You are on page 1of 26

As 80 questões mais prováveis no ENEM

INSTRUÇÕES AO LEITOR

Olá ! Tudo bem ?

Já sei o que você deve estar pensando!


Como assim as questões mais prováveis do ENEM ?
Bem, quero te falar que a Editora Exato, nossa parceira de conteúdo no pro-
jeto Tudo Mastigado, vem há 10 anos pesquisando as avaliações do ENEM . Foi
assim que projetamos o livro Resumão Novo ENEM. Nós falamos de “questões
prováveis” porque trabalhamos com estatísticas e estudamos como os examinado-
res constróem as provas .No ENEM do ano passado (2016) , 86% dos assuntos abor-
dados na prova estavam no livro Resumão Novo ENEM, mais de 80 mil estudantes
já passaram por esta coleção .
Então, resolvemos escolher 80 questões dos assuntos que sempre são recor-
rentes nas provas do ENEM.
Para te ajudar, duas dicas são muito úteis:

1 - Procure reservar no mínimo 50 minutos para resolver esta lista de questões


como se realmente estivesse em ambiente de prova de concurso;
2 – Não faça consultas e evite ao máximo chutar. Se não souber ou não tiver
certeza da resposta, deixe em branco. Assim, você terá um importante diagnóstico
sobre o seu nível de rendimento.

Ao final verifique seu nível de aproveitamento conferindo o seu gabarito e


identificando onde você se enquadra em relação aos perfis descritos no gráfico da
última página.

Boa prova!

Prof. Cássio Ferreira

Editora Exato
As 80 questões mais prováveis no ENEM

Mapa de Assuntos

Biologia
• Programa de Saúde II
• Ecologia – Conceitos Gerais
• Ecologia – Ciclos Biogeoquímicos e Desequilíbrios Ambientais

Física
• Leis de Newton
• Fenômenos Ondulatórios
• Corrente Elétrica, Resistência, DDP, 1ª e 2ª Leis de OHM

Química
• Estequiometria
• Funções Inorgânicas
• Equilíbrio Químico

Matemática
• Conceitos Gerais
• Probabilidade
• Regra de Três

Geografia
• Globalização
• Urbanização
• Meio Ambiente (Aspecto Político)

História
• Alta Idade Média
• Colonização Brasileira
• A República Velha

Gramática
• Pontuação
• Acentuação Gráfica
• Estilística

Literatura
• Realismo
• Teoria Literária
• Fíguras de línguagem

Editora Exato
As 80 questões mais prováveis no ENEM
BIOLOGIA
Questão 01 Questão 03

Estima-se que haja atualmente no mundo 40 milhões de A Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (AIDS) é a ma-
pessoas infectadas pelo HIV (o vírus que causa a AIDS), sendo que nifestação clínica da infecção pelo vírus HIV, que leva, em média,
as taxas de novas infecções continuam crescendo, principalmente oito anos para se manifestar. No Brasil, desde a identificação do
na África, Ásia e Rússia. Nesse cenário de pandemia, uma vacina primeiro caso de AIDS em 1980 até junho de 2007, já foram identi-
contra o HIV teria imenso impacto, pois salvaria milhões de vidas.
ficados cerca de 474 mil casos da doença. O país acumulou aproxi-
Certamente seria um marco na história planetária e também uma
madamente 192 mil óbitos devido à AIDS até junho de 2006, sendo
esperança para as populações carentes de tratamento antiviral e de
as taxas de mortalidade crescentes até meados da década de 1990
acompanhamento médico.
TANURI, A.; FERREIRA JUNIOR, O. C. Vacina contra Aids: desafios e esperanças. Ciên-
e estabilizando-se em cerca de 11 mil óbitos anuais desde 1998. [...]
cia Hoje (44) 26, 2009 (adaptado). A partir do ano 2000, essa taxa se estabilizou em cerca de 6,4 óbitos
por 100 mil habitantes, sendo esta estabilização mais evidente em
Uma vacina eficiente contra o HIV deveria: São Paulo e no Distrito Federal.
(A) induzir a imunidade, para proteger o organismo da contamina- Disponível em: http://www.aids.gov.br. Acesso em: 01 maio 2009 (adaptado).
ção viral.
(B) ser capaz de alterar o genoma do organismo portador, induzin- A redução nas taxas de mortalidade devido à AIDS a partir da déca-
do a síntese de enzimas protetoras. da de 1990 é decorrente:
(C) produzir antígenos capazes de se ligarem ao vírus, impedindo
(A) do aumento do uso de preservativos nas relações sexuais, que
que este entre nas células do organismo humano.
torna o vírus HIV menos letal.
(D) ser amplamente aplicada em animais, visto que esses são os
(B) da melhoria das condições alimentares dos soropositivos, a qual
principais transmissores do vírus para os seres humanos.
fortalece o sistema imunológico deles.
(E) estimular a imunidade, minimizando a transmissão do vírus por
gotículas de saliva. (C) do desenvolvimento de drogas que permitem diferentes formas
de ação contra o vírus HIV.
(D) das melhorias sanitárias implementadas nos últimos 30 anos,
principalmente nas grandes capitais.
Questão 02 (E) das campanhas que estimulam a vacinação contra o vírus e a
busca pelos serviços de saúde.
Investigadores das Universidades de Oxford e da Califór-
nia desenvolveram uma variedade de Aedes aegypti geneticamente
modificada que é candidata para uso na busca de redução na trans-
missão do vírus da dengue. Nessa nova variedade de mosquito, as Questão 04
fêmeas não conseguem voar devido à interrupção do desenvolvi-
mento do músculo das asas. A modificação genética introduzida é O menor tamanduá do mundo é solitário e tem hábitos
um gene dominante (basta apenas uma cópia do alelo) que só atua
noturnos, passa o dia repousando, geralmente em um emaranhado
nas fêmeas.
de cipós, com o corpo curvado de tal maneira que forma uma bola.
FU, G. et al. Female-specific Flightless phenotype for mosquito control. PNAS
107(10) 4550-4554, 2010.
Quando em atividade, se locomove vagarosamente e emite som
semelhante a um assobio. A cada gestação, gera um único filhote.
Prevê-se, porém, que a utilização dessa variedade de Aedes aegypti A cria é deixada em uma árvore à noite e é amamentada pela mãe
demore ainda anos para ser implementada, pois há demanda de até que tenha idade para procurar alimento. As fêmeas adultas têm
muitos estudos com relação ao impacto ambiental. A liberação de territórios grandes e o território de um macho inclui o de várias
machos de Aedes aegypti dessa variedade geneticamente modifi- fêmeas, o que significa que ele tem sempre diversas pretendentes
cada reduziria o número de casos de dengue em uma determinada à disposição para namorar!
região porque: Ciência Hoje das Crianças, ano 19, n. 174, nov. 2006 (adaptado).
(A) diminuiria o sucesso reprodutivo desses machos transgênicos.
(B) restringiria a área geográfica de voo dessa espécie de mosquito.
Essa descrição sobre o tamanduá diz respeito ao seu:
(C) dificultaria a contaminação e reprodução do vetor natural da
(A) habitat.
doença.
(B) biótopo.
(D) tornaria o mosquito menos resistente ao agente etiológico da
(C) nível trófico.
doença.
(E) dificultaria a obtenção de alimentos pelos machos geneticamen- (D) nicho ecológico.
te modificados. (E) potencial biótico.

4
Editora Exato
As 80 questões mais prováveis no ENEM
Questão 05 Considerando o texto, uma alternativa viável para combater o efei-
to estufa é:
O nitrogênio é essencial para a vida e o maior reservatório (A) reduzir o calor irradiado pela Terra mediante a substituição da
global desse elemento, na forma de N2, é a atmosfera. Os principais produção primária pela industrialização refrigerada.
responsáveis por sua incorporação na matéria orgânica são micror- (B) promover a queima da biomassa vegetal, responsável pelo au-
ganismos Fixadores de N2, que ocorrem de forma livre ou simbion- mento do efeito estufa devido à produção de CH4.
tes com plantas. (C) reduzir o desmatamento, mantendo-se, assim, o potencial da
ADUAN, R. E. et al. Os grandes ciclos biogeoquímicos do planeta. vegetação em absorver o CO2 da atmosfera.
Planaltina: Embrapa, 2004 (adaptado). (D) aumentar a concentração atmosférica de H2O, molécula capaz
de absorver grande quantidade de calor.
Animais garantem suas necessidades metabólicas desse elemento (E) remover moléculas orgânicas polares da atmosfera, diminuindo
pela a sua capacidade de reter calor.
(A) absorção do gás nitrogênio pela respiração.
(B) ingestão de moléculas de carboidratos vegetais.
(C) incorporação de nitritos dissolvidos na água consumida.
(D) transferência da matéria orgânica pelas cadeias tróficas. Questão 08
(E) protocooperação com microrganismos fixadores de nitrogênio.
Uma pesquisadora deseja reflorestar uma área de mata
ciliar quase que totalmente desmatada. Essa formação vegetal é
um tipo de floresta muito comum nas margens de rios dos cerrados
Questão 06 no Brasil Central e, em seu clímax, possui vegetação arbórea perene
e apresenta dossel fechado, com pouca incidência luminosa no solo
Com o objetivo de substituir as sacolas de polietileno, e nas plântulas. Sabe-se que a incidência de luz, a disponibilidade
de nutrientes e a umidade do solo são os principais fatores do meio
alguns supermercados têm utilizado um novo tipo de plástico eco-
ambiente físico que influenciam no desenvolvimento da planta.
lógico, que apresenta em sua composição amido de milho e uma
Para testar unicamente os efeitos da variação de luz, a pesquisado-
resina polimérica termoplástica, obtida a partir de uma fonte petro-
ra analisou, em casas de vegetação com condições controladas, o
química.
desenvolvimento de plantas de 10 espécies nativas da região des-
ERENO, D. Plásticos de vegetais. Pesquisa Fapesp, n. 179, jan. 2011 (adaptado).
matada sob quatro condições de luminosidade: uma sob sol pleno e
as demais em diferentes níveis de sombreamento. Para cada trata-
Nesses plásticos, a fragmentação da resina polimérica é facilitada mento experimental, a pesquisadora relatou se o desenvolvimento
porque os carboidratos presentes da planta foi bom, razoável ou ruim, de acordo com critérios espe-
(A) dissolvem-se na água. cíficos. Os resultados obtidos foram os seguintes:
(B) absorvem água com facilidade.
(C) caramelizam por aquecimento e quebram.
(D) são digeridos por organismos decompositores.
(E) decompõem-se espontaneamente em contato com água e gás
carbônico.

