You are on page 1of 14

LOGO

UFCD 6704

F1 – Movimento e Forças
Curso de Aprendizagem
Técnico/a de Informática – Sistemas 11

Formadora: Raquel Pires

Movimento e Repouso

Quando estás deitado na tua cama, estás em


movimento ou não?

 Então, os conceitos de
movimento e repouso são
relativos porque dependem do
referencial adoptado.

1
Movimento e Repouso

Referencial: ponto ou sistema de pontos em relação ao qual se estuda o movimento


de um corpo.

Posição: lugar ocupado pelo corpo, no espaço, em relação ao referencial escolhido.

xbicicleta = 0 m

xautomóvel = 4 m

xmota = 8 m

Movimento e Repouso

 Movimento: um corpo está em movimento quando, ao longo do tempo, a sua


posição em relação a um referencial varia.

 Repouso: um corpo está em repouso quando, ao longo do tempo, a sua posição


em relação a um referencial não varia.

2
Trajetória

Trajetória: linha imaginária que une as sucessivas posições ocupadas por um corpo
em movimento em relação a um referencial.

• Retilínea;

• Curvilínea – circular, elítica, parabólica…

Instante e intervalo de tempo

 A cada posição associa-se um instante, t.

 Intervalo de tempo: é o tempo que decorre enquanto o corpo passa de uma


posição para outra.

3
Distância percorrida e Deslocamento

Distância (d):

 Comprimento da trajetória descrita por um corpo em movimento entre duas


posições.

 É uma grandeza escalar traduzida por um valor numérico sempre positivo.

 Unidade SI: metro (m)

d = 3 km

Distância percorrida e Deslocamento

Deslocamento (Dx):

 Grandeza vetorial que se representa por um vetor com origem na posição


inicial e término na posição final do movimento.

 Unidade SI: metro (m)


Dx = xfinal – xinicial

d = 3 km

4
Distância percorrida e Deslocamento

Exercício 1:
Um corpo inicia o seu movimento retilíneo na posição 20 m, deslocando-se no
sentido positivo da trajetória durante 10 s. Depois inverte o sentido do movimento,
deslocando-se até à posição -20 m.

Indique:
a) a posição inicial; xinicial = 20 m
b) a posição final; xfinal = - 20 m
c) o instante em que inverte o sentido do movimento; t = 10 s
d) a distância total percorrida; d = 40 + 60 + 20 = 120 m
e) o deslocamento do corpo. Dx = xfinal - xinicial = - 20 – 20 = - 40 m

Gráficos posição-tempo

 Representação das posições nos respetivos instantes de tempo.


 Um gráfico posição-tempo nada tem a ver com a trajetória do corpo, pelo que
não dá qualquer informação acerca da trajetória.

5
Gráficos posição-tempo

 Da análise deste gráfico posição-tempo é possível retirar as seguintes informações:

 O corpo inicia o movimento na posição x = 10m.


 Nos intervalos [0; 5] s e [10;12] s o corpo está em movimento e desloca-se no sentido
positivo da trajetória.
 Nos intervalos [5;10] s e [12; 15] s o corpo está em repouso.
 No intervalo [0; 5] s o corpo percorre 10 m e no intervalo [10;12] s percorre novamente 10 m.
 É possível determinar ainda o deslocamento do corpo, a rapidez média e a velocidade média
durante o movimento.

Rapidez média

Rapidez média (rm):

 Grandeza física escalar que estabelece a razão entre a distância percorrida


sobre a trajetória (d) e o intervalo de tempo gasto para o percorrer (Dt).

 Unidade SI: metro por segundo (m/s);

 Outra unidade utilizada: quilómetro por hora (km/h)

Distância percorrida

d
rm 
Rapidez média
Dt

Intervalo de tempo

6
Rapidez média

Como se relaciona o metro por segundo, m/s com o quilómetro por hora, km/h?

Relembrar: 1 km = 1000 m e 1 h = 3600 s

Velocidade

Velocidade média (vm):

 Grandeza física vetorial que indica a rapidez com que um corpo muda de
posição no seu movimento, bem como a direção e sentido do movimento.

