You are on page 1of 80

PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr.

Simpson)

GAIPG – Gerência de Área de Implantação de Projetos


Data: 03/10/2007
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

Agenda

03/10/07

Programação Horário

1. Conceito

2. Importância

3. Processo de Elaboração
10:00 – 13:00
4. Objetivo desta Apresentação

5. PEP – Plano de Execução do Projeto


PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

REGIÃO DE INSERÇÃO DO EMPREENDIMENTO


PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

1. Conceito

PEP = PLANO DE EXECUÇÃO DO PROJETO

- O PEP tem o papel de orientar e facilitar as rotinas, atribuições,


atividades e limites de atuação e decisão na corporação, durante a
gestão do Projeto.

- Define, integra e coordena todos os planos necessários ao


planejamento integral da execução.
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

1. Conceito

PEP faz parte da metodologia do IPA (Independent Project Analysis),


utilizando as áreas de conhecimento do PMI (Project Management
Institute)

Existem 9 áreas de conhecimentos dos processos de gestão do


PMI para Gerenciamento de Projetos (PMBOK – guia de melhores
práticas)

FEL (Front-End Loading) – Avalia o grau de maturidade do


empreendimento dentro da metodologia do IPA

FEL 1 FEL 2 FEL 3

PEP é produto do FEL 3


PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

Cap. 12 Cap. 1

Cap. 6
Cap. 2 Cap. 11
Cap. 2 SSO
Cap. 6

Cap. 15 Cap. 13
Cap. 3
Cap. 3

Cap. 5 Cap. 14
Cap. 11
Cap. 9 MEIO AMBIENTE

Cap. 10

Cap. 8 Cap. 7

Cap. 4 Cap. 15
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

1. Conceito

O PEP estabelece como será executada, monitorada e controlada a


implantação no contexto de todas as áreas de gestão do
empreendimento.
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

1. Conceito
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

2. Importância

O atendimento ao Plano assegura:

- alinhamento expectativas comuns e objetivos claros;

- a integração das equipes CVRD x MCA x AXXO;

- atendimento requisitos de segurança e performance;

- adoção de uma estratégia de implantação.

Conseqüentemente auxilia no SUCESSO do empreendimento


PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

3. Processo de elaboração

O PEP foi desenvolvido por:

- Equipe GAIPG

- Consultores da MCA

Colaboradores:

CVRD; Prefeitura Municipal de Governador Valadares; Construtora


AXXO e Gerenciadora MCA

Esta versão é Revisão 00, pois novas informações poderão ser


inseridas ou outras poderão ser alteradas
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

4. Objetivos desta apresentação

Apresentar a todos os membros da equipe do Projeto como será


tratada cada atividade de gestão durante a implantação.

IMPORTANTE:

- cada envolvido na implantação deverá


cumprir suas atribuições e responsabilidades
dentro do PEP
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5. PEP –Plano de Execução do Projeto

5.1. Objetivo
5.2. Escopo
5.3. Critérios do Projeto
5.4. Stakeholders
5.5. Equipe do Projeto
5.6. Planejamento
5.7. Suprimentos e Contratações
5.8. Gestão de Riscos
5.9. Gestão de Custos
5.10. Comunicação e Relatórios
5.11. Engenharia
5.12. Gestão de Mudanças
5.13. Gestão de SSO
5.14. Gestão Ambiental
5.15. Encerramento do Projeto
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5. PEP –Plano de Execução do Projeto

5.1. Objetivo
5.2. Escopo
5.3. Critérios do Projeto
5.4. Stakeholders
5.5. Equipe do Projeto
5.6. Planejamento
5.7. Suprimentos e Contratações
5.8. Gestão de Riscos
5.9. Gestão de Custos
5.10. Comunicação e Relatórios
5.11. Engenharia
5.12. Gestão de Mudanças
5.13. Gestão de SSO
5.14. Gestão Ambiental
5.15. Encerramento do Projeto
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5.1. Objetivos

Objetivo do Negócio

Atender o Convênio assinado entre a CVRD e PMGV.

- Construção de passagem superior na Avenida Santos Dumont

- Duplicação do Viaduto Mr. Simpson e Av. Sete de Setembro


PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5.1. Objetivos

Objetivo do Projeto

Constitui atribuições da CVRD:

“2.2 - Elaborar estudos de duplicação do Viaduto Mr. Simpson e


extensão da Avenida Sete de Setembro até a BR-116 e após a
aprovação pela PMGV, apresentar os projetos executivos
correspondentes”.

“2.2.1 – Após a aprovação do Projeto Executivo pela PMGV, a


CVRD custear e executar as obras previstas no referido Projeto”.
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5. PEP –Plano de Execução do Projeto

5.1. Objetivo
5.2. Escopo
5.3. Critérios do Projeto
5.4. Stakeholders
5.5. Equipe do Projeto
5.6. Planejamento
5.7. Suprimentos e Contratações
5.8. Gestão de Riscos
5.9. Gestão de Custos
5.10. Comunicação e Relatórios
5.11. Engenharia
5.12. Gestão de Mudanças
5.13. Gestão de SSO
5.14. Gestão Ambiental
5.15. Encerramento do Projeto
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5.2. Escopo

1 - Duplicação da Avenida Sete de Setembro


PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5.2. Escopo

2 - Construção do novo Viaduto Mr. Simpson


PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5.2. Escopo

3 - Recuperação estrutural e revitalização do Viaduto Mr. Simpson


PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5.2. Escopo

4 - Construção da nova Sede da Eletroeletrônica CVRD


PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5. PEP –Plano de Execução do Projeto

5.1. Objetivo
5.2. Escopo
5.3. Critérios do Projeto
5.4. Stakeholders
5.5. Equipe do Projeto
5.6. Planejamento
5.7. Suprimentos e Contratações
5.8. Gestão de Riscos
5.9. Gestão de Custos
5.10. Comunicação e Relatórios
5.11. Engenharia
5.12. Gestão de Mudanças
5.13. Gestão de SSO
5.14. Gestão Ambiental
5.15. Encerramento do Projeto
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5.2. Escopo
Orçamento Resumido

O orçamento previsto para a contratação do pacote de execução


R$ 23.824.453,61
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5.3. Critérios do Projeto

Indicadores Chave de Performance (KPI’S):


Cumprimento do Cronograma Meta Mensal Meta Mês Farol
Mede a aderência física
Físico do Projeto 90% ☺
Meta Mensal Meta Mês Farol Mede a aderência entre o orçamento
Realizar Investimentos
94% ☺ previsto x realizado

Índice de Eficiência Financeira - Meta Mensal Meta Mês Farol


Mede a aderência financeira
IEF 92% < x < 95% ☺
Meta Mensal Meta Mês Farol
Índice de Orçamento de aderência física mínima de Mede a eficiência entre a aderência física e
Investimento - IOI 89% e aderência financeira ☺ aderência financeira
mínima de 93%.
Avaliação de fornecedores e Meta Mensal Meta Mês Farol Mede, de 0 a 100, o desempenho dos
Serviços 80 ☺ fornecedores e prestadores de serviços

Meta Anual Meta Mês Farol Mede o número de acidentes acumulados


Taxa de Acidentes SPT + CPT
relacionado ao número de homens hora
(Próprios + Contratadas) 5,62 ☺ trabalhadas
Meta Mensal Meta Mês Farol Mede o atendimento das contratadas às
% Cumprimento do Check List
normas da CVRD, através da pontuação no
do PAZ 95% ☺ PAZ (Programa de Acidente Zero)

% Cumprimento das Meta Mensal Meta Mês Farol Mede o cumprimento das condicionantes
Condicionantes Ambientais 100% ☺ ambientais
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5. PEP –Plano de Execução do Projeto

5.1. Objetivo
5.2. Escopo
5.3. Critérios do Projeto
5.4. Stakeholders
5.5. Equipe do Projeto
5.6. Planejamento
5.7. Suprimentos e Contratações
5.8. Gestão de Riscos
5.9. Gestão de Custos
5.10. Comunicação e Relatórios
5.11. Engenharia
5.12. Gestão de Mudanças
5.13. Gestão de SSO
5.14. Gestão Ambiental
5.15. Encerramento do Projeto
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5.4. Stakeholders

Mapeamento Stakeholders
CVRD
Equipe do Projeto
Nome Descrição do Papel no Projeto Área Telefone E-mail Capítulos de Interesse
Walter Mancuso Gestor do Projeto 835-3544 walter.mancuso@cvrd.com.br Todos
Luciana Nunes Gestor do Projeto 835-4048 luciana.nunes@cvrd.com.br Todos
Antônio Cocheto Coordenador do Projeto 835-6574 antonio.cocheto@cvrd.com.br Todos
Frederico Nastrini Gestor da Obra (33) 3279-5412 frederico.nastrini@cvrd.com.br Todos
GAIPG
Marcelo Pedrini Gestor de Planejamento 835-6573 marcelo.pedrini@cvrd.com.br Todos
Daniely Teixeira Gestora de Contrato 835-6125 daniely.teixeira@cvrd.com.br Todos
Fabiana Costa Gestora de Contrato 835-3268 fabiana.costa@cvrd.com.br Todos
Renan Lima Gestão Econômica renan.lima@cvrd.com.br Todos
Comunicação e Relações Institucionais - CVRD

