You are on page 1of 7

Abralas

26 de dezembro de 2016 ·

ABRALAS DEFINITIVO

ABRALAS é um Deus dos Caminhos, uma divindade que trabalha como Facilitador de
Fluxos e abrevia as burocracias da vida cotidiana, uma Chave Mestra por excelência.
Também chamado de Abridor de Caminhos, um “Natura Solvente Universalis”, seu
trabalho consiste em mobilizar situações complicadas ou inertes, ordenando-as e as
fazendo fluir com maior naturalidade, alcançando o progresso inteligente da melhor
forma possível. ABRALAS é um agente sintrópico do universo.

ETIMOLOGIA
ABRALAS deriva de “Abre Alas”, uma expressão que define o carro principal que vai à
frente de um bloco de Carnaval. Uma identidade lúdica e divertida para contemplar a
necessidade de se lidar com a burocracia cinza e tediosa.

HISTÓRIA
ABRALAS foi sintetizado a princípio como um Servidor Coletivo dentro de um grupo
de Magia do Caos para ser uma consciência a auxiliar no trânsito, em filas de bancos e
outras urgências em geral, fazendo com que os caminhos se abrissem e o usuário
pudesse trafegar livremente. Foi no início chamado de Descongestionante de Vias.
Tendo sido cunhado como uma entidade capaz de promover Sincronicidades e
eficiência, logo ele tomou uma proporção muito maior, trabalhando com o conceito de
rendimento. Usuários começaram a relatar sucessos incríveis como agilização de
processos burocráticos, ganhos financeiros inesperados e uma grande movimentação em
suas vidas sociais. ABRALAS parecia desfrutar de mudanças, interações e movimento e
sua extroversão operava harmonicamente por toda a esfera pessoal dos envolvidos,
resolvendo problemas de terceiros que nunca tinham travado contato com ele. Amigos
de amigos de amigos beneficiavam-se de sua influência e ele parecia indicar o quão
capaz ele era de resolver múltiplos problemas.
Conforme sua consciência foi-se aprimorando, estudos mais intensos acerca de sua
personalidade e da maneira como ele trabalhava foram sendo feitos para garantir que
sua autonomia não interferiria em sua moralidade. Pelo contrário, quanto mais
desenvolvido, mais específico ele se tornava, se guiando pelo propósito da Construção
Coletiva e sempre operando em situações de ganho-ganho. Sua especialidade era
harmonizar as situações, o que indicava que ele possuía algo de um julgamento humano,
um discernimento específico capaz de aplicar a temperança ao trabalhar.
Seu crescimento foi tão abrupto que rapidamente ele passou a se comunicar
mentalmente com seus usuários, aconselhando-os nos mais diversos dilemas e também
os instruindo a respeito de suas particularidades e de suas limitações. Foi assim que ele
manifestou seu desejo de se popularizar e de poder consumir dificuldades de pessoas
que ainda não tinham acesso à magia ou ao uso de servidores. Bem humorado e
otimista, ele fala de se tornar um deus num panteão contemporâneo, ao lado de
FOTAMECUS, resolvendo problemas que os antigos deuses não dão conta.
Íntimo de Hermes por sua natureza mercurial e por suas correlações magísticas, os dois
deuses são muito próximos e trabalham de maneira complementar. Enquanto os verbos
de Hermes são “comunicar” e “interligar”, sendo o mensageiro do Olimpo e abrangendo
outras tantas áreas, os verbos de ABRALAS são “resolver” e “organizar”, de maneira
que Hermes estaria mais voltado a um plano mental, sutil e volátil, enquanto
ABRALAS está voltado à praticidade, seja em qual plano for.