Questão 07

A atmosfera terrestre é composta pelos gases nitrogênio


(N2) e oxigênio (O2), que somam cerca de 99%, e por gases traços,
entre eles o gás carbônico (CO2), vapor de água (H2O), metano
(CH4), ozônio (O3) e o óxido nitroso (N2O), que compõem o restante Para o reflorestamento da região desmatada,
1% do ar que respiramos. Os gases traços, por serem constituídos (A) a espécie 8 é mais indicada que a 1, uma vez que aquela possui
por pelo menos três átomos, conseguem absorver o calor irradiado melhor adaptação a regiões com maior incidência de luz.
pela Terra, aquecendo o planeta. Esse fenômeno, que acontece há (B) recomenda-se a utilização de espécies pioneiras, isto é, aquelas
bilhões de anos, é chamado de efeito estufa. A partir da Revolução que suportam alta incidência de luz, como as espécies 2, 3 e 5.
(C) sugere-se o uso de espécies exóticas, pois somente essas po-
Industrial (século XIX), a concentração de gases traços na atmosfe-
dem suportar a alta incidência luminosa característica de regiões
ra, em particular o CO2, tem aumentado significativamente, o que
desmatadas.
resultou no aumento da temperatura em escala global. Mais recen- (D) espécies de comunidade clímax, como as 4 e 7, são as mais in-
temente, outro fator tornou-se diretamente envolvido no aumento dicadas, uma vez que possuem boa capacidade de aclimatação a
da concentração de CO2 na atmosfera: o desmatamento. diferentes ambientes.
BROWN, I. F.; ALECHANDRE, A. S. Conceitos básicos sobre clima, carbono, florestas e (E) é recomendado o uso de espécies com melhor desenvolvimento
comunidades. A.G. Moreira & S. Schwartzman. As mudanças climáticas globais e os à sombra, como as plantas das espécies 4, 6, 7, 9 e 10, pois essa
ecossistemas brasileiros. Brasília: Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia, 2000 floresta, mesmo no estágio de degradação referido, possui dossel
(adaptado). fechado, o que impede a entrada de luz.

5
Editora Exato
As 80 questões mais prováveis no ENEM
Questão 09 teza.
(C) movimento circular de seixos e areias, arrastados por águas
Certas espécies de algas são capazes de absorver rapida- turbilhonares.
mente compostos inorgânicos presentes na água, acumulando-os (D) decomposição das camadas sedimentares, resultante da alte-
durante seu crescimento. Essa capacidade fez com que se pensasse ração química.
em usá-las como biofiltros para a limpeza de ambientes aquáticos (E) assoreamento no fundo do rio, proporcionado pela chegada de
contaminados, removendo, por exemplo, nitrogênio e fósforo de material sedimentar.
resíduos orgânicos e metais pesados provenientes de rejeitos in-
dustriais lançados nas águas. Na técnica do cultivo integrado, ani-
mais e algas crescem de forma associada, promovendo um maior
equilíbrio e cológico.
SORIANO, E. M. Filtr os vivos para limpar a água.
Revista Ciência Hoje. V. 37, n° 219, 2005 (adap tado).

A utilização da técnica do cultivo integrado de animais e algas repre-


senta uma proposta favorável a um ecossistema mais equilibrado
porque:
(A) os animais eliminam metais pesados, que são usados pelas algas
para a síntese de biomassa.
(B) os animais fornecem excretas orgânicos nitrogenados, que são
transformados em gás carbônico pelas algas.
(C) as algas usam os resíduos nitrogenados liberados pelos animais
e eliminam gás carbônico na fotossíntese, usado na respiração ae-
róbica.
(D) as algas usam os resíduos nitrogenados provenientes do meta-
bolismo dos animais e, durante a síntese de compostos orgânicos,
liberam oxigênio para o ambiente.
(E) as algas aproveitam os resíduos do metabolismo dos animais e,
durante a quimiossíntese de compostos orgânicos, liberam oxigênio
para o ambiente.

Questão 10

SUERTEGARAY, D. M. A. (Org.).Terra: feições ilustradas.


Porto Alegre: EdUFRGS, 2003 (adaptado).

A imagem representa o resultado da erosão que ocorre em rochas


nos leitos dos rios, que decorre do processo natural de
(A) fraturamento geológico, derivado da força dos agentes internos.
(B) solapamento de camadas de argilas, transportadas pela corren-

6
Editora Exato
As 80 questões mais prováveis no ENEM
FÍSICA
Questão 11 Questão 14

Um garoto foi à loja comprar um estilingue e encontrou dois mo- As ondas eletromagnéticas, como a luz visível e as ondas
delos: um com borracha mais “dura” e outro com borracha mais de rádio, viajam em linha reta em um meio homogêneo. Então, as
“mole”. O garoto concluiu que o mais adequado seria o que propor- ondas de rádio emitidas na região litorânea do Brasil não alcança-
cionasse maior alcance horizontal, D, para as mesmas condições de riam a região amazônica do Brasil por causa da curvatura da Terra.
arremesso, quando submetidos à mesma força aplicada. Sabe-se Entretanto sabemos que é possível transmitir ondas de rádio entre
que a constante elástica kd (do estilingue mais “duro”) é o dobro da essas localidades devido à ionosfera.
constante elástica km (do estilingue mais “mole”).
𝐷𝐷𝑑𝑑 Com a ajuda da ionosfera, a transmissão de ondas planas entre o
A razão entre os alcances , referentes aos estilingues com bor- litoral do Brasil e a região amazônica é possível por meio da:
𝐷𝐷𝑚𝑚
rachas “dura” e “mole”, respectivamente, é igual a (A) reflexão
1 (B) refração
(A) .
4 (C) difração
1 (D) polarização
(B) .
2 (E) interferência
(C) 1.
(D) 2.
(E) 4.
Questão 15

Ao contrário dos rádios comuns (AM ou FM), em que uma


Questão 12 única antena transmissora é capaz de alcançar toda a cidade, os
celulares necessitam de várias antenas para cobrir um vasto terri-
Num sistema de freio convencional, as rodas do carro travam os tório. No caso dos rádios FM, a frequência de transmissão está na
pneus derrapam no solo, caso a força exercida sobre o pedal seja casa dos MHz (ondas de rádio), enquanto, para os celulares, a fre-
muito intensa. O sistema ABS evita o travamento das rodas, man- quência está na casa dos GHz (micro-ondas). Quando comparado
tendo a força de atrito no seu valor estático máximo, sem derrapa- aos rádios comuns, o alcance de um celular é muit o menor.
gem. O coeficiente de atrito estático da borracha em contato com o
concreto vale μe = 1,0 e o coeficiente de atrito conético para o mes- Considerando-se as informações do texto, o fator que possibilita
mo par de materiais é μc = 0,75. Dois carros, com velocidades inicias essa diferença entre propagação das ondas de rádio e as de micro-
iguais a 108 km/h, iniciam a frenagem numa estrada perfeitamen- -ondas é que as ondas de rádio são:
te horizontal de concreto no mesmo ponto. O carro 1 tem sistema (A) facilmente absorvidas na camada da atmosfera superior conhe-
ABS e utiliza a força de atrito estática máxima para a frenagem; já o cida como ionosfera.
carro 2 trava as rodas, de maneira que a força de atrito efetiva é a (B) capazes de contornar uma diversidade de obstáculos como ár-
vores, edifícios e pequenas elevações.
cinética. Considere g = 10 m/s2.
(C) mais refratadas pela atmosfera terrestre, que apresenta maior
índice de refração para as ondas de rádio.
As distâncias, medidas a partir do ponto em que iniciam a frenagem,
(D) menos atenuadas por interferência, pois o número de aparelhos
que os carros 1 (d1) e 2 (d2) percorrem até parar são, respectivamente,
que utilizam ondas de rádio é menor.
(A) d1 = 45m e d2 = 60m.
(E) constituídas por pequenos comprimentos de onda que lhes con-
(B) d1 = 60m e d2 = 45m.
ferem um alto poder de penetração em matérias de baixa densidade.
(C) d1 = 90m e d2 = 120m.
(D) d1 = 5,8 × 102m e d2 = 7,8 × 102m.
(E) d1 = 7,8 × 102m e d2 = 5,8 × 102m.
Questão 16

Em viagens de avião, é solicitado aos passageiros o des-


Questão 13 ligamento de todos os aparelhos cujo funcionamento envolva a
emissão ou a recepção de ondas eletromagnéticas. O procedimen-
Uma pessoa necessita de força de atrito em seus pés para se des- to é utilizado para eliminar fontes de radiação que possam interferir
locar sobre uma superfície. Logo, uma pessoa que sobe uma rampa em linha nas comunicações via rádio dos pilotos com a torre de controle.
reta será auxiliada pela força de atrito exercida pelo chão em seus pés.
Em relação ao movimento dessa pessoa, quais são a direção e o A propriedade das ondas emitidas que justifica o procedimento
sentido da força de atrito mencionada no texto? adotado é o fato de:
(A) Perpendicular ao plano e no mesmo sentido do movimento. (A) terem fases opostas.
(B) Paralelo ao plano e no sentido contrário ao movimento. (B) serem ambas audíveis.
(C) Paralelo ao plano e no mesmo sentido do movimento. (C) terem intensidades inversas.
(D) Horizontal e no mesmo sentido do movimento. (D) serem de mesma amplitude.
(E) Vertical e sentido para cima. (E) terem frequências próximas.

7
Editora Exato
As 80 questões mais prováveis no ENEM
Questão 17 mazenada,
à rede de assistência técnica especializada para repasse
Um experimento para comprovar a natureza ondulatória da radia- a fabricantes e/ou importadores.
ção de micro-ondas foi realizado da seguinte forma: anotou-se a (D) criar nas cidades, especialmente naquelas com mais de 100 mil
frequência de operação de um forno de micro-ondas e, em seguida, habitantes, pontos estratégicos de coleta de baterias e pilhas, para
retirou-se sua plataforma giratória. No seu lugar, colocou- posterior repasse a fabricantes e/ou importadores.
-se uma travessa refratária com uma camada grossa de manteiga. (E) exigir que fabricantes invistam em pesquisa para a substituição
Depois disso, o forno foi ligado por alguns segundos. Ao se retirar a desses metais tóxicos por substâncias menos nocivas ao homem e
travessa refratária do forno, observou-se que havia três pontos de ao ambiente, e que não sejam bioacumulativas.
manteiga derretida alinhados sobre toda a travessa. Parte da onda
estacionária gerada no interior do forno é ilustrada na figura.