CVRD
Nome do Responsável Função Área Telefone E-mail Capítulos de Interesse
Henrique Lobo Relações Institucionais: Governo e Poder Público GEIPG (27) 8817-7063 henrique.lobo@cvrd.com.br 1, 2, 4 , 6, 8, 10, 12, 15
Sandra Martins Responsável pela comunicação interna e externa Comunicação (33) 3279-5412 sandra.martins@cvrd.com.br 1, 2, 4 , 6, 8, 10, 12, 15
Orlando Eller Responsável pela assessoria de imprensa Comunicação (Jornalismo) (27) 8817-7075 orlando.eller@cvrd.com.br 1, 2, 4 , 6, 8, 10, 12, 15
(33) 3279-4572
Rodrigo Oliveira Advogado Jurídico rodrigo.oliveira@cvrd.com.br
(31) 9953-2788 1, 2, 4 , 6, 8, 10, 12, 15
Via Permanente e Eletroeletrônica - CVRD
Nome do Responsável Função Área Telefone E-mail Capítulos de Interesse
Sílvio Vinícius Supervisor de Infra-estrutura - VP GAVPG (33) 8814-6387 silvio.vinicius@cvrd.com.br 1, 2, 4, 6, 8, 10, 12, 15
Calixto Pestana Técnico de Infra-estrutura - VP GAVPG (33) 8814-6406 calixto.pestana@cvrd.com.br 1, 2, 4, 6, 8, 10, 12, 15

- Equipe GAIPG
Aérton Oliveira Supervisor Eletroeletrônica Eletroeletrônica (33) 8811-6863 aerton.oliveira@cvrd.com.br 1, 2, 4, 6, 8, 10,12, 15

Saúde, Segurança e Meio Ambiente CVRD


Nome do Responsável Função Área Telefone E-mail Capítulos de Interesse
Eduardo Bermudez validação do RG 33 Meio Ambiente 835-6019 eduardo.bermudez@cvrd.com.br 1, 2, 3, 4, 6, 8, 10, 12, 13, 14, 15

- Comunicação
Drielma Godinho licença ambiental Meio Ambiente 837-4525 drielma.godinho@cvrd.com.br 1, 2, 3, 4, 6, 8, 10, 12, 13, 14, 15
Andréa Ribeiro validação do RG 18, treinamentos de SSO Segurança do Trabalho 837-4553 andrea.ribeiro@cvrd.com.br 1, 2, 3, 4, 6, 8, 10, 12, 13, 14, 15
Outras Áreas - CVRD
Nome do Responsável Função Área Telefone E-mail Capítulos de Interesse
Paulo Marinho contratação de serviços Suprimentos 851-4069 paulo.eduardo.marinho@cvrd.com.br 1, 2, 4, 6, 8, 10, 12, 15

- VP e Eletroeletrônica
Vicente Alves responsável pela integridade dos bens da empresa Segurança Empresarial 837-4454 vicente.alves@cvrd.com.br 1, 2, 4, 6, 8, 10, 12, 15
Henrique Rocha responsável pela concepção do projeto de Engenharia Planejamento (31) 8658-3859 henrique.rocha@cvrd.com.br 1, 2, 4, 6, 8, 10, 12, 15
Priscila Maria consultora de qualidade Qualidade (27) 3333-6055 priscila.maria@cvrd.com.br 1, 2, 3, 4, 6, 8, 10, 12, 13, 14, 15

EMPRESA GERENCIADORA

- Saúde, Segurança e Meio Ambiente


Nome do Responsável Função Empresa Telefone E-mail Capítulos de Interesse
Reginaldo Maia Coordenador (31) 3225-8317 reginaldo.maia@mca.srv.br 1, 2, 3, 4, 5, 6, 8, 9, 10, 11, 12, 13, 14, 15
Antonio Augusto Coordenador Técnico (31) 3225-8317 antonio.augusto@mca.srv.br 1, 2, 3, 4, 5, 6, 8, 9, 10, 11, 12, 13, 14, 15
Faustino Lebron Supervisor Planejamento (31) 9249-0096 faustino.lebron@mca.srv.br 1, 2, 3, 4, 5, 6, 8, 9, 10, 11, 12, 13, 14, 15
Viviane Argolo Planejamento (31) 9308-9289 viviane.argolo@mca.srv.br 1, 2, 3, 4, 5, 6, 8, 9, 10, 11, 12, 13, 14, 15

- Outras Áreas
Frederico Trópia Engenheiro Fiscal (31) 9308-9297 frederico.tropia@mca.srv.br 1, 2, 3, 4, 5, 6, 8, 9, 10, 11, 12, 13, 14, 15
MCA
Reinaldo Caixeta Engenheiro de Segurança (31) 9166-5187 reinaldo.caixeta@mca.srv.br 1, 2, 3, 4, 5, 6, 8, 9, 10, 11, 12, 13, 14, 15
Fillipi Morais Técnico de Segurança (31) 9277-0146 fillipi.morais@mca.srv.br 1, 2, 3, 4, 5, 6, 8, 9, 10, 11, 12, 13, 14, 15
Francisco Godoy Técnico Civil - campo (31) 9308-9296 francisco.godoy@mca.srv.br 1, 2, 3, 4, 5, 6, 8, 9, 10, 11, 12, 13, 14, 15
Cleber Almeida Engenheiro Ambiental (31) 9204-3160 cleber.almeida@mca.srv.br 1, 2, 3, 4, 5, 6, 8, 9, 10, 11, 12, 13, 14, 15
Rene Charlier Técnico Civil (31) 8825-7613 rene.vieira@mca.srv.br 1, 2, 3, 4, 5, 6, 8, 9, 10, 11, 12, 13, 14, 15

EMPRESA CONTRATADA
Nome do Responsável Função Empresa Telefone E-mail Capítulos de Interesse
Adriano de C. Vaz Porto Gerente de Obras (71) 9191-1974 adriano@axxoconstrutora.com.br 1, 2, 3, 4, 5, 6, 8, 9, 10, 11, 12, 13, 14, 15
AXXO Construtora Ltda
Paulo César de A. Teixeira Engenheiro Civil (33) 9113-5034 pcat@veloxmail.com.br 1, 2, 3, 4, 5, 6, 8, 9, 10, 11, 12, 13, 14, 15

ÓRGÃOS AMBIENTAIS

Gerenciadora MCA
Nome Função Local Telefone E-mail Capítulos de Interesse
(33) 3271-1225
Renato Leite Presidente CODEMA codema@valadares.mg.gov.br
(33) 9989-1225 N/A
Eduardo Bermudez Representante - CVRD IBAMA (27) 3333-6019 eduardo.bermudez@cvrd.com.br N/A

GOVERNO MUNICIPAL
Nome Cargo Local Telefone E-mail Capítulos de Interesse
Maurício Morais Secretário Municipal de Obras Viárias (SEMOV) (33) 9978-1200 apoiogabinete@semov.mg.gov.br N/A
Darly Alves Secretário de Governo (33) 9902-5030 governo@valadares.mg.gov.br N/A

Construtora AXXO
PMGV
Eustáquio Fernades Coordenador de Trânsito (33) 9902-4320 senode30@hotmail.com N/A
Paulo Amaral Secretaria de Governo (33) 9113-5034 paulolukschal@veloxmail.com.br N/A

LÍDERES COMUNITÁRIOS
Nome Cargo Local Telefone E-mail Capítulos de Interesse
Valdecir Barcelos Líder Comunitário Bairro Vila Mariana (33) 3272-5722 N/A N/A
(33) 3273-8200
Gledston Líder Comunitário Bairro Altinópolis N/A
(33) 8807-3583 N/A

Órgãos Ambientais
(33) 3083-6914
Emanuel Líder Comunitário Bairro Planalto N/A
(33) 8801-9724 N/A
(33) 3276-7215
Dirce de Oliveira Líder Comunitário Bairro Santo Agostinho N/A
(33) 9989-2765 N/A

PMGV
Líderes Comunitários
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5. PEP –Plano de Execução do Projeto

5.1. Objetivo
5.2. Escopo
5.3. Critérios do Projeto
5.4. Stakeholders
5.5. Equipe do Projeto
5.6. Planejamento
5.7. Suprimentos e Contratações
5.8. Gestão de Riscos
5.9. Gestão de Custos
5.10. Comunicação e Relatórios
5.11. Engenharia
5.12. Gestão de Mudanças
5.13. Gestão de SSO
5.14. Gestão Ambiental
5.15. Encerramento do Projeto
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5.5. Equipe do Projeto

PROJETO: Duplicação do Viaduto Mr. Simpson e Av. 7 de Setembro Diretrizes (gestão e procedimentos)
Consolidação das informações
Reporte ao GA / Gestores
Sponsor: Gerente de Área
Suporte ao Gestor de Obras na resolução
dos problemas

Gestor de Obras Coordenador


de Obras
Suprimentos
Comunicação Gestor de
Meio Ambiente / SSO Projetos
PMO
Qualidade
Gestor de
Consultores (internos) Planejamento
Gestor de
Contratos

Gerenciadora
Gerenciadora
Contratada Responsável
Coordenador pela
Gerente de Obras Medição
Engenheiro Fiscal
Engenheiro Civil
Gestão Econômica
Técnico de Civil Engenheiro e Técnico
de Segurança
Engenheiro e Técnico
de Segurança Planejamento

Planejamento Equipe
Administrativo
Engenheiro Ambiental entre outros
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5.5. Equipe do Projeto

Matriz de Responsabilidade GAIPG MATRIZ DE RESPONSABILIDADES - Projeto Duplicação do Viaduto Mr. Simpson e Av. Sete de Setembro
SUPR
MEIO
IMPLANTAÇÃO (GAIPG) COMUN. DIVM ELETR. ENGENHARIA IMEN SESMT SEGURANÇA VP CCO MCA QUAL.
AMBIENTE
TOS

SílvioVinícus/Calixto
udes

FaustinoLebrón/
FredericoNastrini

ReinaldoCaixeta

FredericoTrópia
DanielyTeixeira

ancuso

HenriqueRocha
arcosFabiano

liveira
artins

AndréaRibeiro
HenriqueLobo

eirão
arceloPedrini

VivianeArgôlo
LucianaNunes

FabianaCosta

arinho

aria
EduardoBerm

Pestana
Vicente
Drielm

PriscilaM
Cleber
JoãoTam

CCO
SandraM

AértonO
alter M

PauloM
Atividade / Produto
.

