You are on page 1of 2

ENTENDENDO 1ª TIMÓTEO 2.9,12 E 1ª PEDRO 3.

1-4

1ª TIMÓTEO 2.9,10; 1ª PEDRO. 3.1-4: Estas duas passagens também


têm sido usadas por alguns para proibir os adornos femininos, mas não é isso
o que está escrito nelas.

Vamos analisar:

- No primeiro texto (1ª TIMÓTEO 2.9,10) o apóstolo Paulo não está


proibindo o uso de jóias, nem os penteados para as mulheres, ele está fazendo
um contraste entre dois tipos de beleza, a interior e a exterior.
Ele diz que a verdadeira beleza não deve está por fora, nas jóias e
ornamentos que as mulheres usavam, mas por dentro, na espiritualidade, na
santidade. A mulher não deveria pensar em se enfeitar e se esquecer da parte
espiritual, deve fazer uma, mas faça principalmente a outra.

- Na segunda passagem (1ª PEDRO 3.1-4), se Pedro estivesse


lançando uma proibição contra o uso de jóias pelas mulheres, porque ele usa
como exemplo de santidade as mulheres do AT? Pois elas usavam muitas
jóias:

. PENDENTES, PULSEIRAS (Gênesis 24.22,47);


. BRACELETES, COLARES (Ezequiel 16.11);
. BRINCOS, COROA NA CABEÇA (Ezequiel 16.12);
. ANÉIS NO TORNOZELO (Isaías 3.18);
. CADEIAS PARA OS PASSOS (Isaías 3.20).
Ora, se Pedro tivesse aqui sendo contra o uso de jóias pelas mulheres,
não usaria como exemplo quem as usava.
Ele não está proibindo as jóias, mas dizendo que o que deve ser notado é a
beleza interior (v. 4). É como se hoje disséssemos a uma noiva bem vestida:

“Que a sua pureza e beleza esteja no seu coração e não na brancura e


adornos de seu vestido”.
Isso não significa que ela não deva vestir-se de noiva!
O curioso é que o texto também fala de “frisado de cabelo” e
“vestimentas belas”. Porque será que aqueles que proíbem as jóias não
proíbem de pentear os cabelos e de usarem roupas bonitas?

_______________________________________________________________

AGORA SOBRE 1 TIMÓTEO 2.12: NÃO PERMITO...QUE A MULHER


ENSINE. O homem e a mulher são igualmente amados e preciosos à vista de
Deus (Gálatas 3.27,28). Porém, foi ao homem que Deus entregou a
responsabilidade de direção da família e da igreja.
Esse versículo mostra que não é permitido na igreja a mulher ensinar
de modo normativo, diretivo e terminante, como faz o dirigente da congregação
(cf. 1 Coríntios14.34).
Entretanto, isto não quer dizer que é proibido a mulher cristã: ensinar a
homens individualmente (como em Atos 18.26); profetizar no culto da igreja,
sob o impulso direto do Espírito Santo (1 Coríntios 11.5,6; 12.10;14.3; Atos
21.9); ensinar na igreja a outras mulheres, inclusive as jovens (Tito 2.3,5; 2
Timóteo 1.5; 3.14,15); evangelizar em sua casa, instruindo homens e mulheres
nos caminhos do Senhor (Atos 16.14,40).
O ensino de Paulo quanto à mulher não ensinar como dirigente da
igreja, vem dos princípios estabelecidos pelo Criador para o homem e a mulher,
quando da sua criação original (Gênesis 2.18; 1 Coríntos 11.8,9; 1 Timóteo
2.13), e dos efeitos da entrada do pecado na raça humana (1 Timóteo 2.14).
Outro ponto importante que devemos levar em conta é que o versículo
em apreço deve ser considerado como ordem imposta na igreja efésia por
razões que nos são desconhecidas. Nenhum ensino universal, que prenderia a
igreja de todas as épocas, pode ser fundamentado corretamente neste texto.
As razões que o apóstolo cita nos versículos 13 e 14 para estabelecer esta
regra são insuficientes para validá-la como programa de ação para todas as
gerações futuras de cristãos. O fato de Paulo reconhecer livremente sua dívida
a um grupo considerável de mulheres que o ajudaram na obra da igreja de
Cristo dá a entender que ele nem sempre estava preso a tais estipulações
rígidas como as expressas a Timóteo.
_______________________________________________________________

SE DESEJAR MAIS ESTUDOS ENTRE EM CONTATO COM NOSSO MINISTÉRIO

E-MAIL: pr.huperetes@hotmail.com

(47) 9 9664-1485 (WHATSAPP)

MARANATA!
MINISTÉRIO HUPERETES
PALAVRA, FOGO E PODER!