Questão 19

Um curioso estudante, empolgado com a aula de circuito


elétrico a que assistiu na escola, resolve desmontar sua lanterna.
Utilizando-se da lâmpada e da pilha, retiradas do equipamento, e
de um fio com as extremidades descascadas, faz as seguintes liga-
ções com a intenção de acender a lâmpada:
De acordo com as figuras, que posições correspondem a dois pon-
tos consecutivos da manteiga derretida?
(A) I e III
(B) I e V
(C) II e III
(D) II e IV
(E) II e V

Questão 18 GONÇALVES FILHO, A.; BAROLLI, E. Instalação Elétrica: investigando e aprendendo.


São Paulo: Scipione, 1997 (adaptado).
Cerca de 1% do lixo urbano é constituído por resíduos
sólidos contendo elementos tóxicos. Entre esses elementos estão Tendo por base os esquemas mostrados, em quais casos a lâmpada
metais pesados como o cádmio, o chumbo e o mercúrio, compo- acendeu?
nentes de pilhas e baterias, que são perigosos à saúde humana e (A) (1), (3), (6)
ao meio ambiente. Quando descartadas em lixos comuns, pilhas e (B) (3), (4), (5)
baterias vão para aterros sanitários ou lixões a céu aberto, e o va- (C) (1), (3), (5)
zamento de seus componentes contamina o solo, os rios e o lençol (D) (1), (3), (7)
freático, atingindo a flora e a fauna. Por serem bioacumulativos e (E) (1), (2), (5)
não biodegradáveis, esses metais chegam de forma acumulada aos
seres humanos, por meio da cadeia alimentar. A legislação vigente
(Resolução CONAMA no 257/1999) regulamenta o destino de pi-
lhas e baterias após seu esgotamento energético e determina aos Questão 20
fabricantes e/ou importadores a quantidade máxima permitida
desses metais em cada tipo de pilha/bateria, porém o problema O chuveiro elétrico é um dispositivo capaz de transformar
ainda persiste. energia elétrica em energia térmica, o que possibilita a elevação da
Disponível em: http://www.mma.gov.br. Acesso em: 11 jul. 2009 (adaptado). temperatura da água. Um chuveiro projetado para funcionar em
110 V pode ser adaptado para funcionar em 220 V, de modo a man-
Uma medida que poderia contribuir para acabar definitivamente ter inalterada sua potência.
com o problema da poluição ambiental por metais pesados rela-
tado Uma das maneiras de fazer essa adaptação é trocar a resistência do
no texto seria: chuveiro por outra, de mesmo material e com o(a):
(A) deixar de consumir aparelhos elétricos que utilizem pilha ou (A) Dobro do comprimento do fio.
bateria (B) Metade do comprimento do fio.
como fonte de energia. (C) Metade da área da seção reta do fio.
(B) usar apenas pilhas ou baterias recarregáveis e de vida útil longa (D) Quádruplo da área da seção reta do fio.
e evitar ingerir alimentos contaminados, especialmente peixes. (E) Quarta parte da área da seção rata do fio.
(C) devolver pilhas e baterias, após o esgotamento da energia ar-

8
Editora Exato
As 80 questões mais prováveis no ENEM
QUÍMICA
Questão 21 (C) 60.
(D) 170.
No Japão, um movimento nacional para a promoção da luta (E) 1 000.
contra o aquecimento global leva o slogan: 1 pessoa, 1 dia, 1 kg de
CO2 a menos! A ideia é cada pessoa reduzir em 1 kg a quantidade
de CO2 emitida todo dia, por meio de pequenos gestos ecológicos,
como diminuir a queima de gás de cozinha. Questão 24
Um hamburguer ecológico? É pra já! Disponível em: http://lqes.iqm.unicamp.br. Aces-
so em: 24 fev. 2012 (adaptado).
Segundo dados do Balanço Energético Nacional de 2008, do Minis-
tério das Minas e Energia, a matriz energética brasileira é compos-
Considerando um processo de combustão completa de um gás de ta por hidrelétrica (80%), termelétrica (19,9%) e eólica (0,1%). Nas
cozinha composto exclusivamente por butano (C4H10), a mínima
termelétricas, esse percentual é dividido conforme o combustível
quantidade desse gás que um japonês deve deixar de queimar para
usado, sendo: gás natural (6,6%), biomassa (5,3%), derivados de
atender à meta diária, apenas com esse gesto, é de:
petróleo (3,3%), energia nuclear (3,1%) e carvão mineral (1,6%).
Dados: CO2 (44 g/mol); C4H10 (58 g/mol)
Com a geração de eletricidade da biomassa, pode-se considerar
(A) 0,25 kg.
que ocorre uma compensação do carbono liberado na queima do
(B) 0,33 kg.
(C) 1,0 kg. material vegetal pela absorção desse elemento no crescimento das
(D) 1,3 kg. plantas. Entretanto, estudos indicam que as emissões de metano
(E) 3,0 kg (CH4) das hidrelétricas podem ser comparáveis às emissões de CO2
das termelétricas
MORET, A. S.; FERREIRA, I. A. As hidrelétricas do Rio Madeira e os impactos so-
cioambientais da eletrificação no Brasil. Revista Ciência Hoje. V. 45, n° 265, 2009

Questão 22 (adaptado).

O brasileiro consome em média 500 miligramas de cálcio No Brasil, em termos do impacto das fontes de energia no cresci-
por dia, quando a quantidade recomendada é o dobro. Uma ali- mento do efeito estufa, quanto à emissão de gases, as hidrelétricas
mentação balanceada é a melhor decisão para evitar problemas no seriam consideradas como uma fonte:
futuro, como a osteoporose, uma doença que atinge os ossos. Ela (A) limpa de energia, contribuindo para minimizar os efeitos desse
se caracteriza pela diminuição substancial de massa óssea, tornan- fenômeno.
do os ossos frágeis e mais suscetíveis a fraturas. (B) eficaz de energia, tornando-se o percentual de oferta e os be-
Disponível em: www.anvisa.gov.br. Acesso em: 1 ago. 2012 (adaptado). neficios verificados.
(C) limpa de energia, não afetando ou alterando os níveis dos gases
Considerando-se o valor de 6 × 1023 mol–1 para a constante de Avo- do efeito estufa.
gadro e a massa molar do cálcio igual a 40 g/mol, qual a quantidade (D) poluidora, colaborando com níveis altos de gases de efeito estu-
mínima diária de átomos de cálcio a ser ingerida para que uma pes- fa em função de seu potencial de oferta.
soa supra suas necessidades? (E) alternativa, tomando-se por referência a grande emissão de ga-
(A) 7,5 × 1021 ses de efeito estufa das demais fontes geradoras
(B) 1,5 × 1022
(C) 7,5 × 1023
(D) 1,5 × 1025
(E) 4,8 × 1025
Questão 25

Os oceanos absorvem aproximadamente um terço das emissões de


CO2 procedentes de atividades humanas, como a queima de com-
Questão 23
bustíveis fósseis e as queimadas. O CO2 combina-se com as águas
dos oceanos, provocando uma alteração importante em suas pro-
Para cada litro de etanol produzido em uma indústria de cana-de-
priedades. Pesquisas com vários organismos marinhos revelam que
-açúcar são gerados cerca de 18 L de vinhaça que é utilizada na
irrigação das plantações de cana-de-açúcar, já que contém teores essa alteração nos oceanos afeta uma série de processos biológicos
médios de nutrientes N, P e K iguais a 357 mg/L, 60 mg/L e 2 034 necessários para o desenvolvimento e a sobrevivência de várias es-
mg/L, respectivamente. pécies da vida marinha.
SILVA, M. A. S.; GRIEBELER, N. P.; BORGES, L. C. Uso de vinhaça e impactos nas
propriedades do solo e lençol freático. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e A alteração a que se refere o texto diz respeito ao aumento:
Ambiental, n. 1, 2007 (adaptado). (A) da acidez das águas dos oceanos.
(B) do estoque de pescado nos oceanos.
Na produção de 27 000 L de etanol, a quantidade total de fósforo, (C) da temperatura média dos oceanos.
em kg, disponível na vinhaça será mais próxima de (D) do nível das águas dos oceanos.
(A) 1. (E) da salinização das águas dos oceanos.
(B) 29.

9
Editora Exato
As 80 questões mais prováveis no ENEM
Questão 26 Questão 29

Sabe-se que o aumento da concentração de gases como CO2, CH4 Visando minimizar impactos ambientais, a legislação brasileira
e N2O na atmosfera é um dos fatores responsáveis pelo agrava- determina que resíduos químicos lançados diretamente no corpo
mento do efeito estufa. A agricultura é uma das atividades hu- receptor tenham pH entre 5,0 e 9,0. Um resíduo líquido aquoso
manas que pode contribuir tanto para a emissão quanto para o gerado em um processo industrial tem concentração de íons hidro-
sequestro desses gases, dependendo do manejo da matéria or- xila igual a 1,0 x 10-10 mol/L. Para atender a legislação, um químico
gânica no solo. separou as seguintes substâncias, disponibilizadas no almoxarifado
ROSA, A. H.; COELHO, J. C. R. Cadernos Temáticos da Química Nova na Escola. São da empresa: CH3COOH, Na2SO4, CH3OH, K2CO3 e NH4Cl. Para que
Paulo, n. 5 nov. 2003 (adaptato). o resíduo possa ser lançado diretamente no corpo receptor, qual
substância poderia ser empregada no ajuste do pH?
De que maneira as práticas agrícolas podem ajudar a minimizar o (A) CH3COOH
agravamento do efeito estufa? (B) Na2SO4
(A) Evitando a rotação de culturas. (C) CH3OH
(B) Liberando o CO2 presente no solo. (D) K2CO3
(C) Aumentando a quantidade de matéria orgânica no solo. (E) NH4Cl
(D) Queimando a matéria orgânica que se deposita no solo.
(E) Atenuando a concentração de resíduos vegetais do solo.

