You are on page 1of 2

Antônio Francisco Bonfim Lopes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.


Antônio Francisco Bonfim Lopes, conhecido como o Nem ou Nem
Antônio Francisco Bonfim Lopes
da Rocinha (nascido no Rio de Janeiro, 24 de maio de 1976) é um
Data de 24 de maio de
traficante de drogas brasileiro, um dos principais responsáveis pelo nascimento 1976 (41 anos)
tráfico na Favela da Rocinha e favelas controladas pelo Amigos dos
Nacionalidade(s) brasileiro
Amigos.
Crime(s) tráfico de drogas
formação de quadrilha
Desde a morte de Erismar Rodrigues Moreira, o "Bem-Te-Vi", em
Pena Em julgamento
uma operação bem planejada pela Polícia Civil em outubro de
2005[1], "Nem" e João Rafael da Silva, o "Joca", ambos compadres Situação Preso
de "Bem-Te-Vi", assumiram o controle do tráfico local. Com a
prisão de "Joca" tempos depois, "Nem" passou a dominar sozinho o comércio de
entorpecentes na comunidade.

Ganhou fama nacional ao usar uma invasão por parte dos seus comparsas ao famoso Hotel Intercontinental no bairro de São Conrado
no Rio de Janeiro, para conseguir despistar a polícia e realizar a sua fuga.

Nem é conhecido por ser um grande ostentador de suas posses, e pelo desejo de perpetuar-se no poder, suas características são muitas
das vezes comparadas com os grandesgangsters das famosas máfias.

Após diversas guerras e troca de poder na favela da Rocinha, Nem também ganhou prestígio no mundo do tráfico, ao conseguir
estabelecer sua facção definitivamente, como controladora da comunidade.

Em janeiro de 2010, forjou a própria morte e o enterro a fim de escapar do cerco policial, o que não deu certo, pois a Polícia Civil
descobriu a tempo.[2]

Em fins de 2011, às vésperas da ocupação da Rocinha para a instalação de uma Unidade de Polícia Pacificadora - UPP, era o
traficante mais procurado no Rio de Janeiro.[3] e por informações que levassem à sua captura, foi oferecida recompensa de cinco mil
reais.[3]

[4]
No dia 9 de Novembro de 2011, a polícia conseguiu prendê-lo, enquanto tentava fugir do cerco realizado à Rocinha.

Ganhou muita notoriedade o relacionamento que manteve com Danúbia de Souza Rangel, a "xerifa" da Rocinha, que chegou a ser
presa logo após a prisão de "Nem", mas foi libertada após alguns meses, porque o juiz entendeu que não havia provas conclusivas dos
crimes de associação para o tráfico e lavagem de dinheiro, dos quais era acusada. Durante o reinado de "Nem" como chefe do tráfico
na comunidade, Danúbia mantinha um alto padrão de vida, com direito a roupas de grife, jóias caríssimas e implantes de silicone. A
casa do casal possuía visão privilegiada de toda a favela, da Praia de São Conrado e das principais vias de acesso à comunidade. No
interior, móveis e aparelhos eletrodomésticos de luxo. Com a implantação da UPP na Rocinha, a residência passou a ser um ponto de
reuniões e observatório da Polícia Militar. Pouco tempo após obter a liberdade, Danúbia sofreu um terrível baque. Sua filha com Luiz
Fernando Sales da Silva, o "Mandioca", também traficante, morto em 2003, viria a falecer, com apenas quatorze anos de idade,
[5]
vítima de mal súbito. Seu nome era Beatriz Rangel.

Em junho de 2016 ganhou uma biografia escrita pelo jornalista inglês Misha Glenny, após uma série de entrevistas que Nem o
concedeu na cadeia. O livro chamado "O dono do Morro - Um homem e a batalha pelo Rio" narra a vida do traficante da chegada à
favela da Rocinha até sua prisão em 2011. [6]
Por meio de uma investigação apurada pelo Ministério Público do Estado de Minas Gerais, descobriu-se vínculo de amizade entre
Nem e o ex-goleiro Bruno Fernandes de Souza. Segundo a investigação, Nem tinha Bruno como seu "garoto-propaganda". A amizade
com o goleiro garantia ao traficante forte influência nos setores fora da comunidade. Entre os inúmeros processos criminais, Nem
[7]
responde pelos homicídios e ocultação dos cadáveres de duas jovens.

Referências
1. Agência Brasil (30 de outubro de 2005).«Morte de Bem-te-vi não altera rotina na favela da Rocinha, diz líder
comunitário» (http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2005-10-30/morte-de-bem-te-vi-nao-altera-rotina-na-favela-da-r
ocinha-diz-lider-comunitario). Consultado em 5 de dezembro de 2013
2. «Traficante da Rocinha forja a própria morte»(http://oglobo.globo.com/rio/mat/2010/01/31/traficante-da-rocinha-forja-
propria-morte-915750963.asp). O Globo. 31 de janeiro de 2010. Consultado em 1 de fevereiro de 2010
3. R7 (8 de novembro de 2011).«Às vésperas de ocupação, Nem determina toque de recolher na Rocinha e diz que
enfrentará Bope» (http://noticias.r7.com/rio-de-janeiro/noticias/as-vesperas-de-ocupacao-nem-determina-toque-de-re
colher-na-rocinha-e-diz-que-enfrentara-bope-20111108.html) . Consultado em 10 de novembro de 2011
4. Folha Uol (10 de novembro de 2011).«Chefe do tráfico na Rocinha é preso escondido em porta-malas»(http://www
1.folha.uol.com.br/cotidiano/1004418-chefe-do-trafico-na-rocinha-e-preso-escondido-em-porta-malas.shtml) .
Consultado em 10 de novembro de 2011
5. Meia Hora (16/11/2011).Bope pega álbum de amor da princesa de Nem(http://www.meiahora.ig.com.br/noticias/bop
e-pega-album-de-amor-da-princesa-de-nem_4457.html)Página lida em 24/11/2013.
6. «Jornalista inglês lança livro sobre Nem, ex-chefe do tráfico da Rocinha» (http://oglobo.globo.com/rio/jornalista-ingle
s-lanca-livro-sobre-nem-ex-chefe-do-trafico-da-rocinha-19572122) . O Globo. 24 de junho de 2016
7. «Goleiro Bruno tinha ligação com traficante que matou e ocultou o corpo de duas mulheres» (http://noticias.r7.com/ri
o-de-janeiro/goleiro-bruno-tinha-ligacao-com-traficante-que-matou-e-ocultou-o-corpo-de-duas-mulheres-22042017) .
R7. 22 de abril de 2017. Consultado em 28 de abril de 2017

Ligações externas
Perfil

Obtida de "https://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Antônio_Francisco_Bonfim_Lopes&oldid=50150489
"

Esta página foi editada pela última vez à(s) 00h14min de 16 de outubro de 2017.

Este texto é disponibilizado nos termos da licençaCreative Commons - Atribuição - Compartilha Igual 3.0 Não Adaptada
(CC BY-SA 3.0); pode estar sujeito a condições adicionais. Para mais detalhes, consulte as
condições de uso.

Related Interests