolis), Vítor Meireles transferiu-se para Rio de
Janeiro em 1847 para estudar na Aiba. Em 1853 se mudou para Europa, onde produziu suas principal obra:
A primeira missa no Brasil.
Pedro Américo nasceu em Areia (PB) e desde criança se dedicou ao desenho. Em 1854, matriculou-se
na Aiba e, a partir de 1859, passou a viver na Europa, onde sua obra se popularizou.

EXERCÍCIO

1) Qual estilo artístico os artistas franceses trouxeram?


2) O que propõe o estilo artístico?
3) Alguns alunos, se tornavam professores e viajavam ao exterior trazendo influências de outros estilos
artísticos. Diga dois exemplos.
4) Como também foi chamado a arte acadêmica?
5) A que se refere o academicismo?
6) Diga dois dos principais representantes do academicismo no Brasil?
7) Qual a principal obra de Vitor Meireles?
FOLCLORE 9 ano

Podemos definir o folclore como um conjunto de mitos e lendas que as pessoas passam de geração
para geração. Muitos nascem da pura imaginação das pessoas, principalmente dos moradores das regiões
do interior do Brasil. O folclore pode ser dividido em lendas e mitos. As lendas, são estórias contadas por
pessoas e transmitidas oralmente através dos tempos. Misturam fatos reais e histórias com acontecimentos
que são frutos da fantasia. AS lendas procuram dar explicação a acontecimentos misteriosos ou
sobrenaturais.
O mitos são narrativas que possuem um forte componente simbólico. Como os povos da antiguidade
não conseguiam explicar os fenômenos da natureza através de explicações científicas, criavam mitos com
este objetivo: dar sentido as coisas do mundo. Os mitos também serviam como uma forma de passar
conhecimentos e alertar as pessoas sobre perigos ou defeitos e qualidades do ser humano. Deuses, heróis e
personagens sobrenaturais se misturam com fatos da realidade para dar sentido a vida e ao mundo.

EXERCÍCIO

1) Como podemos definir o folclore?

2) Como o folclore pode ser dividido?


3) O que são lendas?
4) O que as lendas procuram dar?
5) O que são mitos?
6) Qual o objetivo da criação dos mitos?

Trabalho de pesquisa sugerido: Pesquisar 3 lendas do folclore brasileiro, falar sobre elas e fazer um
desenho de cada um (dependendo, pode ser colada uma figura de cada)

1 ANO A E B- IMPRESSIONISMO

Impressionismo
Pode-se dizer que o Impressionismo foi uma tendência da arte, principalmente francesa, que dominou o fim do
século passado. Investido de um realismo mais objetivo, foi uma reação ao romantismo da época. De certa forma,
preparou o caminho para futuras manifestações artísticas. Revelou nomes importantes como Manet, Monet,
Renoir, Pissarro, Sisley, Edgar Degas, Boudin, Cézanne, Lautrec, Gauguin, Van Gogh e outros, na área da pintura.
Os contatos entre o público e os pintores davam-se através dos Salons – o Salão dos Recusados foi muito utilizado
para mostras coletivas dos impressionistas, e nele foi exposta a tela de Édouard Manet, o célebre O Almoço
Campestre, que a muitos chocou e provocou aplausos de outros tantos. Para Manet, os objetos tinham somente valor
pictórico. Depois de 1870, ele adota cores claras. Este artista pode ser considerado um precursor do Impressionismo,
ao lado de Jongkind e Boudin.
O termo ‘Impressionismo’ foi criado por um crítico de arte, pelo pintor e escritor Louis Leroy, em 1874, ao comentar o
quadro Impressão: Nascer do Sol, de Claude Monet. Definir este movimento não é fácil, mas o artista Eugéne Boudin
o resumiu como um movimento que leva a pintura à pesquisa da luz total do espaço exterior.
O mais importante para os impressionistas são os efeitos visuais, a impressão imediata da imagem, a fixação desse
instante único, pois o momento seguinte será certamente diferente. O prazer de pintar ao ar livre pode ser explicado
pela importância dada ao fenômeno da luz. Os adeptos desta escola usavam cores vivas e puras, justapondo-as nas
telas, visando obter os meios-tons desejados, dando sempre a impressão de captar a luz refletida em superfícies
naturais. As formas desaparecem, não mais se percebem os contornos, permanecendo no quadro apenas borrões
de tinta.
Pau Cézanne expôs em 1874, na 1ª Mostra Impressionista, nas não pode ser considerado um típico adepto deste
movimento. Suas obras-primas são as naturezas-mortas. Ele procurou fazer do Impressionismo, porém, algo sólido
e duradouro, ao agregar em torno de si um importante grupo de artistas, os quais se tornariam famosos
impressionistas. É também considerado um dos precursores do Cubismo.
O Impressionismo manifestou-se, além da pintura, igualmente na música puramente auditiva de Debussy, Ravel,
entre outros; e na literatura, através de escritores da estirpe de Marcel Proust, Graça Aranha, Raul Pompéia, etc.
Na oitava e última exposição impressionista, os pintores Signac e Seurat apontam o caminho nascente do Neo-
Impressionismo, e Gauguin e Vincent Van Gogh contribuem para o surgimento da chamada Arte Moderna, juntamente
com Cézanne. Mas as obras produzidas pelos impressionistas se imortalizaram, e são até hoje preciosas pérolas na
História da Arte.

EXERCÍCIO:

De qual outro movimento artístico o impressionismo reagiu?


O que eram os salons?
Que valor tinha os objetos para Monet?
Quem criou o termo “impressionismo”?
De quem o quadro “nascer do sol”?
Como Eugene Boudin definiu o impressionismo?
Quais as características mais importantes do impressionismo?
O que os adeptos do impressionismo usavam?
Qual as obras-primas mais comuns de Paul Cezanne?
Que tipo de movimento artístico Paul Gaguin e Van Gogh contribuem para o surgimento?