Questão 30

Questão 27 Um pesquisador percebe que o rótulo de um dos vidros em que


guarda um concentrado de enzimas digestivas está ilegível. Ele não
Em um experimento, colocou-se água até a metade da capacida- sabe qual enzima o vidro contém, mas desconfia de que seja uma
de de um frasco de vidro e, em seguida, adicionaram-se três gotas prótese gástrica, que age no estômago digerindo proteínas. Saben-
de solução alcoólica de fenolftaleína. Adicionou-se bicarbonato de do que a digestão no estômago é ácida e no intestino é básica, ele
sódio comercial, em pequenas quantidades, até que a solução se monta cinco tubos de ensaio com alimentos diferentes, adiciona
tornasse rosa. Dentro do frasco, acendeu-se um palito de fósforo, o concentrado de enzimas em soluções com pH determinado e
o qual foi apagado assim que a cabeça terminou de queimar. Ime- aguarda para ver se a enzima age em algum deles.
diatamente, o frasco foi tampado. Em seguida, agitou-se o frasco
tampado e observou-se o desaparecimento da cor rosa. O tubo de ensaio em que a enzima deve agir para indicar que a
MATEUS, A. L. Química na cabeça. Belo Horizonte: UFMG, 2001 (adaptado). hipótese do pesquisador está correta é aquele que contém:
(A) cubo de batata em solução com pH = 9.
A explicação para o desaparecimento da cor rosa é que, com a com- (B) pedaço de carne em solução com pH = 5.
bustão do palito de fósforo, ocorreu o(a) (C) clara de ovo cozida em solução com pH = 9.
(A) formação de óxidos de caráter ácido. (D) porção de macarrão em solução com pH = 5.
(B) evaporação do indicador fenolftaleína. (E) bolinha de manteiga em solução com pH = 9.
(C) vaporização de parte da água do frasco.
(D) vaporização dos gases de caráter alcalino.
(E) aumento do pH da solução no interior do frasco.

Questão 28

Às vezes, ao abrir um refrigerante, percebe-se que uma parte do


produto vaza rapidamente pela extremidade do recipiente. A ex-
plicação para esse fato está relacionada à pertubação do equilíbrio
químico existente entre alguns dos ingredientes do produto, de
acordo com a equação:

CO2(g) + H2 O(l) ⇌ H2 CO3(aq )

A alteração do equilíbrio anterior, relacionada ao vazamento do re-


frigerante nas condições descritas, tem como consequência a:
(A) liberação de CO2 para o ambiente.
(B) elevação da temperatura do recipiente.
(C) elevação da pressão interna no recipiente.
(D) elevação da concentração de CO2 no líquido.
(E) formação de uma quantidade significativa de H2O.

10
Editora Exato
As 80 questões mais prováveis no ENEM
MATEMÁTICA
Questão 31 Questão 34

Em 2010, um caos aéreo afetou o continente europeu, Em uma empresa de móveis, um cliente encomenda um guarda-
devido à quantidade de fumaça expelida por um vulcão na Islândia, -roupa nas dimensões 220 cm de altura, 120 cm de largura e 50 cm
o que levou ao cancelamento de inúmeros voos. Cinco dias após o de profundidade. Alguns dias depois, o projetista, com o desenho
início desse caos, todo o espaço aéreo europeu acima de 6 000 me- elaborado na escala 1 : 8, entra em contato com o cliente para fazer
tros estava liberado, com exceção do espaço aéreo da Finlândia. Lá, sua apresentação. No momento da impressão, o profissional per-
apenas voos internacionais acima de 31 mil pés estavam liberados. cebe que o desenho não caberia na folha de papel que costumava
Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br. Acesso em: 21 abr. 2010 (adaptado).
usar. Para resolver o problema, configurou a impressora
para que a figura fosse reduzida em 20%.
Considere que 1 metro equivale a aproximadamente 3,3 pés. Qual
a diferença, em pés, entre as altitudes liberadas na Finlândia e no
A altura, a largura e a profundidade do desenho impresso para a
restante do continente europeu cinco dias após o início do caos?
apresentação serão, respectivamente,
(A) 3 390 pés.
(A) 22,00 cm, 12,00 cm e 5,00 cm.
(B) 9 390 pés.
(B) 27,50 cm, 15,00 cm e 6,25 cm.
(C) 11 200 pés.
(C) 34,37 cm, 18,75 cm e 7,81 cm.
(D) 19 800 pés.
(D) 35,20 cm, 19,20 cm e 8,00 cm.
(E) 50 800 pés.
(E) 44,00 cm, 24,00 cm e 10,00 cm.

Questão 32
Questão 35
Muitas medidas podem ser tomadas em nossas casas visando à uti-
lização racional de energia elétrica. Isso deve ser uma atitude diária Em uma reserva florestal existem 263 espécies de peixes,
de cidadania. Uma delas pode ser a redução do tempo no banho. 122 espécies de mamíferos, 93 espécies de répteis, 1 132 espécies
Um chuveiro com potência de 4 800 W consome 4,8 kW por hora. de borboletas e 656 e spécies de aves.
Uma pessoa que toma dois banhos diariamente, de 10 minutos Disponível em: http:www.wwf.org.br. Acesso em: 23 abr. 2010 (adaptado).
cada, consumirá em sete dias, quantos kW?
(A) 0,8 Se uma espécie animal for capturada ao acaso, qual a probabilidade
(B) 1,6 de ser uma borboleta?
(C) 5,6 (A) 63,31%
(D) 11,2 (B) 60,18%
(E) 33,6 (C) 56,52%
(D) 49,96%
(E) 43,27%

Questão 33

Uma indústria fabrica um único tipo de produto e sempre Questão 36


vende tudo o que produz. O custo total para fabricar uma quan-
tidade que de produtos é dado por uma função, simbolizada por O psicólogo de uma empresa aplica um teste para analisar a aptidão
CT, enquanto o faturamento que a empresa obtém com a venda da de um candidato a determinado cargo. O teste consiste em uma
quantidade que também é uma função, simbolizada por FT. O lucro série de perguntas cujas respostas devem ser verdadeiro ou falso e
total (LT) obtido pela venda da quantidade q de produtos é dado termina quando o psicológo fizer a décima pergunta ou quando o
pela expressão LT(q) = FT(q) – CT(q). candidato der a segunda resposta errada. Com base em testes an-
teriores, o psicólogo sabe que a probabilidade de o candidato errar
Considerando-se as funções FT(q) = 5q e CT(q) = 2q + 12 como fa- uma resposta é 0,20.
turamento e custo, qual a quantidade mínima de produtos que a
indústria terá de fabricar para não ter prejuízo? A probabilidade de o teste terminar na quinta pergunta é
(A) 0 (A) 0,02048.
(B) 1 (B) 0,08192.
(C) 3 (C) 0,24000.
(D) 4 (D) 0,40960.
(E) 5 (E) 0,49152.

11
Editora Exato
As 80 questões mais prováveis no ENEM
Questão 37 áreas de preservação, incluindo florestas e mananciais, cubram por
volta de 470 milhões de hectares. Aproximadamente 280 milhões
No próximo final de semana, um grupo de alunos participará de se destinam à agropecuária, 200 milhões para pastagens e 80 mi-
uma aula de campo. Em dias chuvosos, aulas de campo não po- lhões para a agricultura, somadas as lavouras anuais e as perenes,
dem ser realizadas. A ideia é que essa aula seja no sábado, mas, se como o café e a fruticultura.
estiver chovendo no sábado, a aula será adiada para o domingo. FORTES, G. Recuperação de pastagens é alternativa para ampliar cultivos. Folha de S.
Segundo a meteorologia, a probabilidade de chover no sábado é de Paulo, 30 out. 2011.
30% e a de chover no domingo é de 25%.
De acordo com os dados apresentados, o percentual corresponden-
A probabilidade de que a aula de campo ocorra no domingo é de te à área utilizada para agricultura em relação à área do território
(A) 5,0% brasileiro é mais próximo de
(B) 7,5% (A) 32,8%
(C) 22,5% (B) 28,6%
(D) 30,0% (C) 10,7%
(E) 75,0% (D) 9,4%
(E) 8,0%

Questão 38

10 operários fazem 200 metros de um trabalho em 1 5 dias de 8


horas. Quantas horas devem trabalhar por dia, 15 operários, cuja
capacidade de trabalho é duas vezes a dos primeiros, para fazerem,
em 8 dias, 900 metros de outro trabalho, cuja dificuldade seja 2/5
da dos primeiros?
(A) 8
(B) 9
(C) 10
(D) 11

Questão 39

Uma ponte precisa ser dimensionada de forma que possa ter três
pontos de sustentação. Sabe-se que a carga máxima suportada pela
ponte será de 12 t. O ponto de sustentação central receberá 60%
da carga da ponte, e o restante da carga será distribuído igualmente
entre os outros dois pontos de sustentação.

No caso de carga máxima, as cargas recebidas pelos três pontos de


sustentação serão, respectivamente,
(A) 1,8 t; 8,4 t; 1,8 t.
(B) 3,0 t; 6,0 t; 3,0 t.
(C) 2,4 t; 7,2 t; 2,4 t.
(D) 3,6 t; 4,8 t; 3,6 t.
(E) 4,2 t; 3,6 t; 4,2 t.

Questão 40

O Brasil é um país com uma vantagem econômica clara no terre-


no dos recursos naturais, dispondo de uma das maiores áreas com
vocação agrícola do mundo. Especialistas calculam que, dos 853
milhões de hectares do país, as cidades, as reservas indígenas e as

12
Editora Exato
As 80 questões mais prováveis no ENEM
GEOGRAFIA
Questão 41 e sua característica mais óbvia. Precisamos olhar além da econo-
mia. Antes de tudo, a globalização depende da eliminação de obs-
Leia o texto a seguir. táculos técnicos, não de obstáculos econômicos. Isso tornou pos-
“[...] os valores e interesses predominantes são construí- sível organizar a produção, e não apenas o c omércio, em esc ala
dos sem referência ao passado ou ao futuro no panorama intempo- internacional.
ral das redes de computadores e da mídia eletrônica, em que todas HOBSBAWM, E. O novo século: entrevista a Antonio Polito.
as expressões ou são instantâneas, ou não apresentam sequência São Paulo: Cia. das Letras, 2000 (adaptado).
previsível.
[…] Essa virtualidade é nossa realidade porque está na Um fator essencial para a organização da produção, na conjuntura
estrutura desses sistemas simbólicos intemporais desprovidos de destacada no texto, é a
lugar cujas categorias construímos e cujas imagens, também por (A) criação de uniões aduaneiras.
nós evocadas, modelam o comportamento, influenciam a política, (B) difusão de padrões culturais.
acalentam sonhos e provocam pesadelos.” (C) melhoria na infraestrutura de transportes.
CASTELLS, Manuel. A era da informação: economia, sociedade e cultura. São Paulo: (D) supressão das barreiras para comercialização.
Paz e Terra, 1999. v. 3. p. 411; 439. (E) organização de regras nas relações internacionais.