 Unidade SI: metro por segundo (m/s);

Num movimento retilíneo: Deslocamento

Dx
v
Velocidade média
Dt
Intervalo de tempo

7
Velocidade

O vetor velocidade tem sempre:


 sentido do movimento;
 direção:
- da trajetória no movimento retilíneo;
- tangente à trajetória em cada instante no movimento curvilíneo.

v v v

Velocidade

O valor da velocidade média pode ser positivo, negativo ou nulo.


 vm > 0  indica que o corpo se move no sentido considerado positivo
da trajetória;
 vm < 0  indica que o corpo se move no sentido considerado negativo
da trajetória.

8
Exercício 2:
Um corpo move-se com uma trajetória retilínea segundo as informações dadas no
referencial.

a) Calcule a distância percorrida durante os 10 s do movimento.


d = 20 + 70 + 50 = 140 m
b) Determine o valor do deslocamento e desenho no referencial o seu vetor.
Dx = xfinal - xinicial = 20 – (- 20) = 40 m
c) Determine a rapidez média do movimento.

d) Calcule a velocidade média nos 10 s do movimento.

Aceleração

Aceleração média (am):

 Grandeza física vetorial que traduz a variação da velocidade de um corpo


num certo intervalo de tempo.

 Unidade do SI: metro por segundo ao quadrado (m/s2)

Num movimento retilíneo:

Dv v f  vi
am   am 
Dt Dt

9
Aceleração

Num movimento retilíneo:


 Se a velocidade aumenta  am tem a mesma direção e sentido de v
 Movimento acelerado

 Se a velocidade diminui  am tem a mesma direção mas sentido oposto ao de v


 Movimento retardado

Classificação dos Movimentos

10
Classificação dos Movimentos

Movimento retilíneo uniforme (M.R.U.)

Classificação dos Movimentos

Movimento retilíneo uniformemente acelerado (M.R.U.A.)

11
Classificação dos Movimentos

Movimento retilíneo uniformemente retardado (M.R.U.R.)

Gráficos velocidade-tempo

 Indicam como varia a componente escalar da velocidade ao longo do tempo, v(t).


 Da análise do gráfico podemos obter as seguintes informações:

 O corpo está em repouso no intervalo de tempo [0; t1] s e depois do instante t6, porque a
velocidade é nula nesses intervalos.
 O corpo move-se no sentido positivo quando v > 0.
 Ocorre inversão de sentido no instante t3 porque v = 0 nesse instante.
 O corpo move-se no sentido negativo quando v < 0.

12
Gráficos velocidade-tempo

→ O gráfico velocidade-tempo também permite calcular deslocamentos: a área


compreendida entre a linha do gráfico e o eixo horizontal é numericamente igual
ao módulo do deslocamento do corpo.

 O deslocamento total pode obter-se a partir da soma de deslocamentos parcelares (as


parcelas podem ser positivas ou negativas):
Δx = Δx1 + Δx2 + …
 A distância percorrida, d, é igual à soma dos módulos dos deslocamentos
d = |Δx1| + |Δx2| + …

Exercício 3:
Analise o gráfico relativo a um
movimento retilíneo.

1. Indique:

a) O(s) intervalo(s) de tempo em que o movimento é retilíneo e uniforme.


[1; 2] s
b) O(s) intervalo(s) de tempo em que o movimento é retilíneo uniformemente retardado.
[0; 1] s, [2; 3] s e [6; 8] s
c) O(s) intervalo(s) de tempo em que o movimento é retilíneo uniformemente acelerado.
[3; 4] s
d) O(s) instante(s) em que ocorreu inversão do sentido do movimento.
t=3s
e) O(s) intervalo(s) de tempo em que o corpo esteve em repouso.
A partir dos 8 s
f) O(s) intervalo(s) de tempo em que o deslocamento é positivo.
[0; 3] s

13
Exercício 3:
Analise o gráfico relativo a um
movimento retilíneo.

2. Determine:
a) O deslocamento durante o movimento.
Dxt = Dx1 + Dx2 + Dx3 = 1 + 5 + (-7) = -1 m
b) A distância total percorrida durante todo o movimento.
dt = |Dx1| + |Dx2| + |Dx3| = |1| + |5| + |-7| = 13 m
c) O valor da aceleração média no intervalo [6; 8] s.

14