W
M

6387/8814-6406

(27) 3333-6065
33-8816-0021

27-8817-7063

31-8658-3859

31-8623-3601

31-3225-8317

31-3225-8317

31-9166-5187

31-9308-9297

33-9911-2578
27.3333-3459

835. 6019
835-4048

835-6125

835-5773

835-6573

851-5412

835-3544

837-4448

821-3585

837-4525

837-4553

837-4454

835-3331
31-8814-
Legenda: E=executa; V=valida; I=é Informado; C=é consultado; S=solicita
Engenharia
Elaboração dos projetos de obras com
I I I I C C V, C , E C C C
especificação técnica
Obtenção de licenças junto a ANTT I I I C E
Relatório de início / término de obras ANTT V C I I E
Meio Ambiente
Consultoria / obtenção de licenças ambientais
I I I I C C C, I, E
(LP, LI, PCA e Condicionantes)
Controle licenças / condicionantes ambientais
I I I C, I E
Emissão de relatórios iniciais e finais de
I I, C I I,V E
implantação de obras
Validação do RG 33 para implantação de
I I I E V
projetos na EFVM

Suprimentos
Emitir requisição de serviços I I I I I E C, I I
Emitir requisição de material I I,E I,E I V C I
Contratações de serviços I I I I I I I E, C I
Acompanhamento e controle dos contratos de
I E E I I
serviços junto ao suprimentos
Acompanhamento e controle da aquisição de
materiais novos e usados junto ao suprimentos / I E E I I
VP
Avaliação de Fornecedores I I I I,C E I I, C C
Eletro-Eletrônica
Vistoria de rede enterrada - cabo coaxial / fibra
I C, E I I
ótica / cabo de energia / LTR
Desligamento de LTRs / Redes enterradas I I,C, E I I
Validação de projetos eletro-eletrônicos I C,E I I
Elaboração de planilhas e especificações para
contratação serviços relativos a cabos ópticos e I C,E I I
LTR
SEG. TRABALHO E PATRIMONIAL
Validação crachás I C, E I I
Treinamentos de segurança I I C,E I I I
Inspeções de segurança I I C,E C,E I I
Liberaçao de credencial de veículos na EFVM
C, E I
Consolidação de acidentes, quase acidentes e
I I I E E C,I
risco iminente
Via Permanente
Programações de equipamentos de linha S C,E V, I I
Programações de frentes de trabalho (LDL) C,E V,C E S
Re-aproveitamento (DISPONILBILIZAÇAO) de
I S S I C,E,V
materiais de superestrutura no trecho
Programaçao de tempos especiais (necessidade
S C,E I, C
de programação semanal)
Planejamento
Consolidação de Cronogramas I I I V V I E
Relatórios de acompanhamento I I I V V I E
Controle de contratos e projetos I V V I,C I E
Gestão Documental
Arquivamento de documentação I V, C V, C I C,E
Disponibiliza documentação C,E
Medições de contratos
Confere a memória e a mediçao. I E E E
Aprova os BMS I I I E
Libera a mediçao no Oracle I I E
Orçamentação
Acompanhamento execução I E C, I I,V
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5. PEP –Plano de Execução do Projeto

5.1. Objetivo
5.2. Escopo
5.3. Critérios do Projeto
5.4. Stakeholders
5.5. Equipe do Projeto
5.6. Planejamento
5.7. Suprimentos e Contratações
5.8. Gestão de Riscos
5.9. Gestão de Custos
5.10. Comunicação e Relatórios
5.11. Engenharia
5.12. Gestão de Mudanças
5.13. Gestão de SSO
5.14. Gestão Ambiental
5.15. Encerramento do Projeto
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5.6. Planejamento
EAP (Estrutura Analítica do Projeto)
01. Duplicação do Viaduto Mr. Simpson e da Av. Sete
Setembro em Governador Valadares
PACOTES

01.01 Duplicação da 01.03 Recuperação 01.05 Novo Acesso


01.02 Construção 01.04 Novo Prédio 01.06 Galeria do
Rua Sete de do Viaduto Mr. ao Pátio de
do Novo Viaduto da Eletroeletrônica Córrego Figueirinha
Setembro Simpson Manobras

Cronograma de Marcos

ETAPAS
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5.6. Planejamento
EAP (Estrutura Analítica do Projeto)
01. Duplicação do Viaduto Mr. Simpson e da Av. Sete
Setembro em Governador Valadares

01.01 Duplicação da 01.03 Recuperação 01.05 Novo Acesso


01.02 Construção 01.04 Novo Prédio 01.06 Galeria do
Rua Sete de do Viaduto Mr. ao Pátio de
do Novo Viaduto da Eletroeletrônica Córrego Figueirinha
Setembro Simpson Manobras

Cronograma de Marcos
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5.6. Planejamento

Fluxograma de Acompanhamento Físico do Projeto

EQUIPE DO PROJETO GESTOR DE


CONTRATADA GERENCIADORA GESTOR DE OBRA GESTOR DE PROJETOS GESTOR DE CONTRATOS
CVRD PLANEJAMENTO

Atualiza cronograma na reunião semanal Avaliam a solidez das informações apresentadas

Realiza correções Não Cronograma Sim


necessárias OK?

Avaliam avanço do cronograma e verifica se existe desvios significativos

Existem desvios Não


significativos?

Identifica atividades
críticas do desvio
Sim

Repassa cronograma
para Equipe do Projeto
Realiza reunião com CVRD
Gerenciadora e
Contratada para plano
de ação
Repassa cronograma
para Gestor de Obra e
Gestor de Projetos

Existe
Sim necessidade
de emissão
de TAC?

Recebe informação dos itens críticos para os


próximos períodos
Não

Diligencia ações para


recuperação ou
minimização do atraso
em conjunto com
Gerenciadora

Comunica Gestor de Informa aos


Contratos para interessados o
autorização e cronograma de
oficialização do TAC acompanhamento

Emite "
FORMULÁRIO DE
Inclui requisição no
ADITIVO", conforme
Oracle
PRO-0008 - GESUR
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5. PEP –Plano de Execução do Projeto

5.1. Objetivo
5.2. Escopo
5.3. Critérios do Projeto
5.4. Stakeholders
5.5. Equipe do Projeto
5.6. Planejamento
5.7. Suprimentos e Contratações
5.8. Gestão de Riscos
5.9. Gestão de Custos
5.10. Comunicação e Relatórios
5.11. Engenharia
5.12. Gestão de Mudanças
5.13. Gestão de SSO
5.14. Gestão Ambiental
5.15. Encerramento do Projeto
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5.7. Suprimentos e Contratações

O Plano de Suprimentos do Projeto prevê a contratação:

- Gerenciamento da Implantação

- Contratação do Pacote de Execução


PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5. PEP –Plano de Execução do Projeto

5.1. Objetivo
5.2. Escopo
5.3. Critérios do Projeto
5.4. Stakeholders
5.5. Equipe do Projeto
5.6. Planejamento
5.7. Suprimentos e Contratações
5.8. Gestão de Riscos
5.9. Gestão de Custos
5.10. Comunicação e Relatórios
5.11. Engenharia
5.12. Gestão de Mudanças
5.13. Gestão de SSO
5.14. Gestão Ambiental
5.15. Encerramento do Projeto
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5.8. Gestão de Risco

Foram realizados 4 seminários:


Seminário 1 Participantes
Políticas Governamentais; Projeto de
Engenharia; Execução do Projeto; SSO; Meio
GAIPG; Eletroeletrônica e
Ambiente; Gerenciamento da Obra; Comunicação VP; PMGV; MCA; AXXO

Seminário 2
Comunicação GAIPG; Comunicação; MCA

Seminário 3
SSO; Comunicação Jurídico CVRD; MCA

Seminário 4
Custo; Suprimentos e Contratações; Entrega da Equipe GAIPG; MCA
Obra; Materiais e Equipamentos

Foram identificados 47 riscos, suas causas, impactos provocados, classificação


de severidade, probabilidade de ocorrência e plano de ação.
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5.8. Gestão de Risco

Mapa de Risco GAIPG, revisão 00

Número de Severidade (Se


Probabilidade Quem Responsável
assuntos que Assuntos que Número de Impactos (Se o risco o risco ocorrer
Descrição dos riscos Causa (O que pode (Chance do Medidas / Ações Requeridas (ações a (responsável pela Monitoramento Descrição da medida /
geram impactos geram impactos no riscos ocorrer, quais as o quão Quando Farol
identificados gerar o risco?) risco realizar para EVITAR que o risco ocorra) implantação da da implantação ação implantada
no empreendimento identificados consequências?) negativo ele
acontecer) medida / ação) da medida / ação
empreendimento será)