Nos últimos anos tem crescido de forma acentuada a utilização das


redes sociais na internet, principalmente pelos mais jovens. Os pro-
testos agora se difundem globalmente, e abaixo-assinados e peti- Questão 44
ções públicas se reproduzem pelas redes, dando um novo significa-
do ao conceito de cidadania. Com base no texto e nas informações TEXTO I
apresentadas, conclui-se que, com o uso da internet,
(A) as redes sociais têm contribuído para tornar o mundo mais hu- O que vemos no país é uma espécie de espraiamento e a ma-
mano e tolerante. nifestação da agressividade através da violência. Isso se desdobra de
(B) as redes sociais levam as pessoas a tornarem-se mais ativas na maneira evidente na criminalidade, que está presente em todos os re-
luta pela distribuição das riquezas. dutos - seja nas áreas abandonadas pelo poder público, seja na política
(C) os jovens encontram nas redes sociais um instrumento real para
ou no futebol. O brasileiro não é mais violento do que outros povos,
transformar a sociedade.
mas a fragilidade do exercício e do reconhecimento da cidadania e a
(D) as redes sociais potencializam revoltas e manifestações, mas ca-
ausência do Estado em vários territórios do país se impõem como um
recem de organização e limitam-se no tempo.
caldo de cultura no qual a agressividade e a violência fincam suas raízes.
(E) os questionamentos críticos nas redes sociais têm mudado o
Entrevista com Joel Birman. A Corrupção é um crime sem rosto. IstoÉ.
comportamento consumista da juventude.
Edição 2099,3 fev. 2010.

TEXTO II
Questão 42
Nenhuma sociedade pode sobreviver sem canalizar as
Em 1960, os 20% mais ricos da população mundial dispunham de um pulsões e emoções do indivíduo, sem um controle muito específi-
capital trinta vezes mais elevado do que o dos 20% mais pobres, o co de seu comportamento. Nenhum controle desse tipo é possível
que já era escandaloso. Mas, ao invés de melhorar, a situação ainda sem que as pessoas anteponham limitações umas às outras, e todas
se agravou. Hoje, o capital dos ricos em relação ao dos pobres é, não as limitações são convertidas, na pessoa a quem são impostas, em
mais trinta, mas oitenta e duas vezes mais elevado. medo de um ou outro tipo.
RAMONET, I. Guerras do século XXI: novos temores e novas ameaças. Petrópolis: ELlAS, N. O Processo Civilizador. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1993.
Vozes, 2003 (adaptado).
Considerando-se a dinâmica do processo civilizador, tal como des-
Que característica socioeconômica está expressa no texto? crito no Texto II, o argumento do Texto I acerca da violência e agres-
(A) Expansão Demográfica. sividade na sociedade brasileira expressa a:
(B) Homogeneidade social. (A) incompatibilidade entre os modos democráticos de convívio so-
(C) Concentração de renda. cial e a presença de aparatos de controle policial.
(D) Desemprego conjuntural. (B) manutenção de práticas repressivas herdadas dos períodos dita-
(E) Desenvolvimento econômico. toriais sob a forma de leis e atos administrativos.
(C) inabilidade das forças militares em conter a violência decorrente
das ondas migratórias nas grandes cidades brasileiras.
(D) dificuldade histórica da sociedade brasileira em institucionalizar
Questão 43
formas de controle social compatíveis com valores democráticos.
(E) incapacidade das instituições político-legislativas em formular meca-
Não acho que seja possível identificar a globalização apenas com a
nismos de controle social específicos à realidade social brasileira.
criação de uma economia global, embora este seja seu ponto focal

13
Editora Exato
As 80 questões mais prováveis no ENEM
Questão 45 alterando os ciclos hidrológicos e a biodiversidade.
(D) pela recuperação de áreas agrícolas degradadas, transforman-
Embora haja dados comuns que dão unidade ao fenôme- do-as em matas biologicamente diversificadas e produtivas.
no da urbanização na África, na Ásia e na América Latina, os impac- (E) pela cultura de produtos orgânicos em pequena escala, sem adi-
tos são distintos em cada continente e mesmo dentro de cada país, ção de fertilizantes, pesticidas e impactos ambientais.
ainda que as modernizações se deem com o mesmo conjunto de
inovações.
ELIAS, D. Fim do século e urbanização no Brasil. Revista Ciência Geográfica, ano IV, n.
11, set./dez. 1988. Questão 48

O texto aponta para a complexidade da urbanização nos diferentes O bioma Cerrado foi considerado recentemente um dos 25 hots-
contextos socioespaciais. Comparando a organização socioeconô-
pots de biodiversidade do mundo, segundo uma análise em escala
mica das regiões citadas, a unidade desse fenômeno é perceptível
mundial das regiões biogeográficas sobre áreas globais prioritárias
no aspecto:
para conservação. O conceito de hotspot foi criado tendo em vista
(A) espacial, em função do sistema integrado que envolve as cida-
a escassez de recursos direcionados para conservação, com o obje-
des locais e globais.
tivo de apresentar os chamados “pontos quentes”, ou seja, locais
(B) cultural, em função da semelhança histórica e da condição de
modernização econômica e política. para os quais existe maior necessidade de direcionamento de es-
(C) demográfico, em função da localização das maiores aglomera- forços, buscando evitar a extinção de muitas espécies que estão
ções urbanas e continuidade do fluxo campo-cidade. altamente ameaçadas por ações antrópicas.
PINTO, P. P.; DINIZ-FILHO, J. A. F. In: ALMEIDA, M. G. (Org.). Tantos cerrados: múltiplas aborda-
(D) territorial, em função da estrutura de organização e planeja-
gens sobre a biogeodiversidade e singularidade cultural. Goiânia: Vieira, 2005 (adaptado).
mento das cidades que atravessam as fronteiras nacionais.
(E) econômico, em função da revolução agrícola que transformou A necessidade desse tipo de ação na área mencionada tem como causa a
o campo e a cidade e contribuiu para fixação do homem ao lugar.
(A) Intensificação da atividade turística.
(B) implantação de parques ecológicos.
(C) exploração dos recursos minerais.
(D) elevação do extrativismo vegetal.
Questões 46
(E) expansão da fronteira agrícola.

A humanidade conhece, atualmente, um fenômeno espacial novo:


pela primeira vez na história humana, a população urbana ultrapas-
sa a rural no mundo. Todavia, a urbanização é diferenciada
Questão 49
entre os continentes.
DURAND, M. F. et al. Atlas da mundialização: compreender o espaço mundial con-
Em 1872, Robert Angus Smith criou o termo “chuva ácida”,
temporâneo. São Paulo: Saraiva, 2009.
descrevendo precipitações ácidas em Manchester após a Revolução In-
dustrial. Trata-se do acúmulo demasiado de dióxido de carbono e enxofre
No texto, faz-se referência a um processo espacial de escala mun-
na atmosfera que, ao reagirem com compostos dessa camada, formam
dial. Um indicador das diferenças continentais desse processo espa-
gotículas de chuva ácida e partículas de aerossóis. A chuva ácida não
cial está presente em:
(A) Orientação política de governos locais. necessariamente ocorre no local poluidor, pois tais poluentes, ao serem
(B) Composição religiosa de povos originais. lançados na atmosfera, são levados pelos ventos, podendo provocar a
(C) Tamanho desigual dos espaços ocupados. reação em regiões distantes. A água de forma pura apresenta pH 7, e,
(D) Distribuição etária dos habitantes do território. ao contatar agentes poluidores, reage modificando seu pH para 5,6 e até
(E) Grau de modernização de atividades econômicas. menos que isso, o que provoca reações, deixando consequências.
Disponível em: http://www.brasilescola.com. Acesso em: 18 maio 2010 (adaptado).

O texto aponta para um fenômeno atmosférico causador de graves


Questão 47 problemas ao meio ambiente: a chuva ácida (pluviosidade com pH
baixo). Esse fenômeno tem como consequência
Há várias práticas de agricultura que visam à construção de mo- (A) a corrosão de metais, pinturas, monumentos históricos, destrui-
delos que associem o desenvolvimento social rural à conservação ção da cobertura vegetal e acifificação dos lagos.
ambiental, embora possam ocasionar dificuldades na conciliação (B) a diminuição do aquecimento global, já que esse tipo de chuva
dos interesses econômicos. Nesse contexto, a silvicultura é carac- retira poluentes da atmosfera.
terizada (C) recursos hídricos, com o assoreamento dos rios.
(A) pelo manejo de árvores onde são desmatadas pequenas áreas
(D) as enchentes, que atrapalham a vida do cidadão urbano, corro-
de floresta e aproveitada matéria orgânica do solo.
endo, em curto prazo, automóveis e fios de cobre da rede elétrica.
(B) pelo uso da terra em que são cultivadas árvores em consórcio
(E) a degradação da terra nas regiões semiáridas, localizadas, em
com culturas agrícolas, concomitantemente à criação de animais.
sua maioria, no Nordeste do nosso país.
(C) pelo cultivo de espécies arbóreas exóticas ao ecossistema local,

14
Editora Exato
As 80 questões mais prováveis no ENEM
Questão 50

Os dois principais rios que alimentavam o Mar de Aral, Amurdarya


e Sydarya, mantiveram o nível e o volume do mar por muitos sécu-
los. Entretanto, o projeto de estabelecer e expandir a produção de
algodão irrigado aumentou a dependência de várias repúblicas da
Ásia Central da irrigação e monocultura. O aumento da demanda
resultou no desvio crescente de água para a irrigação, acarretan-
do redução drástica do volume de tributários do Mar de Aral. Foi
criado na Ásia Central um novo deserto, com mais de 5 milhões de
hectares, como resultado da redução em volume.
TUNDISI, J. G. Água no século XXI: enfrentando a escassez. São Carlos: Rima, 2003.

