You are on page 1of 1

 AMOSSY, R (org). Imagens de si no discurso. São Paulo: Contexto, 2005.

 AUTHIER-REVUZ, Jacqueline. Entre a transparência e a opacidade: um estudo enunciativo


do sentido. Tradução de Heloisa Monteiro Rosário. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2004.
 CHARAUDEAU, P; MAINGUENEAU, D. Dicionário de Análise do Discurso. São Paulo:
Contexto, 2004.
 EMEDIATO, Wander. A construção da opinião na mídia. Belo Horizonte: FALE/UFMG, 2013.
 ESCOBAR, Carlos Henrique. Discurso científico e discurso ideológico. In: Revista Tempo
Brasileiro, n. 3, vol. 2, pp. 7–31. Rio de Janeiro: Edições Tempo Brasileiro, 1971.
 ESCOBAR, Carlos Henrique. Discursos, instituições e história. Rio de Janeiro: Rio, 1975.
 FIORIN, José Luiz. Linguagem e ideologia. São Paulo: Ática, 1988.
 FREIRE, Sérgio Augusto. Conhecendo Análise do Discurso: linguagem, sociedade e
ideologia. Manaus: Valer, 2006.
 FOUCAULT, Michel. A ordem do discurso. São Paulo: Loyola, 1998.
 GREGOLIN, Rosário. Discurso e mídia: a cultura do espetáculo. São Carlos: Editora
Claraluz, 2004.
 GREGOLIN, Rosário. Foucault e Pêcheux na análise do discurso: diálogos e duelos. São
Carlos: Editora Claraluz, 2005.
 KRIEG-PLANQUE, Alice. A noção de fórmula em Análise do Discurso: quadro teórico e
metodológico. São Paulo: Parábola Editorial, 2010.
 MAINGUENEAU, Dominique. Gênese dos discursos. Trad. Sírio Possenti. Curitiba: Criar
Edições, 2005.
 MAINGUENEAU, Dominique. Discurso e Análise do Dircurso. Trad. Sírio Possenti. São
Paulo: Parábola Editorial, 2015.
 ORLANDI, Eni. A linguagem e seu funcionamento: as formas do discurso. São Paulo:
Editora Brasiliense, 1983.
 ORLANDI, Eni. Análise de discurso: princípios e procedimentos. Campinas: Pontes, 1990.
 ORLANDI, Eni. As formas do silêncio: no movimento dos sentidos. Campinas: Editora da
Unicamp, 1992.
 ORLANDI, Eni. Efeitos do verbal sobre o não verbal. Rua, Campinas, v.1, n.1, p. 35-47,
1995.
 ORLANDI, Eni. Discurso em análise: sujeito, sentido, ideologia. Campinas: Pontes, 2012.
 OSAKABE, Haquira. Argumentação e discurso político. São Paulo: Kairós, 1979.
 PÊCHEUX, Michel. Semântica e discurso: uma crítica à afirmação do óbvio. Trad. Eni
Puccinelli Orlandi et al. Campinas: Unicamp, 1988.
 POSSENTI, Sírio. Discurso, estilo e subjetividade. São Paulo: Martins Fontes, 1993.
 POSSENTI, Sírio. Os limites do discurso. São Paulo: Criar Edições, 2002.
 POSSENTI, Sírio. Questões para analistas do discurso. São Paulo: Parábola Editorial, 2009.
 PINTO, Milton José. Comunicação e discurso. São Paulo: Hackers, 1999.