1 Custos 1 Falha na estimativa de Quantidades previstas - Necessidade de M M Fazer o levantamento dos itens incluidos Frederico Nastrini, 23/10/2007 Frederico Nastrini
investimento no QQP não refletem a alteração de escopo; na faixa "A" da curva ABC, buscando Frederico Trópia
totalidade de serviços - Mudança de qualidade; identificar eventuais desvios (MCA), Adriano
do Projeto - Aumento do custo; (AXXO)
Projeto não contempla - Aumento de prazo; Avaliação do Projeto no local de execução Frederico Nastrini, No mínimo 15 Frederico Nastrini
todos os serviços - Paralização dos de cada etapa conforme cronograma, com Frederico Trópia dias antes do
necessários serviços; emissão de relatório. Em caso de desvios, (MCA), Adriano início de cada
- Necessidade de aditivo o relatório deve contemplar soluções com (AXXO) etapa
o objetivo de impactar o mínimo o QQP,
buscando realizar a obra com os recursos
físicos e financeiros disponíveis no
contrato.
2 Falhas na elaboração Falta de uma estrutura Aumento de custo e/ou A M Alocação de fiscal para medição da Walter Mancuso 21/9/2007 Marcelo Pedrini
da medição adequada para pagamentos indevidos Gerenciadora na obra em tempo integral
fiscalização dos
serviços realizados
3 Atraso na liberação da Conferência da Atraso no pagamento à M B Exigir da Contratada a apresentação Godoy (MCA) Semanalmente Frederico Nastrini
medição medição proximo da Contratada semanal da memória de cálculo e realizar
data de fechamento a conferência da mesma
4 Custo superior ao Falha na elaboração do Aumento de custo M B Monitoramento do valor real de compra Miguel Noda No momento da Renan Lima
previsto na aquisição orçamento dos dos equipamentos, informando a GAIPG (Eletroeletrônica) negociação /
dos equipamentos da materiais relativos à alterações de valores a maior contratação dos
eletroletrônica eletroeletrônica materiais
5 Descontrole na gestão Não preenchimento do Aumento de custo M B Monitoramento do preenchimento do Frederico Nastrini Sempre que Marcelo Pedrini
de mudanças de formulário de SME formulário SME (Solicitação de Mudanças houver
escopo (Solicitação de de Escopo) necessidade de
Mudanças de Escopo) mudança de
escopo
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5.8. Gestão de Risco

Mapa de Risco GAIPG, revisão 00


Probabilidade
B M A

Severidade
B 1 2 3
M 2 4 6
A 3 6 9

Número de Severidade (Se


Probabilidade Quem Responsável
assuntos que Assuntos que Número de Impactos (Se o risco o risco ocorrer
Descrição dos riscos Causa (O que pode (Chance do Medidas / Ações Requeridas (ações a (responsável pela Monitoramento Descrição da medida /
geram impactos geram impactos no riscos ocorrer, quais as o quão Quando Farol
identificados gerar o risco?) risco realizar para EVITAR que o risco ocorra) implantação da da implantação ação implantada
no empreendimento identificados consequências?) negativo ele
acontecer) medida / ação) da medida / ação
empreendimento será)

1 Custos 1 Falha na estimativa de Quantidades previstas - Necessidade de M M Fazer o levantamento dos itens incluidos Frederico Nastrini, 23/10/2007 Frederico Nastrini
investimento no QQP não refletem a alteração de escopo; na faixa "A" da curva ABC, buscando Frederico Trópia
totalidade de serviços - Mudança de qualidade; identificar eventuais desvios (MCA), Adriano
do Projeto - Aumento do custo; (AXXO)
Projeto não contempla - Aumento de prazo; Avaliação do Projeto no local de execução Frederico Nastrini, No mínimo 15 Frederico Nastrini
todos os serviços - Paralização dos de cada etapa conforme cronograma, com Frederico Trópia dias antes do
necessários serviços; emissão de relatório. Em caso de desvios, (MCA), Adriano início de cada
- Necessidade de aditivo o relatório deve contemplar soluções com (AXXO) etapa
o objetivo de impactar o mínimo o QQP,
buscando realizar a obra com os recursos
físicos e financeiros disponíveis no
contrato.
2 Falhas na elaboração Falta de uma estrutura Aumento de custo e/ou A M Alocação de fiscal para medição da Walter Mancuso 21/9/2007 Marcelo Pedrini
da medição adequada para pagamentos indevidos Gerenciadora na obra em tempo integral
fiscalização dos
serviços realizados
3 Atraso na liberação da Conferência da Atraso no pagamento à M B Exigir da Contratada a apresentação Godoy (MCA) Semanalmente Frederico Nastrini
medição medição proximo da Contratada semanal da memória de cálculo e realizar
data de fechamento a conferência da mesma
4 Custo superior ao Falha na elaboração do Aumento de custo M B Monitoramento do valor real de compra Miguel Noda No momento da Renan Lima
previsto na aquisição orçamento dos dos equipamentos, informando a GAIPG (Eletroeletrônica) negociação /
dos equipamentos da materiais relativos à alterações de valores a maior contratação dos
eletroletrônica eletroeletrônica materiais
5 Descontrole na gestão Não preenchimento do Aumento de custo M B Monitoramento do preenchimento do Frederico Nastrini Sempre que Marcelo Pedrini
de mudanças de formulário de SME formulário SME (Solicitação de Mudanças houver
escopo (Solicitação de de Escopo) necessidade de
Mudanças de Escopo) mudança de
escopo
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5.8. Gestão de Risco

Mapa de Risco GAIPG, revisão 00

Número de Severidade (Se


Probabilidade Quem Responsável
assuntos que Assuntos que Número de Impactos (Se o risco o risco ocorrer
Descrição dos riscos Causa (O que pode (Chance do Medidas / Ações Requeridas (ações a (responsável pela Monitoramento Descrição da medida /
geram impactos geram impactos no riscos ocorrer, quais as o quão Quando Farol
identificados gerar o risco?) risco realizar para EVITAR que o risco ocorra) implantação da da implantação ação implantada
no empreendimento identificados consequências?) negativo ele
acontecer) medida / ação) da medida / ação
empreendimento será)

1 Custos 1 Falha na estimativa de Quantidades previstas - Necessidade de M M Fazer o levantamento dos itens incluidos Frederico Nastrini, 23/10/2007 Frederico Nastrini
investimento no QQP não refletem a alteração de escopo; na faixa "A" da curva ABC, buscando Frederico Trópia
totalidade de serviços - Mudança de qualidade; identificar eventuais desvios (MCA), Adriano
do Projeto - Aumento do custo; (AXXO)
Projeto não contempla - Aumento de prazo; Avaliação do Projeto no local de execução Frederico Nastrini, No mínimo 15 Frederico Nastrini
todos os serviços - Paralização dos de cada etapa conforme cronograma, com Frederico Trópia dias antes do
necessários serviços; emissão de relatório. Em caso de desvios, (MCA), Adriano início de cada
- Necessidade de aditivo o relatório deve contemplar soluções com (AXXO) etapa
o objetivo de impactar o mínimo o QQP,
buscando realizar a obra com os recursos
físicos e financeiros disponíveis no
contrato.
2 Falhas na elaboração Falta de uma estrutura Aumento de custo e/ou A M Alocação de fiscal para medição da Walter Mancuso 21/9/2007 Marcelo Pedrini
da medição adequada para pagamentos indevidos Gerenciadora na obra em tempo integral
fiscalização dos
serviços realizados
3 Atraso na liberação da Conferência da Atraso no pagamento à M B Exigir da Contratada a apresentação Godoy (MCA) Semanalmente Frederico Nastrini
medição medição proximo da Contratada semanal da memória de cálculo e realizar
data de fechamento a conferência da mesma
4 Custo superior ao Falha na elaboração do Aumento de custo M B Monitoramento do valor real de compra Miguel Noda No momento da Renan Lima
previsto na aquisição orçamento dos dos equipamentos, informando a GAIPG (Eletroeletrônica) negociação /
dos equipamentos da materiais relativos à alterações de valores a maior contratação dos
eletroletrônica eletroeletrônica materiais
5 Descontrole na gestão Não preenchimento do Aumento de custo M B Monitoramento do preenchimento do Frederico Nastrini Sempre que Marcelo Pedrini
de mudanças de formulário de SME formulário SME (Solicitação de Mudanças houver
escopo (Solicitação de de Escopo) necessidade de
Mudanças de Escopo) mudança de
escopo
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5.8. Gestão de Risco

Mapa de Risco GAIPG, revisão 00


Status Farol

1 ☺ Ação Resolvida

2 Ponto de Atenção (contínuo)

3 Pendente

Número de Severidade (Se


Probabilidade Quem Responsável
assuntos que Assuntos que Número de Impactos (Se o risco o risco ocorrer
Descrição dos riscos Causa (O que pode (Chance do Medidas / Ações Requeridas (ações a (responsável pela Monitoramento Descrição da medida /
geram impactos geram impactos no riscos ocorrer, quais as o quão Quando Farol
identificados gerar o risco?) risco realizar para EVITAR que o risco ocorra) implantação da da implantação ação implantada
no empreendimento identificados consequências?) negativo ele
acontecer) medida / ação) da medida / ação
empreendimento será)