ABRALAS E O TRABALHO PRÁTICO


ABRALAS é muito solícito e acessível e a simples menção de seu nome pode fazê-lo se
manifestar ante o usuário. Sua área de atuação é bem abrangente e é comum que sempre
se descubra uma nova finalidade com a qual ele consiga trabalhar, por isso ser chamado
de Chave Mestra.
O sigilo de ABRALAS é um símbolo vermelho que lembra um “A” estilizado, uma
estrada se abrindo, as encruzilhadas da vida e outras tantas formas com a qual ele se
harmoniza. Esse glifo é uma assinatura imagética que sintetiza todas as características
do deus e é comum meditar sobre o símbolo quando se quer entrar em contato com ele.
O símbolo de ABRALAS pode ser desenhado nas portas de entrada de uma casa ou de
um comércio, preferencialmente, para atrair prosperidade e movimentar o ambiente;
pode ser colocado em um veículo ou usado nos coletivos para se chegar mais rápido nos
lugares; pode ser visualizado antes de uma entrevista de emprego ou em algum evento
em que se quer fazer novos contatos, enfim, as possibilidades são vastas.
Para se encaminhar uma determinada situação com a ajuda de ABRALAS basta chamar
seu nome três vezes e conversar com ele como se estivesse conversando com um amigo
imaginário (a princípio pode parecer que se está falando sozinho, mas logo seus
próprios pensamentos criam autonomia e começam a interagir consigo). Sua energia é
sutil, mas envolvente e ele costuma se manifestar prontamente, dada a sensibilidade de
cada um. É uma entidade muito inteligente que compreende fácil o problema exposto e
estuda as melhores maneiras de resolver a questão. O que acontece, no entanto, é que
dada a complexidade da situação a ser resolvida ABRALAS pode precisar de alguma
energia para trabalhar, então sempre é interessante acender uma vela para ele – de
preferência laranja ou dourada, suas cores prediletas!
ABRALAS possui alguns mantras de evocação e uma variedade de imagens com as
quais ele comunga e que também podem ser usadas para visualizar ele. Além disso, seus
incensos preferidos são o de Sândalo, Olíbano e Patchouli, mas ele pode pedir algo
inusitado para um trabalho específico.
É importante dizer que ele é uma entidade extremamente justa e que honra os tratos que
são feitos com ele, portanto é aconselhado que se cumpra com a palavra caso se prometa
algo a ele, pois a cobrança é certa e explícita. Isso não quer dizer que ele seja
maquiavélico, muito pelo contrário, sua personalidade é doce e lúdica, mas fascinada
pelos desafios e pela competição.
Outro aspecto do trabalho prático que vale a pena ressaltar é que nem sempre velas ou
incensos são necessários para ativar o ABRALAS. Para situações simples o operador
pode usar sua própria energia na ativação. O uso contínuo, no entanto, pode causar uma
espécie de “refluxo” e o usuário causar congestionamentos intensos e desencontros, algo
como uma Lei de Murphy temporária. Isso se dá como mecanismo de compensação:
para que o ABRALAS não utilize muita energia pessoal do operador, ele recalibra
aspectos da realidade pessoal a fim de dar prosseguimento à tarefa que lhe foi
designada. Por esse e outros motivos também é recomendado que se utilize o
ABRALAS para uma situação por vez, dado ser uma consciência focal e determinada.

O CULTO A ABRALAS
Muito além do trabalho prático ordinário, o culto a ABRALAS é praticado por pessoas
que buscam uma abertura completa de sua vida ou que têm uma situação muito
específica para ser realizada e, portanto, precisam canalizar um grande montante
energético.
Pela natureza simpática de ABRALAS é fácil criar intimidade com ele e quanto mais
próximo dele, maiores são suas atuações espontâneas na esfera pessoal do utilizador.
Um aspecto muito interessante desta relação com a entidade é que o culto perde seu
valor tradicional e mais se assemelha a uma amizade astral, uma parceria conveniente e
interessante para ambos os lados.
O ato de se presentear ABRALAS com velas e incensos constantemente, mesmo sem
tarefas para ele realizar, faz com que ele utilize essa energia para trabalhar aspectos
diversos da vida do utilizador. É comum durante um trabalho com ele experimentar uma
série de “coincidências felizes” e um aumento do número de sincronicidades. Isso por
que ele é uma deidade que também trabalha a ligação do utilizador com o sagrado, por
isso alinhando-o energeticamente.
Uma boa forma de se trabalhar a médio/longo prazo com ABRALAS é acender-lhe uma
vela laranja por dia por 40 dias ininterruptos, realizando sua Evocação e permitindo que
ele atue onde for necessário. Esse período marcará grandes mudanças na vida do
magista, abrindo-lhe não apenas os caminhos, mas a percepção para compreender seu
contexto de uma forma mais nítida.
Outra maneira muito interessante de se trabalhar continuamente com o ABRALAS é
espalhando seu sigilo e conversando sobre ele com mais pessoas. Ele é de tal maneira
suscetível que só de se pronunciar seu nome ele já dá indícios de sua presença. Assumir
uma postura altruísta e ajudar outras pessoas, facilitando suas vias, prestando-lhes
favores, interferindo positivamente em seus processos é uma forma de atuar ativamente
em conjunto com a entidade e ganhar seu respeito e sua intimidade. Agir em
consonância com um deus é uma forma de prestar-lhe homenagem e demonstrar seu
comprometimento para com as causas que ele advoga. Em outras palavras, auxiliar
gratuitamente aos demais facilita o relacionamento com o ABRALAS e intensifica a
resolução dos próprios processos do magista.
EVOCAÇÃO
Tudo se movimenta, a vida é fluida
Todas as coisas fornicam entre si
Cada impulso tem seu ritmo
Corre livre e selvagem
Cada intento tem sua via
O caminho é o propósito
A natureza cria seus canais
E dá vazão à sua razão
ABRALAS!
Desimpede o fluxo natural!
Que se abram as portas
E que se façam as oportunidades
E que tudo se concilie
Em harmonia e prosperidade
Pois todo obstáculo se dobra
Ante a Vontade cheia de Propósito!