A intensa interferência humana na região descrita provocou o sur-


gimento de uma área desértica em decorrência da
(A) erosão.
(B) salinização.
(C) laterização.
(D) compactação.
(E) sedimentação

15
Editora Exato
As 80 questões mais prováveis no ENEM
HISTÓRIA
Questão 51 (C) importância organizacional das corporações de ofício.
(D) progressiva expansão da educação escolar.
“É sempre impossível calcular, mesmo aproximadamen- (E) acúmulo de trabalho dos professores e eruditos.
te, a população das nossas terras, durante a primeira idade feudal.
Até porque existiam certamente fortes variações regionais, acentu-
adas constantemente pelos golpes das perturbações sociais.”
(BLOCH, Marc. A Sociedade Feudal. Lisboa: Edições 70, s/d. p. 80.) Questão 54

O autor do trecho citado menciona duas idades feudais em seu li- Chegança
vro, a primeira caracterizada por um processo de adequação entre Sou Pataxó,
os velhos e os novos valores adquiridos com as migrações germâ- Sou Xavante e Carriri,
nicas e a segunda pelas consolidações culturais cristãs. Sobre a pri- Ianomâmi, sou Tupi
meira época feudal que coincide com a alta Idade Média, é CORRE- Guarani, sou Carajá.
TO afirmar que ela foi: Sou Pancaruru,
(A) marcada pelo apogeu da economia natural e suas características Carijó, Tupinajé,
de autossubsistência, potencializadas por modos de produção pre- Sou Potiguar, sou Caeté,
capitalistas como a manufatura. Ful-no-ô, Tupinambá.
(B) caracterizada pelo fim do classicismo cujos resquícios foram en- Eu atraquei num porto muito seguro,
terrados com as ruínas do Império Romano e de suas possessões. Céu azul, paz e ar puro...
(C) homogênea no processo de ocupação da terra e na forma com Botei as pernas pro ar.
que os servos produziam seus mansos e os do senhor. Logo sonhei que estava no paraíso,
(D) assolada por constantes invasões bárbaras e por governos ro-
Onde nem era preciso dormir para sonhar.
mano-germânicos, incapazes de assegurar a ordem social.
Mas de repente me acordei com a surpresa:
Uma esquadra portuguesa veio na praia atracar.
Da grande nau,
Um branco de barba escura,
Questão 52
Vestindo uma armadura me apontou pra me pegar.
E assustado dei um pulo da rede,
Carlos Magno possuía funcionários que fiscalizavam o cumprimen-
Pressenti a fome, a sede,
to de suas determinações no império. Eram os:
Eu pensei: “vão me acabar”.
(A) Condes.
Levantei-me de Borduna já na mão.
(B) Marqueses.
Aí, senti no coração,
(C) Duques.
O Brasil vai começar.
(D) Barões.
NÓBREGA, A; e FREIRE, W. CD Pernambuco falando para o mundo, 1998.
(E) Missi Dominici.

A letra da canção apresenta um tema recorrente na história da co-


lonização
Questão 53 brasileira, as relações de poder entre portugueses e povos
nativos, e representa uma crítica à ideia presente no chamado mito
No início foram as cidades. O intelectual da Idade Média — no Oci- (A) da democracia racial, originado das relações cordiais estabele-
dente — nasceu com elas. Foi com o desenvolvimento urbano li- cidas entre portugueses e nativos no período anterior ao início da
gado às funções comercial e industrial — digamos modestamente colonização brasileira.
artesanal — que ele apareceu, como um desses homens de (B) da cordialidade brasileira, advinda da forma como os povos nati-
ofício que se instalavam nas cidades nas quais se impôs a divisão vos se associaram economicamente aos portugueses, participando
do trabalho. Um homem cujo ofício é escrever ou ensinar, e de pre- dos negócios coloniais açucareiros.
ferência as duas coisas a um só tempo, um homem que, profissio- (C) do brasileiro receptivo, oriundo da facilidade com que os nativos
nalmente, tem uma atividade de homem erudito, em resumo, um brasileiros aceitaram as regras impostas pelo colonizador, o que ga-
intelectual — esse homem só aparecerá com as cidades. rantiu o sucesso da colonização.
LE GOFF, J. Os intelectuais na Idade Média. Rio de Janeiro: José Olympio, 2010. (D) da natural miscigenação, resultante da forma como a metrópole
incentivou a união entre colonos, ex-escravas e nativas para acele-
O surgimento da categoria mencionada no período em destaque no rar o povoamento da colônia.
texto evidencia o(a) (E) do encontro, que identifica a colonização portuguesa como pa-
(A) apoio dado pela Igreja ao trabalho abstrato. cífica em função das relações de troca estabelecidas nos primeiros
(B) relação entre desenvolvimento urbano e divisão do trabalho. contatos entre portugueses e nativos.

16
Editora Exato
As 80 questões mais prováveis no ENEM
Questão 55 respondente das qualidades ordenadoras, disciplinadoras, raciona-
lizadoras.
O açúcar e suas técnicas de produção foram levados à HOLANDA, S. B. Raízes do Brasil. São Paulo: Cia. das Letras, 1995.
Europa pelos árabes no século VIII, durante a Idade Média, mas foi
principalmente a partir das Cruzadas (séculos XI e XIII) que a sua Um traço formador da vida pública brasileira expressa-se, segundo
procura foi aumentando. Nessa época passou a ser importado do a análise do historiador, na
Oriente Médio e produzido em pequena escala no sul da Itália, mas (A) rigidez das normas jurídicas.
continuou a ser um produto de luxo, extremamente caro, chegando (B) prevalência dos interesses privados.
a figurar nos dotes de princesas casadoiras. (C) solidez da organização institucional.
CAMPOS, R. Grandeza do Brasil no tempo de Antonil (1681-1716). São Paulo: Atual,
(D) legitimidade das ações burocráticas.
1996.
(E) estabilidade das estruturas políticas.

Considerando o conceito do Antigo Sistema Colonial, o açúcar foi o


produto escolhido por Portugal para dar início à colonização brasi-
leira, em virtude de
Questão 58
(A) o lucro obtido com o seu comércio ser muito vantajoso.
(B) os árabes serem aliados históricos dos portugueses.
O artigo 402 do Código penal Brasileiro de 1890 dizia:
(C) a mão de obra necessária para o cultivo ser insulficiente.
Fazer nas ruas e praças públicas exercícios de agilidade e destreza
(D) as feitorias africanas facilitarem a comercialização desse pro-
corporal, conhecidos pela denominação de capoeiragem: andar em
duto.
correrias, com armas ou instrumentos capazes de produzir uma le-
(E) os nativos da América dominarem uma técnica de cultivo se-
são corporal, provocando tumulto ou desordens.
melhante.
Pena: Prisão de dois a seis meses.
SOARES, C. E. L. A Negregada instituição: os capoeiras no Rio de Janeiro: 1850-1890.
Rio de Janeiro: Secretaria Municipal de Cultura, 1994 (adaptado).

Questão 56
O artigo do primeiro Código Penal Republicano naturaliza medidas
socialmente excludentes. Nesse contexto, tal regulamento
Seguiam-se vinte criados custosamente vestidos e mon-
expressava
tados em soberbos cavalos; depois destes, marchava o Embaixador
(A) a manutenção de parte da legislação do Império com vistas ao
do Rei do Congo magnificamente ornado de seda azul para anun-
controle da criminalidade urbana.
ciar ao senado que a vinda do Rei estava destinada para o dia de-
(B) a defesa do retorno do cativeiro e escravidão pelos primeiros
zesseis. Em resposta obteve repetidas vivas do povo que concorreu
governos do período republicano.
alegre e admirado de tanta grandeza.
(C) o caráter disciplinador de uma sociedade industrializada, dese-
Coroação do Rei do congo em santo amaro, Bahia apud DEL PRIORE, M. Festas e uto-
josa de um equilíbrio entre progresso e civilização.
pias no Brasil colonial. In: CATELLI JR, R. Um olhar sobre as festas populares brasileiras
(D) a criminalização de práticas culturais e a persistência de valores
São Paulo: Brasiliense. 1994 (adaptado)
que vinculam certos grupos ao passado de escravidão.
(E) o poder do regime escravista, que mantinha os negros como
Originária dos tempos coloniais, a festa da Coração do Rei do Congo
categoria social inferior, discriminada e segregada.
evidencia um processo de
(A) Exclusão social.
(B) Imposição religiosa.
(C) Acomodação política.
(D) Supressão simbólica. Questão 59
(E) Ressignificação cultural.
Até que ponto, a partir de posturas e interesses diversos,
as oligarquias paulista e mineira dominaram a cena política nacio-
nal na Primeira República? A união de ambas foi um traço funda-
Questão 57 mental, mas que não conta toda a história do período. A união foi
feita com a preponderância de uma ou de outra das duas frações.
Em sociedade de origens tão nitidamente personalistas como a Com o tempo, surgiram as discussões e um grande desacerto final.
nossa, é compreensível que os simples vínculos de pessoa a FAUSTO, B. História do Brasil. São Paulo: EdUSP, 2004 (adaptado).

pessoa, independentes e até exclusivos de qualquer tendência para


a cooperação autêntica entre os indivíduos, tenham sido quase A imagem de um bem-sucedido acordo café com leite en-
sempre os mais decisivos. As agregações e relações pessoais, em- tre São Paulo e Minas, um acordo de alternância de presidência en-
bora por vezes precárias, e, de outro lado, as lutas entre facções, tre os dois estados, não passa de uma idealização de um processo
entre famílias, entre regionalismos, faziam dela um todo incoerente muito mais caótico e cheio de conflitos. Profundas divergências po-
e amorfo. O peculiar da vida brasileira parece ter sido, por essa líticas colocavam-nos em confronto por causa de diferentes graus
época, uma acentuação singularmente enérgica do afetivo, do ir- de envolvimento no comércio exterior.
racional, do passional e uma estagnação ou antes uma atrofia cor- TOPIK, S. A presença do estado na economia política do Brasil de 1889 a 1930. Rio
de Janeiro: Record, 1989 (adaptado).

17
Editora Exato
As 80 questões mais prováveis no ENEM
Para a caracterização do processo político durante a Primeira Re-
pública, utiliza-se com frequência a expressão Política do Café com
Leite. No entanto, os textos apresentam a seguinte ressalva a sua
utilização:
(A) A riqueza gerada pelo café dava à oligarquia paulista a prerro-
gativa de indicar os candidatos à presidência, sem necessidade de
alianças.
(B) As divisões políticas internas de cada estado da federação inva-
lidavam o uso do conceito de aliança entre estados para este perí-
odo.
(C) As disputas políticas do período contradiziam a suposta estabili-
dade da aliança entre mineiros e paulistas.
(D) A centralização do poder no executivo federal impedia a forma-
ção de uma aliança duradoura entre as oligarquias.
(E) As diversificação da produção e a preocupação com o mercado
interno unificavam aos interesses das oligarquias.