1 Custos 1 Falha na estimativa de Quantidades previstas - Necessidade de M M Fazer o levantamento dos itens incluidos Frederico Nastrini, 23/10/2007 Frederico Nastrini
investimento no QQP não refletem a alteração de escopo; na faixa "A" da curva ABC, buscando Frederico Trópia
totalidade de serviços - Mudança de qualidade; identificar eventuais desvios (MCA), Adriano
do Projeto - Aumento do custo; (AXXO)
Projeto não contempla - Aumento de prazo; Avaliação do Projeto no local de execução Frederico Nastrini, No mínimo 15 Frederico Nastrini
todos os serviços - Paralização dos de cada etapa conforme cronograma, com Frederico Trópia dias antes do
necessários serviços; emissão de relatório. Em caso de desvios, (MCA), Adriano início de cada
- Necessidade de aditivo o relatório deve contemplar soluções com (AXXO) etapa
o objetivo de impactar o mínimo o QQP,
buscando realizar a obra com os recursos
físicos e financeiros disponíveis no
contrato.
2 Falhas na elaboração Falta de uma estrutura Aumento de custo e/ou A M Alocação de fiscal para medição da Walter Mancuso 21/9/2007 Marcelo Pedrini
da medição adequada para pagamentos indevidos Gerenciadora na obra em tempo integral
fiscalização dos
serviços realizados
3 Atraso na liberação da Conferência da Atraso no pagamento à M B Exigir da Contratada a apresentação Godoy (MCA) Semanalmente Frederico Nastrini
medição medição proximo da Contratada semanal da memória de cálculo e realizar
data de fechamento a conferência da mesma
4 Custo superior ao Falha na elaboração do Aumento de custo M B Monitoramento do valor real de compra Miguel Noda No momento da Renan Lima
previsto na aquisição orçamento dos dos equipamentos, informando a GAIPG (Eletroeletrônica) negociação /
dos equipamentos da materiais relativos à alterações de valores a maior contratação dos
eletroletrônica eletroeletrônica materiais
5 Descontrole na gestão Não preenchimento do Aumento de custo M B Monitoramento do preenchimento do Frederico Nastrini Sempre que Marcelo Pedrini
de mudanças de formulário de SME formulário SME (Solicitação de Mudanças houver
escopo (Solicitação de de Escopo) necessidade de
Mudanças de Escopo) mudança de
escopo
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5.8. Gestão de Risco

Quadro Semanal do Mapa de Risco


Semana:
CVRD MAPA SEMANAL DE RISCO
De XX/XX/07 a XX/XX/07
Obra : DUPLICAÇÃO DO VIADUTO MR. SIMPSON E DA AV. SETE DE SETEMBRO EM G. VALADARES

Severidade (Se
Medidas / Ações Quem
Assuntos que Descrição dos o risco ocorrer Probabilidade
Requeridas (ações a (responsável pela
geram impactos no riscos o quão (Chance do Quando Observação
realizar para EVITAR implantação da
empreendimento identificados negativo ele risco acontecer)
que o risco ocorra) medida / ação)
será)
xxxxxxxxx xxxxxxxx
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5. PEP –Plano de Execução do Projeto

5.1. Objetivo
5.2. Escopo
5.3. Critérios do Projeto
5.4. Stakeholders
5.5. Equipe do Projeto
5.6. Planejamento
5.7. Suprimentos e Contratações
5.8. Gestão de Riscos
5.9. Gestão de Custos
5.10. Comunicação e Relatórios
5.11. Engenharia
5.12. Gestão de Mudanças
5.13. Gestão de SSO
5.14. Gestão Ambiental
5.15. Encerramento do Projeto
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5.9. Gestão de Custo

Fluxograma de Acompanhamento Econômico e Financeiro do Projeto


CONTRATADA GERENCIADORA GESTOR DE OBRAS GESTOR DE CONTRATOS

2
Elabora memória e planilha de
medição, no decorrer dos serviços Avalia o contrato e verifica se há
divergências entre o valor medido e
Realiza reunião de planejamento o saldo contratual e/ou do Projeto
físico-financeiro com a
Contratada

Recebe e avalia memória e


planilha de medição Há Não
Analisa memória e planilha de
medição da Contratada divergência?

Não Sim Sim


Corrige Medição Medição OK? Sim
Não Medição
validada?

Solicita correção à
Contratada
Avalia a(s) causa(s) e define plano de
ação/correção do problema em
conjunto com a Gestor de Projetos,
Coordenador de Obras e Gestor de Medição condizente com
Planejamento contrato e o Projeto

Não Ação/correção Inclui medição no Oracle


necessita de TAC?

Cumpre plano de ação Sim


Informa resumo previsto x realizado
1 Fluxograma de Mudança de para Gestor de Obras, Gestora de
Escopo - Capítulo 12 Projetos e Gestor de Planejamento

Informa número de liberação para


Emite nota fiscal conforme Informa número de liberação para
emissão de nota fiscal para a
liberação a Contratada
Gerenciadora

Monitora o processo junto à DISC até


Envia nota fiscal para a DISC/RJ efetivação do pagamento, através da
e a cópia de NF e protocolo de planilha específica, Anexo 1
envio (SEDEX) para a GAIPG

FIM
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5.9. Gestão de Custo

Fluxograma de Acompanhamento Econômico e Financeiro do Projeto


CONTRATADA GERENCIADORA GESTOR DE OBRAS GESTOR DE CONTRATOS

2
Elabora memória e planilha de
medição, no decorrer dos serviços Avalia o contrato e verifica se há
divergências entre o valor medido e
Realiza reunião de planejamento o saldo contratual e/ou do Projeto
físico-financeiro com a
Contratada

Recebe e avalia memória e


planilha de medição Há Não
Analisa memória e planilha de
medição da Contratada divergência?

Não Sim Sim


Corrige Medição Medição OK? Sim
Não Medição
validada?

Solicita correção à
Contratada
Avalia a(s) causa(s) e define plano de
ação/correção do problema em
conjunto com a Gestor de Projetos,
Coordenador de Obras e Gestor de Medição condizente com
Planejamento contrato e o Projeto

Não Ação/correção Inclui medição no Oracle


necessita de TAC?

Cumpre plano de ação Sim


Informa resumo previsto x realizado
1 Fluxograma de Mudança de para Gestor de Obras, Gestora de
Escopo - Capítulo 12 Projetos e Gestor de Planejamento

Informa número de liberação para


Emite nota fiscal conforme Informa número de liberação para
emissão de nota fiscal para a
liberação a Contratada
Gerenciadora

Monitora o processo junto à DISC até


Envia nota fiscal para a DISC/RJ efetivação do pagamento, através da
e a cópia de NF e protocolo de planilha específica, Anexo 1
envio (SEDEX) para a GAIPG

FIM
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5. PEP –Plano de Execução do Projeto

5.1. Objetivo
5.2. Escopo
5.3. Critérios do Projeto
5.4. Stakeholders
5.5. Equipe do Projeto
5.6. Planejamento
5.7. Suprimentos e Contratações
5.8. Gestão de Riscos
5.9. Gestão de Custos
5.10. Comunicação e Relatórios
5.11. Engenharia
5.12. Gestão de Mudanças
5.13. Gestão de SSO
5.14. Gestão Ambiental
5.15. Encerramento do Projeto
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5.10. Comunicação e Relatórios

A Matriz de Comunicação apresenta às responsabilidades no fluxo


de informações do empreendimento.

Partes
Tipo de Interessadas Veículo de
Objetivo Responsável Tema / Conteúdo Freqüência Local
Comunicação na Comunicação
Comunicação

Quadro
Disponibilizar
Quadro Equipe do impresso
as ações da Informar e Identificar
Semanal do Planejamento Projeto GAIPG, (folhas superior
semana do as ações da semana Semanal Na obra
Mapa de Gerenciadora Gerenciadora e a A3) –
mapa de do mapa de risco
Riscos Contratadas conforme anexo
riscos
13

O acompanhamento da Matriz será feito através do farol gerencial


PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5.10. Comunicação e Relatórios


Mês de
ACOMPANHAMENTO DO PLANO DE COMUNICAÇÃO Referência
out/07
Obra : DUPLICAÇÃO DO VIADUTO MR. SIMPSON E DA AV. SETE DE SETEMBRO EM G. VALADARES
CVRD
ORDEM DE SERVIÇO e REUNIÕES
Tipo de Comunicação Responsável Frequência Status Farol

Emissão de OSG (Ordem de Serviço de Gerenciadora) Gestor de Obra


Após aprovação do Plano
Gerencial
J ☺
Reunião de Abertura Gestor de Obra 1 vez (Início da Obra) J ☺
Reunião com SESMT Gestor de Obra 1 vez (Início da Obra) J ☺
Reunião Mensal do Gestor da Obra Gestor de Obra Mensal J ☺
Reunião Gerencial Gerente de Área Quinzenal J ☺
Reunião GERROT Gerente de Área Mensal J ☺
Relatório para Diretoria
Gestor de
Projetos/Gerente de área
Mensal J ☺
PLANILHAS DE GESTÃO
Tipo de Comunicação Responsável Frequência Status Farol

Planilha de Controle de Mudança de Escopo Gestor de Planejamento Mensal J ☺


Planilha de Medições Gestor de Contratos Mensal J ☺
Planilha de Controle da Qualidade Gestor de Obra Mensal J ☺
Planilha de Indicadores Chave de Peformance (KPI's) Gestor de Projetos Mensal J ☺
Farol de Acompanhamento das Condicionantes Gestor de Projetos Mensal J ☺
ALINHAMENTO DO PLANO DE EXECUÇÃO DO PROJETO

Tipo de Comunicação Responsável Frequência Status Farol

Apresentação do PEP aos Stakeholders Gestor de Projetos


No término da elaboração
do PEP
J ☺
Planilha de Acompanhamento do Envio dos Capítulos do PEP Gestor de Projetos
Após apresentação do
PEP
J ☺
DOCUMENTOS E LIÇÕES APRENDIDAS
Tipo de Comunicação Responsável Frequência Status Farol

