You are on page 1of 3

ALPHA FACULDADE – PÓS-GRADUAÇÃO

Curso: Gestão Escolar - 2018.1


Disciplina: Avaliação Institucional e da Aprendizagem
Professor: Francisco Lemos
Aluna: Ester Correia da Silva

Avaliação institucional e avaliação da aprendizagem

Ao longo dos anos a avaliação faz parte do processo de


ensino/aprendizagem e atualmente tem sido temática estudos no que se refere a evolução
da avaliação e funções do processo avaliativo. Sabe-se que a partir do século vigente, a
avaliação vem perpassando por diversas etapas evolutivas, como: avaliação por meio de
testes e exames classificatórios, avaliar como descrição do sucesso ou dificuldades em
relação aos objetivos desejados, como julgamento dos métodos e instrumentos avaliativos
e enfim, como processo interativo, construtivista, que tem por finalidade fornecer
informações necessárias, que possibilitem aos professores e demais agentes escolares
decidir sobre as ações, direcionamento e redirecionamento importantes a proposta
educativa antes, durante e no final do processo de ensino aprendizagem .
Desta forma, as modalidades do processo avaliativo devem contemplar a
avaliação diagnostica, formativa e somativa. A diagnostica permite verificar as
habilidades, o nível de conhecimento e as causas das dificuldades apresentadas pelos
alunos, antes de iniciar o processo de ensino aprendizagem. A formativa tem como
finalidade verificar a compatibilidade entre os objetivos pretendidos e os resultados
alcançados pelos alunos durante o processo educativo. Por fim, a função somativa visa
determinar o nível de domínio dos alunos nas disciplinas curriculares, por meio de provas
e notas que o classificarão no final o processo de ensino/aprendizagem.
No entanto, a maioria das instituições escolares, ainda, vêm realizando a
avaliação da aprendizagem seguindo um modelo tradicional e arcaico, tendo como
objetivo a prova e a obtenção de notas necessárias a progressão de uma série para outra.
As provas são apenas corrigidas e dada uma nota, sem um feedback do desempenho do
aluno após o processo avaliativo e todo o contexto relacionado ao ensino e aprendizagem.
Além disso as provas são aplicadas como um fator negativo de motivação, levando os
alunos a não estudarem pelo prazer e benefícios obtidos do conhecimento, e sim, pela
ameaça da prova e para obterem uma nota.
Desta forma, os problemas que envolvem o processo avaliativo da escola e da
aprendizagem, ainda continuam, porém, podem ser superados a partir de uma interação e
interdependência uma da outra, tornando-se fundamentais como meio de transformação
da escola e o aperfeiçoamento do ensino/aprendizagem dos educandos. Tanto a avaliação
institucional, como a da aprendizagem são ferramentas importantes para a identificação
dos resultados alcançados, sendo estes indicadores relevantes para a melhoria da
qualidade do ensino, da escola, da gestão e do sistema educacional. Desta forma, os
resultados das avaliações tornam-se um importante referencial, na identificação dos
pontos fortes e fracos do sistema educacional, como também, no planejamento e
replanejamento das metas, dos objetivos e na resolução dos problemas encontrados.
Além disso, a avaliação da instituição escolar e do processo de ensino
aprendizagem são instrumentos direcionadores da construção do Projeto Político
Pedagógico da escola, de acordo com os objetivos pretendido, metas e ações educativas
desejadas. Outrossim, os indicadores da avaliação da Institucional fornecem subsídios
para formulação de diretrizes do ensino/aprendizagem, de políticas públicas de educação
e dos princípios norteadores de uma gestão democrática, tão importantes para a
participação ativa e eficaz dos diversos componentes da comunidade escolar, como:
gestor, pais, professores, alunos e funcionários.
A avaliação é um meio essencial, que contribui com a articulação e dinamização
do trabalho pedagógico da escola. Desta forma, é importante buscar um planejamento em
que todos os agentes educativos participem, organizar os princípios pedagógicos e
norteadores das ações a serem desenvolvidas no ambiente escolar. Além disso, as ações
pedagógicas devem ser monitoradas e o desenvolvimento dos educandos acompanhadas
constantemente, a fim de adequar-se aos componentes da sociedade em geral e a
incessante busca da qualidade de ensino. No mais, deve-se também levar em
consideração os recursos materiais e humanos necessários a um trabalho educativo de
qualidade.
A instituição de ensino deve ter como foco a qualidade do ensino e o desempenho
escolar de seus alunos, tomando como base as pesquisas aplicadas no espaço da escola,
o planejamento, a organização e a ação, cuja finalidade seja de avaliar o desempenho da
qualidade do ensino/ aprendizagem de seus educandos. Enfim, o sistema escolar deve
empenhar-se e trabalhar os instrumentos de avaliação institucional e da aprendizagem
com compromisso e seriedade, impulsionando assim, altos índices de desenvolvimento
educativos estabelecidos pelo Ministério da Educação.