Questão 60

A população negra teve que enfrentar sozinha o desafio da ascen-


ção social, e frequentemente procurou fazê-lo por rotas originais,
como o esporte, a música e a dança. Esporte, sobretudo o
futebol, música, sobretudo o samba, e dança, sobretudo o carnaval,
foram os principais canais de ascensão social dos negros até recen-
temente.
A libertação dos escravos não trouxe consigo a igualdade
efetiva. Essa igualdade era afirmada nas leis, mas negada na práti-
ca. Ainda hoje, apesar das leis, aos privilégios e arrogâncias de pou-
cos correspondem o desfavorecimento e a humilhação de muitos.
CARVALHO, J. M. Cidadania no Brasil: o longo caminho. Rio de Janeiro: Civilização
Brasileira, 2006 (adaptado).

Em relação ao argumento de que no Brasil existe uma democracia


racial, o autor demonstra que
(A) essa ideologia equipara a nação a outros países modernos.
(B) esse modelo de democracia foi possibilitado pela miscigenação.
(C) essa peculiaridade nacional garantiu mobilidade social aos ne-
gros.
(D) esse mito camuflou formas de exclusão em relação aos afrodes-
cendentes.
(E) essa dinâmica política depende da participação ativa de todas
as etnias.

18
Editora Exato
As 80 questões mais prováveis no ENEM
GRAMÁTICA
Questão 61 Questão 65

Assinale a alternativa corretamente pontuada: As palavras aí, Ceará e vá são acentuadas por serem, respectivamente:
(A) No inverno através dos vidros ele vê a trama dos finos galhos (A) monossílabo, trissílabo e monossílabo.
negros. (B) ditongo tônico, trissílabo tônico e monossílabo tônico.
(B) No inverno através dos vidros, ele vê, a trama dos finos ga- (C) ditongo tônico, oxítono terminado em o e monossílabo tônico
lhos negros. terminado em o.
(C) No inverno através dos vidros ele vê, a trama dos finos ga- (D) hiato, oxítona terminada em a e monossílabo tônico em a.
lhos, negros. (E) oxítona terminada em i, oxítona terminada em o e, monossílabo
(D) No inverno, através dos vidros, ele vê, a trama, dos finos tônico terminado em o.
galhos negros.
(E) No inverno, através dos vidros, ele vê a trama dos finos ga-
Questão 66
lhos negros.

Questão 62

Os períodos apresentam diferenças de pontuação. Identifique a


alternativa que corresponde ao período de pontuação correta.
(A) A menina chorando de emoção, recebeu, o presente das
mãos do padrinho.
(B) A menina, chorando de emoção recebeu o presente, das
mãos do padrinho.
(C) A menina, chorando de emoção recebeu o presente dos
mãos, do padrinho.
Disponível em: http://ziraldo.blogtv.uol.com.br. Acesso em: 27 jul. 2010.
(D) A menina chorando, de emoção recebeu o presente, das
mãos do padrinho. O cartaz de Ziraldo faz parte de uma campanha contra o uso de dro-
(E) A menina, chorando de emoção, recebeu o presente das gas. Essa abordagem, que se diferencia das de outras campanhas,
mãos do padrinho. pode ser identificada:
(A) pela seleção do público-alvo da campanha, representado, no
cartaz, pelo casal de jovens.
(B) pela escolha temática do cartaz, cujo texto configura uma or-
Questão 63 dem aos usuários e não usuários: diga não às drogas.
(C) pela ausência intencional do acento grave, que constrói a ideia
Os períodos abaixo apresentam diferenças de pontuação. Assi- de que não é a droga que faz a cabeça do jovem.
nale a letra que corresponde ao período de pontuação correta. (D) pelo uso da ironia, na oposição imposta entre a seriedade do
tema e a ambiência amena que envolve a cena.
(A) A vida, como a antiga Tebas, tem cem portas.
(E) pela criação de um texto de sátira à postura dos jovens, que não
(B) A vida como, a antiga Tebas, tem cem portas. possuem autonomia para seguir seus caminhos.
(C) A vida como a antiga Tebas tem cem portas.
(D) A vida como a antiga Tebas, tem cem portas.
(E) A vida, como a antiga Tebas tem cem portas. Questão 67

Assinale a alternativa que complete corretamente as frases.


1. Cada qual faz como melhor lhe _______.
Questão 64 2. O que ______ estes frascos?
3. Neste momento, os teóricos _______ os conceitos.
Há erro de colocação de vírgula em: 4. Eles ______ a casa do necessário.
(A) É linda a igreja, mas sua beleza é realmente muito triste.
(A) convém / contêm / reveem / proveem.
(B) Oh! Não, disse a menina, eu te ensinarei a conhecer Deus.
(B) convém / contém / reveem / provem
(C) Ele prometeu fazer alguma coisa, e creio que o fará.
(C) convém / contém / revêm / provém.
(D) Os sentimentos de Madalena, sempre esbarravam na minha (D) convem / contém / reveem / proveem
brutalidade. (E) convêm / contêm / reveem / proveem
(E) Abaixou-se, examinou o solo, recusou continuar com os ou-
tros.

19
Editora Exato
As 80 questões mais prováveis no ENEM
Questão 68 Questão 70

Expressões Idiomáticas A biosfera, que reúne todos os ambientes onde se desenvolvem os


seres vivos, se divide em unidades menores chamadas ecossiste-
Expressões idiomáticas ou idiomatismo são expressões que se ca- mas, que podem ser uma floresta, um deserto e até um lago. Um
racterizam por não identificar seu significado através de suas pa- ecossitema tem múltiplos mecanismos que regulam o número de
lavras individuais ou no sentido literal. Não é possível traduzi-las organismos dentro dele, controlando sua reprodução, crescimento
em outra língua e se originam de gírias e culturas de cada região. e migrações.
Nas diversas regiões do país, há várias expressões idiomáticas que DUARTE, M. O guia dos curiosos. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.

integram os chamados dialetos. Predomina no texto a função da linguagem:


Disponível em: www.brasilescola.com. Acesso em: 24 abr. 2010 (adaptado). (A) emotiva, porque o autor expressa seu sentimento em relação
à ecologia.
O texto esclarece o leitor sobre as expressões idiomáticas, utilizan- (B) fática, porque o texto testa o funcionamento do canal de comu-
do-se de um recurso metalinguístico que se caracteriza por: nicação.
(A) influenciar o leitor sobre atitudes a serem tomadas em relação (C) poética, porque o texto chama a atenção para os recursos de
ao preconceito contra os falantes que utilizam expressões idiomá- linguagem.
ticas. (D) conativa, porque o texto procura orientar comportamentos do
(B) externar atitudes preconceituosas em relação às classes menos leitor.
favorecidas que utilizam expressões idiomáticas. (E) referencial, porque o texto trata de noções e informações con-
(C) divulgar as várias expressões idiomáticas existentes e controlar ceituais.
a atenção do interlocutor, ativando o canal de comunicação entre
ambos.
(D) definir o que são expressões idiomáticas e como elas fazem
parte do cotidiano do falante pertencente a grupos regionais di-
ferentes.
(E) preocupar-se em elaborar esteticamente os sentidos das expres-
sões idiomáticas existentes em regiões distintas.

Questão 69

Posso falar com o Meu nome é Hema Sei que os adultos


senhor um minutinho? Claro! e moro no fim da rua! têm muitas coisas na
cabeça e geralmente
não notam as
crianças!

...neste período
Mas seu filho Hamtet tive a oportunidade E afirmo que serei
e eu brincamos juntos de observar o senhor sua nora e quando
há alguns meses de perto... isso acontecer
e... o senhor
vai ter de tomar
jeito!

HAGAR, o horrível. O Globo, Rio de Janeiro, 12 out. 2008.

Pela evolução do texto, no que se refere à linguagem empregada,


percebe-se que a garota:
(A) deseja afirmar-se como nora por meio de uma fala poética.
(B) utiliza expressões linguísticas próprias do discurso infantil.
(C) usa apenas expressões linguísticas presentes no discurso formal.
(D) se expressa utilizando marcas do discurso formal e do informal.
(E) usa palavras com sentido pejorativo para assustar o interlocutor.

20
Editora Exato
As 80 questões mais prováveis no ENEM
LITERATURA
Questão 71

Capítulo III Questão 74


Um criado trouxe o café. Rubião pegou na xícara e, enquanto lhe
deitava açúcar, ia disfarçadamente mirando a bandeja, que era de Canção do vento e da minha vida
prata lavrada. Prata, ouro, eram os metais que amava de coração;
não gostava de bronze, mas o amigo Palha disse-lhe que era ma- O vento varria as folhas,
téria de preço, e assim se explica este par de figuras que aqui está O vento varria os frutos,
na sala: um Mefistófeles e um Fausto. Tivesse, porém, de esco-
O vento varria as flores...
lher, escolheria a Bandeja, - primor de argentaria, execução fina e
E a minha vida ficava
acabada. O criado esperava teso e sério. Era espanhol; e não foi
Cada vez mais cheia
sem resistência que Rubião o aceitou das mãos de Cristiano; por
De frutos, de flores, de folhas.
mais que lhe dissesse que estava acostumado aos seus crioulos de
Minas, e não queria línguas estrangeiras em casa, o amigo Palha [...]
insistiu, demonstrando-lhe a necessidade de ter criados brancos. O vento varria os sonhos
Rubião cedeu com pena. O seu bom pajem, que ele queria pôr na E varria as amizades...
sala, como um pedaço da província, nem o pode deixar na cozinha, O vento varria as mulheres...
onde reinava um francês, Jean; foi degrado a outros serviços. E a minha vida ficava
ASSIS, M. Quincas Borba. In: Obra completa. V. 1 Rio de Janeiro: N ova Aguillar, 1993 Cada vez mais cheia
(fragmento). De afetos e de mulheres.