TAC - Termo Aditivo do Contrato Gestor de Projetos Por evento J ☺


Após atendimento de
Termo Recebimento Definitivo de Obras (2 vias) - CVRD Gestor de Obra todas as pendências
identificadas no Check List
J ☺
Após emissão do Termo
Termo Encerramento Contratual - CVRD Gestor de Contratos de Recebimento Definitivo
da Obra
J ☺
Lições Aprendidas Coordenador da Obra 1 vez (Final da Obra) J ☺
COMUNICAÇÃO INTERNA/EXTERNA
Tipo de Comunicação Responsável Frequência Status Farol

Nos Trilhos (Interna) Comunicação CVRD No início J ☺


Jornal Mural (Interna) Comunicação CVRD Bimestral J ☺
Vale Informar (Interna) Comunicação CVRD Mensal J ☺
Jornal da Vale (Interna) Comunicação CVRD No encerramento J ☺
Nos Trilhos (Interna) Comunicação CVRD No encerramento J ☺
CVRD, PMGV, Em todas as etapas da
Reunião com as Comunidades - Impacto Local (Externa)
AXXO e MCA obra
Jornal Diário do Rio Doce; Outdoor; Carro de Som ou Faixa Em todas as etapas da
CVRD e PMGV
(Externa) obra
GERENCIADORA/CONTRATADA
Tipo de Comunicação Responsável Frequência Status Farol

Check List de Início de Atividades Planejamento MCA


Após assinatura do
contrato
J ☺
Check List Primeira Medição e Check List Próximas Medições
CVRD
Gestão Documental MCA
Após assinatura do
contrato
J ☺
Reunião Semanal da Gerenciadora Engenheiro Fiscal MCA Semanal J ☺
Mapa de Risco Planejamento MCA Semanal J ☺
Quadro semanal do mapa de risco Planejamento MCA Semanal J ☺
Quadro de Indicadores GAIPG Engenheiro Fiscal MCA Mensal J ☺
BMS validado pelo engenheiro da MCA e CVRD
Engenheiro Fiscal e
Controle MCA
Mensal
(até dia 30 de cada mês)
J ☺
Relatório Quinzenal de Atividades (RQA) Planejamento MCA Quinzenal J ☺
Relatório Mensal de Atividades (RMA) Planejamento MCA Mensal J ☺
Relatório SSO (PAZ) e RG 14
Técnico de segurança
MCA
Mensal J ☺
Planilha de Registro de Não Conformidade Controle de NC´s MCA Quinzenal J ☺
Relatório Diário de Obras Engenheiro Fiscal AXXO Diário J ☺
Memória de Cálculo e Medição - BMS Engenheiro Fiscal AXXO
Mensal
(dia 25 de cada mês)
J ☺
Check List de Encerramento Engenheiro Fiscal MCA
20 dias antes do prazo
final da obra
J ☺
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5.10. Comunicação e Relatórios


Mês de
ACOMPANHAMENTO DO PLANO DE COMUNICAÇÃO Referência
out/07
Obra : DUPLICAÇÃO DO VIADUTO MR. SIMPSON E DA AV. SETE DE SETEMBRO EM G. VALADARES
CVRD
ORDEM DE SERVIÇO e REUNIÕES
Tipo de Comunicação Responsável Frequência Status Farol

Emissão de OSG (Ordem de Serviço de Gerenciadora) Gestor de Obra


Após aprovação do Plano
Gerencial
J ☺
Reunião de Abertura Gestor de Obra 1 vez (Início da Obra) J ☺
Reunião com SESMT Gestor de Obra 1 vez (Início da Obra) J ☺
Reunião Mensal do Gestor da Obra Gestor de Obra Mensal J ☺
Reunião Gerencial Gerente de Área Quinzenal J ☺
Reunião GERROT Gerente de Área Mensal J ☺
Relatório para Diretoria
Gestor de
Projetos/Gerente de área
Mensal J ☺
PLANILHAS DE GESTÃO
Tipo de Comunicação Responsável Frequência Status Farol

Planilha de Controle de Mudança de Escopo Gestor de Planejamento Mensal J ☺


Planilha de Medições Gestor de Contratos Mensal J ☺
Planilha de Controle da Qualidade Gestor de Obra Mensal J ☺
Planilha de Indicadores Chave de Peformance (KPI's) Gestor de Projetos Mensal J ☺
Farol de Acompanhamento das Condicionantes Gestor de Projetos Mensal J ☺
ALINHAMENTO DO PLANO DE EXECUÇÃO DO PROJETO

Tipo de Comunicação Responsável Frequência Status Farol

Apresentação do PEP aos Stakeholders Gestor de Projetos


No término da elaboração
do PEP
J ☺
Planilha de Acompanhamento do Envio dos Capítulos do PEP Gestor de Projetos
Após apresentação do
PEP
J ☺
DOCUMENTOS E LIÇÕES APRENDIDAS
Tipo de Comunicação Responsável Frequência Status Farol

TAC - Termo Aditivo do Contrato Gestor de Projetos Por evento J ☺


Após atendimento de
Termo Recebimento Definitivo de Obras (2 vias) - CVRD Gestor de Obra todas as pendências
identificadas no Check List
J ☺
Após emissão do Termo
Termo Encerramento Contratual - CVRD Gestor de Contratos de Recebimento Definitivo
da Obra
J ☺
Lições Aprendidas Coordenador da Obra 1 vez (Final da Obra) J ☺
COMUNICAÇÃO INTERNA/EXTERNA
Tipo de Comunicação Responsável Frequência Status Farol

Nos Trilhos (Interna) Comunicação CVRD No início J ☺


Jornal Mural (Interna) Comunicação CVRD Bimestral J ☺
Vale Informar (Interna) Comunicação CVRD Mensal J ☺
Jornal da Vale (Interna) Comunicação CVRD No encerramento J ☺
Nos Trilhos (Interna) Comunicação CVRD No encerramento J ☺
CVRD, PMGV, Em todas as etapas da
Reunião com as Comunidades - Impacto Local (Externa)
AXXO e MCA obra
Jornal Diário do Rio Doce; Outdoor; Carro de Som ou Faixa Em todas as etapas da
CVRD e PMGV
(Externa) obra
GERENCIADORA/CONTRATADA
Tipo de Comunicação Responsável Frequência Status Farol

Check List de Início de Atividades Planejamento MCA


Após assinatura do
contrato
J ☺
Check List Primeira Medição e Check List Próximas Medições
CVRD
Gestão Documental MCA
Após assinatura do
contrato
J ☺
Reunião Semanal da Gerenciadora Engenheiro Fiscal MCA Semanal J ☺
Mapa de Risco Planejamento MCA Semanal J ☺
Quadro semanal do mapa de risco Planejamento MCA Semanal J ☺
Quadro de Indicadores GAIPG Engenheiro Fiscal MCA Mensal J ☺
BMS validado pelo engenheiro da MCA e CVRD
Engenheiro Fiscal e
Controle MCA
Mensal
(até dia 30 de cada mês)
J ☺
Relatório Quinzenal de Atividades (RQA) Planejamento MCA Quinzenal J ☺
Relatório Mensal de Atividades (RMA) Planejamento MCA Mensal J ☺
Relatório SSO (PAZ) e RG 14
Técnico de segurança
MCA
Mensal J ☺
Planilha de Registro de Não Conformidade Controle de NC´s MCA Quinzenal J ☺
Relatório Diário de Obras Engenheiro Fiscal AXXO Diário J ☺
Memória de Cálculo e Medição - BMS Engenheiro Fiscal AXXO
Mensal
(dia 25 de cada mês)
J ☺
Check List de Encerramento Engenheiro Fiscal MCA
20 dias antes do prazo
final da obra
J ☺
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5.10. Comunicação e Relatórios


Mês de
ACOMPANHAMENTO DO PLANO DE COMUNICAÇÃO Referência
out/07
Obra : DUPLICAÇÃO DO VIADUTO MR. SIMPSON E DA AV. SETE DE SETEMBRO EM G. VALADARES
CVRD
ORDEM DE SERVIÇO e REUNIÕES
Tipo de Comunicação Responsável Frequência Status Farol

Emissão de OSG (Ordem de Serviço de Gerenciadora) Gestor de Obra


Após aprovação do Plano
Gerencial
J ☺
Reunião de Abertura Gestor de Obra 1 vez (Início da Obra) J ☺
Reunião com SESMT Gestor de Obra 1 vez (Início da Obra) J ☺
Reunião Mensal do Gestor da Obra Gestor de Obra Mensal J ☺
Reunião Gerencial Gerente de Área Quinzenal J ☺
Reunião GERROT Gerente de Área Mensal J ☺
Relatório para Diretoria
Gestor de
Projetos/Gerente de área
Mensal J ☺
PLANILHAS DE GESTÃO
Tipo de Comunicação Responsável Frequência Status Farol

Planilha de Controle de Mudança de Escopo Gestor de Planejamento Mensal J ☺


Planilha de Medições Gestor de Contratos Mensal J ☺
Planilha de Controle da Qualidade Gestor de Obra Mensal J ☺
Planilha de Indicadores Chave de Peformance (KPI's) Gestor de Projetos Mensal J ☺
Farol de Acompanhamento das Condicionantes Gestor de Projetos Mensal J ☺
ALINHAMENTO DO PLANO DE EXECUÇÃO DO PROJETO

Tipo de Comunicação Responsável Frequência Status Farol

Apresentação do PEP aos Stakeholders Gestor de Projetos


No término da elaboração
do PEP
J ☺
Planilha de Acompanhamento do Envio dos Capítulos do PEP Gestor de Projetos
Após apresentação do
PEP
J ☺
DOCUMENTOS E LIÇÕES APRENDIDAS
Tipo de Comunicação Responsável Frequência Status Farol

