You are on page 1of 2

A maldição de Morttville : Demon the Fallen

A região.
Mortville é um dos maiores condados do estado de Louisiana, região
banhada pelo estuário de Fleur Rouge. Compreende um total de 6 regiões
e a capital Morttville. A região vive das plantaçoes de tabaco e da
fabricação de instrumentos de corda. A população é predominantemente
católica, mas existem duas igrejas presbiterianas na região. O vodu é
praticado por pessoas de todas as classes sociais e não é incomum ao
trafegar de barco pelos pantanos ouvir o som de tambores, sentir o cheiro
de sacrifícios e ver as fogueiras dos rituais.

Os caídos da região.
Os caídos de um conjunto de cidades na Louisiana viviam em relativa
tranquilidade depois de enfrentar por décadas uma entidade conhecida
como o « pai do rio » que ceifou alguns dos mais poderosos caídos da
região sobrando apenas o delegado Renard. Após esse sangrento
enfrentamento entre seres infernais, o delegado Renard montou uma espécie
de vigília conhecida como « le phare » um grupo de caídos responsáveis
por observar qualquer sinal de retorno da entidade e os movimentos do
seu culto, que foi considerado extinto.
Depois do desaparecimento de 2 caídos sem deixar vestígios, Renard
precisa obter informações entre os místicos do voodu e outros seres
sobrenaturais adoradores de um antigo deus africano (Sutekh), para
descobrir quem ou o que está eliminando Caídos.

les martyrs
O culto dos mártires tem
sua origem nos cultos
afro-americanos da
região do Mississipi.
Suas práticas são
bastante similares ao
culto vodu, mas sem a
adoração a qualquer um
dos deuses típicos da
religião. O culto se
reúne ao redor de uma
entidade maligna
conhecida como o “de la
rivière”, ou o deus-rio.
Os cultistas dizem
praticar a magia do deus que dorme sob as aguas pantanosas e esperam o
momento de ressurgir e conceder aos seus fiéis poder sobre a vida e a
morte.
A polícia da região investiga o desaparecimento de crianças, cujos
testemunhos relacionam o culto à prática de sacrifícios e rituais
diabólicos. Além disso, existem inumeros casos de ataques à pessoas que
deliberadamente ou não invadem os territórios da seita.
Atualmente.
O delegado Renard convocou a vigília, pois dois de seus membros
desapareceram sem deixar vestígios, o que ele afirma ser sinal do retorno
da entidade. Já o vidente dos caídos na região conhecido como « velho
do rio » discorda de Renard, e diz que é necessário pensar em outras
causas, o que dividiu opiniões e provocou rivalidade entre os caídos da
região.