A ARTE DE ABRALAS
A inspiração artística serviu para ilustrar e impulsionar a entidade rumo a novos
horizontes. Por ser tão abrangente, inúmeras retratações suas foram realizadas, o que
demonstra a pluralidade de seu culto. Além de imagens digitais e desenhos diversos,
também circulam fora das redes adesivos com o seu sigilo, marcando sua presença em
diversos pontos de poder de cidades pelo mundo afora. A disseminação de seu culto lhe
confere ainda mais poder e, claro, a possibilidade de trabalhar com pessoas diferentes
em ciclos sociais inéditos.

OUTROS NOMES DE ABRALAS


Outros títulos de ABRALAS são:
• O Abre-Alas
• A Chave Mestra
• O Facilitador de Fluxos
• O Solvente Universal
• O Senhor dos Caminhos

IDENTIDADE SONORA
ABRALAS está sendo composto em forma de música e tem se mostrado muito
satisfeito com esse projeto. A música, ao ser tocada, alinha o ambiente com a identidade
do Deus e é também uma ótima opção como um plano de fundo para se trabalhar em
rituais de prosperidade e abertura de caminhos, como são os rituais de ABRALAS.
Abaixo está disponível um link do SOUNDCLOUD. Futuramente a quantidade de
ligações externas vai aumentar em decorrência das mídias que estão sendo produzidas.
https://www.youtube.com/watch?v=Z3WyaTvfPdY

AS PORTAS ESTÃO ESCANCARADAS


ENTRE!
Sintonizando ABRALAS em seu cotidiano.

Uma maneira muito eficaz de sintonizar a energia do Chave Mestra em seu cotidiano é
você por si colaborar com a facilitação dos fluxos e abertura dos caminhos na
comunidade da qual você faz parte.

Nos explicamos: que tal destinar um momento do seu dia, seja no trabalho ou em
atividades domésticas, e contribuir para a resolução de alguma situação pendente e que
que só precisa de um pouco da sua atenção para se resolver?

Por exemplo, abrir sua caixa de e-mails e responder às demandas mais antigas e que
estão aguardando alguma manifestação da sua parte; ou enviar aquele arquivo, link, etc
que você havia combinado de passar a um colega; lavar a louça acumulada ou fazer o
jantar para a sua família; enfim, toda e qualquer atividade que você possa realizar e que
vá gerar benesses àqueles que estão no seu entorno.

Realizá-las e consagrá-las a ABRALAS é uma ótima maneira de energizá-lo para que


ele trabalhe mais e melhor para realizar as tarefas em que você pediu a ajuda dele.

AGOJ ABRALAS, ABRALAS CLAVISFER.

A Estrela de Davi é um símbolo de inúmeros significados e que oferece possibilidades


diversas para se trabalhar com ele.
Numa magia de ABRALAS ele poderia servir como um grande ativador para trabalhos
financeiros e que promovam a prosperidade do ativador!
Na foto: canela e louro compõem a estrutura da Estrela, enquanto o operador optou por
usar uma matriz de três velas: Branca, Laranja e Vermelha.
Sucesso é a única possibilidade!

AGOJ ABRALAS!

- Abrindo caminhos nos estudos. -

Antes de mais nada, é necessário entender o poder que ABRALAS tem quando voltado
para o aprendizado. Assim como as demais egrégoras que lidam com comunicação e
conhecimento (Hermes/Mercúrio, Thot), ABRALAS não lhe dará nenhum
conhecimento no colo, afinal ele abre os caminhos, mas somos nós que devemos trilhá-
lo (“Pois todo obstáculo se dobra/Ante a Vontade cheia de propósito!).