TAC - Termo Aditivo do Contrato Gestor de Projetos Por evento J ☺


Após atendimento de
Termo Recebimento Definitivo de Obras (2 vias) - CVRD Gestor de Obra todas as pendências
identificadas no Check List
J ☺
Após emissão do Termo
Termo Encerramento Contratual - CVRD Gestor de Contratos de Recebimento Definitivo
da Obra
J ☺
Lições Aprendidas Coordenador da Obra 1 vez (Final da Obra) J ☺
COMUNICAÇÃO INTERNA/EXTERNA
Tipo de Comunicação Responsável Frequência Status Farol

Nos Trilhos (Interna) Comunicação CVRD No início J ☺


Jornal Mural (Interna) Comunicação CVRD Bimestral J ☺
Vale Informar (Interna) Comunicação CVRD Mensal J ☺
Jornal da Vale (Interna) Comunicação CVRD No encerramento J ☺
Nos Trilhos (Interna) Comunicação CVRD No encerramento J ☺
CVRD, PMGV, Em todas as etapas da
Reunião com as Comunidades - Impacto Local (Externa)
AXXO e MCA obra
Jornal Diário do Rio Doce; Outdoor; Carro de Som ou Faixa Em todas as etapas da
CVRD e PMGV
(Externa) obra
GERENCIADORA/CONTRATADA
Tipo de Comunicação Responsável Frequência Status Farol

Check List de Início de Atividades Planejamento MCA


Após assinatura do
contrato
J ☺
Check List Primeira Medição e Check List Próximas Medições
CVRD
Gestão Documental MCA
Após assinatura do
contrato
J ☺
Reunião Semanal da Gerenciadora Engenheiro Fiscal MCA Semanal J ☺
Mapa de Risco Planejamento MCA Semanal J ☺
Quadro semanal do mapa de risco Planejamento MCA Semanal J ☺
Quadro de Indicadores GAIPG Engenheiro Fiscal MCA Mensal J ☺
BMS validado pelo engenheiro da MCA e CVRD
Engenheiro Fiscal e
Controle MCA
Mensal
(até dia 30 de cada mês)
J ☺
Relatório Quinzenal de Atividades (RQA) Planejamento MCA Quinzenal J ☺
Relatório Mensal de Atividades (RMA) Planejamento MCA Mensal J ☺
Relatório SSO (PAZ) e RG 14
Técnico de segurança
MCA
Mensal J ☺
Planilha de Registro de Não Conformidade Controle de NC´s MCA Quinzenal J ☺
Relatório Diário de Obras Engenheiro Fiscal AXXO Diário J ☺
Memória de Cálculo e Medição - BMS Engenheiro Fiscal AXXO
Mensal
(dia 25 de cada mês)
J ☺
Check List de Encerramento Engenheiro Fiscal MCA
20 dias antes do prazo
final da obra
J ☺
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5.10. Comunicação e Relatórios

Instruções para Gerenciadora e Contratada


PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5.10. Comunicação e Relatórios

OBRA: Mr. Simpson


Dia Data limite para
Dia do RDO
útil? envio

08/10/07 seg S 16/10/07


09/10/07 ter S 16/10/07
10/10/07 qua S 16/10/07
11/10/07 qui S 16/10/07
12/10/07 sex S 16/10/07
13/10/07 sáb N
14/10/07 dom N
15/10/07 seg S 23/10/07
16/10/07 ter S 23/10/07
17/10/07 qua S 23/10/07
18/10/07 qui S 23/10/07
19/10/07 sex S 23/10/07
20/10/07 sáb N
21/10/07 dom N
22/10/07 seg S 30/10/07
23/10/07 ter S 30/10/07
24/10/07 qua S 30/10/07
25/10/07 qui S 30/10/07
26/10/07 sex S 30/10/07
27/10/07 sáb N
28/10/07 dom N
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5.10. Comunicação e Relatórios

Instruções para Gerenciadora e Contratada


PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5.10. Comunicação e Relatórios

OBRA: Mr. Simpson


Reunião
Semanal
Gerenciadora
Semana do evento
(RSG)
Data limite
para envio

08/10/07 seg a 12/10/07 sex 15/10/07


13/10/07 sáb a 19/10/07 sex 22/10/07
20/10/07 sáb a 26/10/07 sex 29/10/07
27/10/07 sáb a 02/11/07 sex 05/11/07
03/11/07 sáb a 09/11/07 sex 12/11/07
10/11/07 sáb a 16/11/07 sex 19/11/07
17/11/07 sáb a 23/11/07 sex 26/11/07
24/11/07 sáb a 30/11/07 sex 03/12/07
01/12/07 sáb a 07/12/07 sex 10/12/07
08/12/07 sáb a 14/12/07 sex 17/12/07
15/12/07 sáb a 21/12/07 sex 24/12/07
22/12/07 sáb a 28/12/07 sex 31/12/07
02/08/08 sáb a 08/08/08 sex 11/08/08
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5.10. Comunicação e Relatórios

Instruções para Gerenciadora e Contratada


PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5. PEP –Plano de Execução do Projeto

5.1. Objetivo
5.2. Escopo
5.3. Critérios do Projeto
5.4. Stakeholders
5.5. Equipe do Projeto
5.6. Planejamento
5.7. Suprimentos e Contratações
5.8. Gestão de Riscos
5.9. Gestão de Custos
5.10. Comunicação e Relatórios
5.11. Engenharia
5.12. Gestão de Mudanças
5.13. Gestão de SSO
5.14. Gestão Ambiental
5.15. Encerramento do Projeto
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5.11. Engenharia

Padrões e Especificações

Documento da Companhia Vale do Rio Doce (CVRD) a ser seguido no


Projeto.

“Especificações Técnicas e Critérios de Medição e Pagamento –


Duplicação da Av. Sete de Setembro entre a BR-116 e o
Governador Valadares Shopping – Fevereiro / 2007 – Revisão 2”.
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5.11. Engenharia

Controle de Qualidade
Itens de Controle

Itens de controle Responsável Periodicidade Como fazer Critérios de aceitação


Nastrini - CVRD
Eletroeletrônica

Fundação Diária Acompanhamento da obra NBR / Especificação Técnica


Eng. Fiscal - MCA
Prédio

Nastrini - CVRD
Estrutura Diária Acompanhamento da obra NBR / Especificação Técnica
Eng. Fiscal - MCA
Nastrini - CVRD
Acabamento Diária Acompanhamento da obra NBR / Especificação Técnica
Eng. Fiscal - MCA
Construção do Viaduto

Nastrini - CVRD
Infraestrutura Diária Acompanhamento da obra NBR / Especificação Técnica
Eng. Fiscal - MCA
Nastrini - CVRD
Mesoestrutura Diária Acompanhamento da obra NBR / Especificação Técnica
Eng. Fiscal - MCA
Nastrini - CVRD
Superestrutura Diária Acompanhamento da obra NBR / Especificação Técnica
Eng. Fiscal - MCA
Nastrini - CVRD
Terra Armada Diária Acompanhamento da obra NBR / Especificação Técnica
Eng. Fiscal - MCA
Recuperação

Nastrini - CVRD
do Viaduto

Mesoestrutura Diária Acompanhamento da obra NBR / Especificação Técnica


Eng. Fiscal - MCA

Nastrini - CVRD
Superestrutura Diária Acompanhamento da obra NBR / Especificação Técnica
Eng. Fiscal - MCA

Nastrini - CVRD
Duplicação da

Drenagem Diária Acompanhamento da obra NBR / Especificação Técnica


Eng. Fiscal - MCA
Avenida

Nastrini - CVRD
Terraplenagem Diária Acompanhamento da obra NBR / Especificação Técnica
Eng. Fiscal - MCA
Nastrini - CVRD
Pavimentação Diária Acompanhamento da obra NBR / Especificação Técnica
Eng. Fiscal - MCA
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5. PEP –Plano de Execução do Projeto

5.1. Objetivo
5.2. Escopo
5.3. Critérios do Projeto
5.4. Stakeholders
5.5. Equipe do Projeto
5.6. Planejamento
5.7. Suprimentos e Contratações
5.8. Gestão de Riscos
5.9. Gestão de Custos
5.10. Comunicação e Relatórios
5.11. Engenharia
5.12. Gestão de Mudanças
5.13. Gestão de SSO
5.14. Gestão Ambiental
5.15. Encerramento do Projeto
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5.12. Gestão de Mudanças

Fluxograma do Processo de Gestão de Mudanças


COORDENADOR DE GESTOR DE GESTOR DE
SOLICITANTE GESTOR DE OBRAS ENGENHARIA FORNECEDOR
OBRAS CONTRATOS PLANEJAMENTO
Identifica a Analisa a
necessidade de necessidade da
mudança (A)
mudança
Analisa a
complexidade da
Emite a SME
mudança (E)
NÃO Mudança
necessária
(B)
?