Quincas Borba situa-se entre as obras-primas do autor e da litera- O vento varria os meses
tura brasileira. No fragmento apresentado, a peculiaridade do texto E varria os teus sorrisos...
que garante a universalização de sua abordagem reside: O vento varria tudo!
(A) no conflito entre o passado pobre e o presente rico, que simbo- E a minha vida ficava
liza o triunfo da aparência sobre a essência. Cada vez mais cheia
(B) no sentimento de nostalgia do passado devido à substituição da De tudo.
mão de obra escrava pela dos imigrantes. BANDEIRA, M. Poesia completa e prosa. Rio de Janeiro: José Aguilar, 1967.
(C) na referência a Fausto e Mefistófeles, que representam o desejo
de eternização de Rubião. Predomina no texto a função da linguagem:
(D) na admiração dos metais por parte de Rubião, que metaforicamente (A) fática, porque o autor procura testar o canal de comunicação.
representam a durabilidade dos bens produzidos pelo trabalho.
(B) metalinguística, porque há explicação do significado das expres-
(E) na resistência de Rubião aos criados estrangeiros, que reproduz
sões.
o sentimento de xenofobia.
(C) conativa, uma vez que o leitor é provocado a participar de uma
ação.
Questão 72 (D) referencial, já que são apresentadas informações sobre aconte-
cimentos e fatos reais.
Assinale a alternativa correta sobre o romance “O Ateneu”. (E) poética, pois chama-se a atenção para a elaboração especial e
(A) O romance se realiza pelo processo memorialista do narrador, artística da estrutura do texto.
permeado por uma profunda visão crítica.
(B) Trata-se de uma crônica de saudades, em que o narrador revela,
a cada instante, vontade de voltar à infância. Questão 75
(C) O Ateneu representa uma apologia aos colégios internos como
forma ideal para a formação do adolescente.
A biosfera, que reúne todos os ambientes onde se desenvolvem
(D) Apesar da tentativa de atingir um estilo realista, a obra man-
tém uma estrutura romântica nos moldes de José de Alencar. os seres vivos, se divide em unidades menores chamadas ecos-
(E) Todas as personagens do romance buscam identificar-se com o sistemas, que podem ser uma floresta, um deserto e até um
diretor do Ateneu. lago. Um ecossistema tem múltiplos mecanismos que regulam
o número de organismos dentro dele, controlando sua reprodu-
ção, crescimento e migrações.
Questão 73
DUARTE, M. O guia dos curiosos. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.

A ficção realista de Machado de Assis, no século XIX:


(A) Inaugura a literatura regionalista de problemática existencial. Predomina no texto a função da linguagem
(B) Continua uma literatura de caráter cientificista iniciada no Na- (A) emotiva, porque o autor expressa seu sentimento em relação
turalismo. à ecologia.
(C) Antecipa o romance moderno de linha introspectiva.
(B) fática, porque o texto testa o funcionamento do canal de comu-
(D) Cria uma literatura que retrata os conflitos das camadas popu-
lares. nicação.
(E) Incorpora a temática da oposição entre meio urbano e meio (C) poética, porque o texto chama a atenção para os recursos de
rural.

21
Editora Exato
As 80 questões mais prováveis no ENEM
linguagem. Questão 77
(D) conativa, porque o texto procura orientar comportamentos do
Oxímoro, ou paradoxismo, é uma figura de retórica em que se
leitor.
combinam palavras de sentido oposto que parecem excluir-se
(E) referencial, porque o texto trata de noções e informações con- mutuamente, mas que, no contexto, reforçam a expressão.
ceituais. Dicionário Eletrônico Houaiss da Língua Portuguesa.

Considerando a definição apresentada, o fragmento poético da


obra Cantares, de Hilda Hilst, publicada em 2004, em que pode
ser encontrada a referida figura de retórica é:
(A) “Dos dois contemplo
Questão 76
rigor e fixidez.
Passado e sentimento
me contemplam” (p. 91).
(B) “De sol e lua
De fogo e vento
Te enlaço” (p. 101).
(C) “Areia, vou sorvendo
A água do teu rio” (p. 93).
(D) “Ritualiza a matança
de quem só te deu vida.
E me deixa viver
nessa que morre” (p. 62).
(E) “O bisturi e o verso.
Dois instrumentos
entre as minhas mãos” (p. 95).

Questão 78

Testes

Dia desses resolvi fazer um teste proposto por um site da internet. O


nome do teste era tentador: “O que Freud diria de você”. Uau. Respondi
a todas as perguntas e o resultado foi o seguinte: “Os acontecimentos
da sua infância a marcaram até os doze anos, depois disso você buscou
conhecimento intelectual para seu amadurecimento”. Perfeito! Foi exata-
mente o que aconteceu comigo. Fiquei radiante: eu havia realizado uma
consulta paranormal com o pai da psicanálise, e ele acertou na mosca.
Estava com tempo sobrando e curiosidade é algo que não me falta, então
Cartaz afixado nas bibliotecas centrais e setoriais da Universidade Federal de Goiás resolvi voltar ao teste e responder tudo diferente do que havia respondi-
(UFG), 2011.
do antes. Marquei umas alternativas esdrúxulas, que nada tinham a ver
com minha personalidade e fui conferir o resultado que dizia o seguinte:
“Os acontecimentos da sua infância a marcaram até os 12 anos, depois
Considerando-se a finalidade comunicativa comum do gênero e o
disso você buscou conhecimento intelectual para seu amadurecimento”.
contexto específico do Sistema de Biblioteca da UFG, esse cartaz MEDEIROS, M. Doidas e santas. Porto Alegre, 2008 (adaptado).
tem função predominantemente:
(A) socializadora, contribuindo para a popularização da arte. Quanto às influências que a internet pode exercer sobre os usuá-
(B) sedutora, considerando a leitura como uma obra de arte. rios, a autora expressa uma reação irônica no trecho:
(C) estética, propiciando uma apreciação despretensiosa da obra. (A) “Marquei umas alternativas esdrúxulas, que nada tinham a ver”.
(D) educativa, orientando o comportamento de usuários de um serviço. (B) “Os acontecimentos da sua infância a marcaram até os doze anos”.
(E) contemplativa, evidenciando a importância de artistas internacionais. (C) “Dia desses resolvi fazer um teste proposto por um site da internet”.
(D)“Respondi a todas as perguntas e o resultado foi o seguinte”.
(E)“Fiquei radiante: eu havia realizado uma consulta paranormal
com o pai da psicanálise”.

22
Editora Exato
As 80 questões mais prováveis no ENEM
Questão79 Na construção de textos literários, os autores recorrem com frequência
a expressões metafóricas. Ao empregar o enunciado metafórico “Muito
Canção do vento e da minha vida peixe foi embrulhado pelas folhas de jornal”, pretendeu-se estabelecer,
entre os dois fragmentos do texto em questão, uma relação semântica de
O vento varria as folhas,
(A) causalidade, segundo a qual se relacionam as partes de um tex-
O vento varria os frutos,
O vento varria as flores... to, em que uma contém a causa e a outra, a consequência.
E a minha vida ficava (B)temporalidade, segundo a qual se articulam as partes de um
Cada vez mais cheia texto, situando no tempo o que é relatado nas partes em questão.
De frutos, de flores, de folhas. (C) condicionalidade, segundo a qual se combinam duas partes de um
[...] texto, em que uma resulta ou depende de circunstâncias apresentadas
O vento varria os sonhos na outra.
E varria as amizades...
(D) adversidade, segundo a qual se articulam duas partes de um
O vento varria as mulheres...
E a minha vida ficava texto em que uma apresenta uma orientação argumentativa distin-
Cada vez mais cheia ta e oposta à outra.
De afetos e de mulheres. (E) finalidade, segundo a qual se articulam duas partes de um texto
em que uma apresenta o meio, por exemplo, para uma ação e a
O vento varria os meses outra, o desfecho da mesma.
E varria os teus sorrisos...
O vento varria tudo!
E a minha vida ficava
Cada vez mais cheia
De tudo.
BANDEIRA, M. Poesia completa e prosa. Rio de Janeiro: José Aguilar, 1967.

Na estruturação do texto, destaca-se:


(A) a construção de oposições semânticas.
(B) a apresentação de ideias de forma objetiva.
(C) o emprego recorrente de figuras de linguagem, como o eufe-
mismo.
(D) a repetição de sons e de construções sintáticas semelhantes.
(E) a inversão da ordem sintática das palavras.

Questão 80

Labaredas nas trevas


Fragmentos do diário secreto de
Teodor Konrad Nalecz Korzeniowski

20 DE JULHO [1912]
Peter Sumerville pede-me que escreva um artigo sobre Cra-
ne. Envio-lhe uma carta: “Acredite-me, prezado senhor, nenhum
jornal ou revista se interessaria por qualquer coisa que eu, ou outra
pessoa, escrevesse sobre Stephen Crane. Ririam da sugestão. [...]
Dificilmente encontro alguém, agora, que saiba quem é Stephen
Crane ou lembre-se de algo dele. Para os jovens escritores que es-
tão surgindo ele simplesmente não existe.”
20 DE DEZEMBRO [1919]
Muito peixe foi embrulhado pelas folhas de jornal. Sou reco-
nhecido como o maior escritor vivo da língua inglesa. Já se passaram
dezenove anos desde que Crane morreu, mas eu não o esqueço. E
parece que outros também não. The London Mercury resolveu ce-
lebrar os vinte e cinco anos de publicação de um livro que, segundo
eles, foi “um fenômeno hoje esquecido” e me pediram um artigo.
FONSECA, R. Romance negro e outras histórias. São Paulo:
Companhia das Letras, 1992 (fragmento).

23
Editora Exato
As 80 questões mais prováveis no ENEM
GABARITOS
01. Letra A 58. Letra D
02. Letra C 59. Letra C
03. Letra C 60. Letra D
04. Letra B 61. Letra E
05. Letra D 62. Letra E
06. Letra D 63. Letra A
07. Letra C 64. Letra D
08. Letra B 65. Letra D
09. Letra D 66. Letra C
10. Letra C 67 Letra A
11. Letra B 68. Letra D
12. Letra A 69. Letra D
13. Letra C 70. Letra E
14. Letra A 71. Letra A
15. Letra B 72. Letra A
16. Letra E 73. Letra C
17. Letra A 74. Letra E
18. Letra E 75. Letra E
19. Letra D 76. Letra D
20. Letra E 77. Letra D
21. Letra B 78. Letra E
22. Letra B 79. Letra D
23. Letra B 80. Letra B
24. Letra D
25. Letra A
26. Letra C
27. Letra A
28. Letra A
29. Letra D
30. Letra B
31. Letra C
32. Letra D
33. Letra D
34. Letra A
35. Letra D
36. Letra B
37. Letra C
38. Letra B
39. Letra C
40. Letra D
41. Letra D
42. Letra C
43. Letra C
44. Letra D
45. Letra C
46. Letra A
47. Letra C
48. Letra E
49. Letra A
50. Letra B
51. Letra D
52. Letra E
53. Letra B
54. Letra E
55. Letra A
56. Letra E
57. Letra B

24
Editora Exato
As 80 questões mais prováveis no ENEM

TESTE SEU NÍVEL DE APROVEITAMENTO

61- 80
QUESTÕES

41- 60
QUESTÕES

SUPER GABARITADOR
21- 40
QUESTÕES
AVANÇADO
INTERMEDIÁRIO

1- 20
QUESTÕES
INICIANTE

PARTIDA

25
Editora Exato
www.tudomastigado.com.br