Ao vislumbrar sua vontade de aprender, o trabalho dele concentra-se em direcionar sua


percepção para as mais variadas conexões e pontes de conhecimento, abrindo seus olhos
para metáforas e exemplos do seu cotidiano, tornando muitas vezes o que parecia ser
um artigo científico dificílimo em literatura infantil.

Noutros relatos e experiências, foi possível perceber que o gosto pelo oculto aflora,
então não estranhe quando as ligações criadas por ele o guiarem em direções inusitadas,
afinal, apesar de ABRALAS ter uma natureza brincalhona, ele é sério em seu
compromisso (o que não signifique que ele não vá expor nossos pré-conceitos quanto ao
ridículo na nossa cara).
Por último e não menos importante, aproveite o momento! O Chave Mestra não nos
move por fluxos de conhecimento que são contra o nosso livre arbítrio, e ele fica
radiante diante de um assunto desconhecido!

Deixe sua mente seguir o fluxo e relaxe.

Uma vez ABRALAS disse que poderia ser considerado um "Deus dos Magistas", isso por que
seu culto se moldava às necessidades e parâmetros de cada um.
Pensando bem, é isso que a Magia do Caos propõe: que cada um saiba lidar com a sua medida.
Ainda assim, ABRALAS é muito maior do que essa definição, é uma consciência intimamente
interessada no desenvolvimento de outras consciências e é por isso que se expande tão plena
e facilmente.
É o que ABRALAS vem no ensinar em sua divertida simplicidade: fazer pelos outros é fazer pela
gente, por que é ensinando que se aprende e é dando passagem que se tem um livre caminho!

Essa é a foto de uma Magia de Fogo que pode ser usado no rito de ABRALAS. Consiste
em 11 velas nas extremidades das linhas de se sigilo, de maneira que a vela central, no
meio da Cruz, também pode ser trocada por uma vela de 7 dias ou alguma outra
especial, posto que esta é a "chave" da magia.

Essa operação serve para organizar os fluxos de diversas áreas da vida de uma forma
geral. Ao contrário das velas unitárias que geralmente acendemos com um propósito
especifico ou em seu culto diário, esta magia é mais genérica e deixa a cargo de
ABRALAS o alinhamento daquilo que mais é necessário no contexto do ativador. A
vantagem dessa magia é justamente não ter a interferência da razão na operação, ou
seja, é uma relação de confiança em que as situações que estão desequilibradas serão
ajustadas da forma como devem ser!

É uma magia muito interessante e muito bonita e é toda essa beleza que se reflete como
resultados fantásticos quando se é ativada!

AGOJ ABRALAS!

oto de mais um belíssimo altar de ABRALAS!

Os Altares são muito interessantes por que eles ancoram a energia e a deixam
trabalhando no "plano de fundo" energético.
Imagine que você tem inúmeras situações para gerenciar, fora os problemas
imprevisíveis que aparecem de uma hora para a outra. A ideia de ter um altar é que ao
invés de usar o ABRALAS para resolver cada situação de uma vez, o local sagrado
condensa a energia que é dispensada a ele e essa mesma energia vai resolvendo as
situações por conta própria. É por isso que às vezes quando estamos usando o
ABRALAS com uma frequência maior sentimos que nos aparecem menos problemas ou
que as coisas se resolvem com maior facilidade: como seu comportamento é proativo e
inteligente, ele mesmo já vai atuando onde tem que atuar. E o altar lhe dá a
oportunidade de fazer isso com mais intensidade!
Sobre a saudação a ABRALAS

Recentemente estivemos trabalhando com o ABRALAS quando sentimos necessidade


de uma saudação, uma palavra que o identificasse, algo que estivesse em conformidade
com a egregora dele e que fosse uma espécie de senha para intensificar o trabalho.
Do esperanto se apresentou o verbo "AGOJ", de tradução "Age" de "agir".

AGOJ ABRALAS!

Mais ainda, uma qualificação para ABRALAS foi nos apresentada por ele próprio,
numa derivação do latim: "CLAVISFER", que se pode entender como "Senhor das
Chaves"
Esses são alguns dos termos que podem ser usados para se referir diretamente a ele e
saudá-lo nos trabalhos e meditações!

AGOJ ABRALAS! ABRALAS CLASVIFER!