SIM
Necessida- Analisa a
de de SIM solicitação de
análise da mudança e seus
Engenharia? impactos
(F) (G)
Há técnicos
impacto de
NÃO
tempo,
custo,
qualidade ou NÃO
(C)
projeto?
Analisa o impactos
Envia resultado
de tempo , custo
da análise
e qualidade, em
técnica ao
conjunto com o
(I) Coordenador (H)
SIM Gerente da Área

Envia para o
Coordenador de
Obras analisar (D)

NÃO (J)
Aprova?
Providencia a
1 modificação dos
SIM desenhos e
documentos, se
Analisa a Envia SME necessário
necessidade de aprovada para
TAC (L) Gestor de Obra (K)

NÃO
Necessita Lança no
(M)
TAC? ORACLE pedido
de TAC para
SIM Suprimentos,
seguindo o fluxo
Prepara a de aprovação da
documentação CVRD
(O)
conforme padrão
CVRD(N)
SME
Não Acompanha
Autorizada Autoriza SME (Q) emissão de TAC
no Suprimento (P)

Envia SME para o Comunica aos


Gestor de interessados e
Planejamento para atualiza
controle (R) documentação (S)

Executa
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5.12. Gestão de Mudanças

Formulário de Solicitação de Mudança de Escopo (SME)


PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5.12. Gestão de Mudanças

Acompanhamento de Gestão de Mudanças

CVRD Acompanhamento de Gestão de Mudanças

Descrição da Solicitação Autorização Descrição da Retorno ao


Projeto Contrato Empresa Tipo
Modificação Solicitada Data Solicitante Data Responsável Modificação Aprovada Solicitante





PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5. PEP –Plano de Execução do Projeto

5.1. Objetivo
5.2. Escopo
5.3. Critérios do Projeto
5.4. Stakeholders
5.5. Equipe do Projeto
5.6. Planejamento
5.7. Suprimentos e Contratações
5.8. Gestão de Riscos
5.9. Gestão de Custos
5.10. Comunicação e Relatórios
5.11. Engenharia
5.12. Gestão de Mudanças
5.13. Gestão de SSO
5.14. Gestão Ambiental
5.15. Encerramento do Projeto
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5.13. Gestão de SSO


PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5.13. Gestão de SSO

Pontos de atenção em SSO

A Reunião Inicial do SESMT é obrigatória após a assinatura do


contrato

Os procedimentos foram entregues na Reunião Inicial pelo SESMT


CVRD
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5.13. Gestão de SSO

Pontos de atenção em SSO

Inspeção de SSO
Quando detectado a situação de risco grave e iminente, interditar a
área
1 – A inspeção deve ser feita com qualidade
2 – Deve ser proposta ações para neutralização / eliminação de
riscos
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5.13. Gestão de SSO

Ferramentas de SSO

APT – Análise Preliminar de Tarefas - PRO 2 e RG 2 DECG


- Identificar riscos em cada tarefa
- Considerar qualificação e habilitação do executante

Trabalhos em Altura DDS – PRO 5 DECG

PTE – Permissão para Trabalhos Especiais – PRO 4 e RG 4 DECG


- Trabalhos em alturas
- Trabalhos em instalações de sistemas elétricos sob tensão
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5.13. Gestão de SSO

Ferramentas de SSO
ROS E QUASE-ACIDENTES
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5.13. Gestão de SSO


PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5. PEP –Plano de Execução do Projeto

5.1. Objetivo
5.2. Escopo
5.3. Critérios do Projeto
5.4. Stakeholders
5.5. Equipe do Projeto
5.6. Planejamento
5.7. Suprimentos e Contratações
5.8. Gestão de Riscos
5.9. Gestão de Custos
5.10. Comunicação e Relatórios
5.11. Engenharia
5.12. Gestão de Mudanças
5.13. Gestão de SSO
5.14. Gestão Ambiental
5.15. Encerramento do Projeto
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5.14. Gestão Ambiental


PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5.14. Gestão Ambiental

Monitoramento de Aspectos Ambientais

Será realizada quinzenalmente inspeções ambientais (Rota Ambiental),


através do Gestor de Meio Ambiente da Gerenciadora

NC’s – Não Conformidades


Gera Ações p/ correção
OP’s – Oportunidades de Melhorias
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5.14. Gestão Ambiental

Gestão de Resíduos

A destinação dos resíduos administrativos (papel, plástico e outros)


serão encaminhados à Central de Resíduos da CVRD em Governador
Valadares.

O acompanhamento da destinação dos resíduos será realizado


quinzenalmente pelo Gestor de Meio Ambiente da MCA.
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5.14. Gestão Ambiental

Condicionantes do Licenciamento Ambiental

O atendimento às condicionantes impostas pelo CODEMA será de


responsabilidade da Prefeitura Municipal de Governador Valadares.

O acompanhamento das condicionantes do Projeto será realizado


pelo Gestor de Meio Ambiente da MCA.
CVRD ACOMPANHAMENTO DAS CONDICIONANTES AMBIENTAIS
Obra : Duplicação do Viaduto Mr. Simpson e Av. Sete de Setembro
nO DESCRIÇÃO ACOMPANHAMENTO VENCIMENTO RESPONSÁVEL Farol

Solicitar junto ao Sr. Darly Alves da PMGV a


Apresentação do Relatório de Controle elaboração dos documentos RCA/PCA Cleber Almeida
1 16/10/2007
Ambiental - RCA solicitados como condicionante da Licença (MCA)
Ambiental emitida pelo CODEMA

Solicitar junto ao Sr. Darly Alves da PMGV a


Apresentação do Plano de Controle elaboração dos documentos RCA/PCA Cleber Almeida
2 16/10/2007
Ambiental - PCA solicitados como condicionante da Licença (MCA)
Ambiental emitida pelo CODEMA
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5. PEP –Plano de Execução do Projeto

5.1. Objetivo
5.2. Escopo
5.3. Critérios do Projeto
5.4. Stakeholders
5.5. Equipe do Projeto
5.6. Planejamento
5.7. Suprimentos e Contratações
5.8. Gestão de Riscos
5.9. Gestão de Custos
5.10. Comunicação e Relatórios
5.11. Engenharia
5.12. Gestão de Mudanças
5.13. Gestão de SSO
5.14. Gestão Ambiental
5.15. Encerramento do Projeto
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5.15. Encerramento

Entrega à PMGV e Eletroeletrônica CVRD


O Gestor de Obras, Contratada e Gerenciadora deverão preencher o
check list Empreendimento:
GAIPG DUPLICAÇÃO DO VIADUTO MR. SIMPSON E AV. SETE DE SETEMBRO EM GOVERNADOR VALADARES
Folha: __ / __

Check List de Recebimento Trecho: Data:

Data Solução
Item Pendências / Ações Responsável Status
Prev. Real.

Coordenação Gerenciadora (1) Coordenação CVRD (2) Coordenação Contratada (3)


Data e Visto: Data e Visto: Data e Visto:
Nome: Nome: Nome:
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5.15. Encerramento

Entrega à PMGV e Eletroeletrônica CVRD

Entrega de toda a documentação referente ao Projeto, incluindo o


as built (como construído)

Emissão do Termo de Recebimento Definitivo do Projeto


PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5.15. Encerramento

Fluxograma de Check List, Recebimento e Encerramento de Contrato


CONTRATADA GERENCIADORA GESTOR DE OBRAS GESTOR DE CONTRATOS

A Gerenciadora realiza check list preliminar em conjunto com o Gestor de Obras CVRD e Contratada (aproximadamente 20
dias antes da conclusão da obra)

Solicita correção das


pendências

Realiza correções e
complementações de
serviços
Não
Existem Valida check list preliminar
pendências? / definitivo

Sim

Preenche check list definitivo em conjunto


com o representante CVRD, avaliando a
existência de eventuais pendências e/ou
vícios nos serviços

Solicita correção das


pendências

Realiza a medição final de serviços FP-000X-GAIPG - FLUXOGRAMA PROCESSO DE MEDIÇÃO E ACOMPANHAMENTO


FINANCEIRO DE CONTRATOS

Avalia cumprimento de todas as exigências


legais para finalização do contrato

Emite o TERMO DE RECEBIMENTO


DEFINITIVO conforme Valida Termo de Recebimento
PRO-0002-GAIPG - Gestão de Definitivo em conjunto com
Contratos - Anexo X Gerente de Área
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5.15. Encerramento

Fluxograma de Check List, Recebimento e Encerramento de Contrato


CONTRATADA GERENCIADORA GESTOR DE OBRAS GESTOR DE CONTRATOS

A Gerenciadora realiza check list preliminar em conjunto com o Gestor de Obras CVRD e Contratada (aproximadamente 20
dias antes da conclusão da obra)

Solicita correção das


pendências

Realiza correções e
complementações de
serviços
Não
Existem Valida check list preliminar
pendências? / definitivo

Sim

Preenche check list definitivo em conjunto


com o representante CVRD, avaliando a
existência de eventuais pendências e/ou
vícios nos serviços

Solicita correção das


pendências

Realiza a medição final de serviços FP-000X-GAIPG - FLUXOGRAMA PROCESSO DE MEDIÇÃO E ACOMPANHAMENTO


FINANCEIRO DE CONTRATOS

Avalia cumprimento de todas as exigências


legais para finalização do contrato

Emite o TERMO DE RECEBIMENTO


DEFINITIVO conforme Valida Termo de Recebimento
PRO-0002-GAIPG - Gestão de Definitivo em conjunto com
Contratos - Anexo X Gerente de Área
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

5.15. Encerramento

Encerramento do Projeto

O Coordenador / Gestor de Obras deverão fazer um relatório final do


Projeto contendo:

Lições Aprendidas (Conforme Matriz de Comunicação)


Check List e Termo de Recebimento Definitivo
Avaliação Final do Fornecedor

O relatório e toda a documentação referente ao Projeto deverão ser entregue


ao Gestor de Contratos, que irá emitir o Termo de Encerramento do Contrato.
PEP – Plano de Execução do Projeto (Mr. Simpson)

luciana.nunes@vale.com