You are on page 1of 1

CENÁRIO RESUMIDO: O TÚMULO DE LE MARCHAND – APARIÇÃO, O

ESQUECIMENTO

O condado de Lambert é o nome de um conjunto de aldeias e vilas em uma região


rural do Inglaterra. O condado é relativamente distante de Londres e outras
cidades famosas, sendo uma região relativamente isolada e de alguma forma,
esquecida no país. A religiosidade do povo dessa região é bastante intensa, e se
mescla às igrejas cristãs. A simbologia cristã se mistura à elementos da antiga
religião druida formando mitos presentes apenas na região.
As aparições do condado estão dispersas em toda a região, formando alguns
grupos em pequenas cidadelas. Durante toda a história do condado, a hierarquia
de Stygia não teve interesse suficiente na região para ter uma organização formal.
As cidadelas eram simplesmente desprezadas ou vistas como fornecedoras de
escravos e relíquias.
Porém, isso mudou após o assassinato da famosa médium de Lambert chamada
Mary LeMarchand. Mary era uma médium importante, respeitada no mundo dos
vivos e dos mortos. Ajudava todas as Aparições que a buscavam e tinham razões
legitimas para contatar o mundo dos vivos.
Além disso, após o assassinato da médium, seguiu-se uma série de infestações e
ataques de espectros em todo o condado. Ao mesmo tempo, imigrantes vivos de
regiões em guerra começaram a se estabelecer e se indispor com os moradores
da região, o que causaram disputadas sangrentas de terras. Um culto religioso,
cujos membros haviam se suicidado em uma fazenda nas montanhas do condado
ressurgiu, trazendo consigo seguidores no mundo dos mortos.
A partir desse caos, Stygia decidiu enviar à região uma expedição de legionários
para investigar a origem dos conflitos e pacificar a região, podendo, a partir disso,
criar uma necrópole central para impor da ordem no condado, expulsando tanto
aparições renegadas quanto cultos religiosos. A chegada dos dignitários da
Hierarquia foi seguida de várias perseguições, resultando em muitas aparições
aprisionadas e sentenciadas às forjas. A tolerância do emissário dos hierarcas
com as aparições da região foi a menor possível.
Ao mesmo tempo, hordas de espectros são vistas lideradas por uma figura
enigmática chamada de “o diabo de Lanleff”, protetor do útero das almas decaídas,
que vivem no labirinto das ruinas do templo de Lanleff. Local onde nem mesmo os
Legionários de Stygia ousaram se aproximar.