You are on page 1of 3

AVALIAÇÃO DE FILOSOFIA – 1º ANOS – 1º BIMESTRE

PROVA 1
1. (Ueg 2013) O ser humano, desde sua origem, em sua existência cotidiana, faz afirmações, nega,
deseja, recusa e aprova coisas e pessoas, elaborando juízos de fato e de valor por meio dos quais
procura orientar seu comportamento teórico e prático. Entretanto, houve um momento em sua
evolução histórico social em que o ser humano começa a conferir um caráter filosófico às suas
indagações e perplexidades, questionando racionalmente suas crenças, valores e escolhas. Nesse
sentido, pode se afirmar que a filosofia:
a) É algo inerente ao ser humano desde sua origem e que, por meio da elaboração dos
sentimentos, das percepções e dos anseios humanos, procura consolidar nossas crenças e
opiniões.
b) Existe desde que existe o ser humano, não havendo um local ou uma época específica
para seu nascimento, o que nos autoriza a afirmar que mesmo a mentalidade mítica é
também filosófica e exige o trabalho da razão.
c) Inicia sua investigação quando aceitamos as verdades e as certezas cotidianas que nos são
impostos pela tradição e pela sociedade, visando educar o ser humano como cidadão.
d) Surge quando o ser humano começa a exigir provas e justificações racionais que validam
ou invalidam suas crenças, seus valores e suas práticas, em detrimento da verdade
revelada pela linguagem mítica.
e) Passa a existir quando os seres humanos começam a usar a sua capacidade de imaginação para
descobrir o porquê das coisas.
2. Texto 1 Texto 2
Um dos objetivos de se estudar filosofia no Ensino Médio é o
conhecimento de seu instrumento, que consiste em fazer o
pensamento voltar-se para si mesmo e sobre o mundo,
apropriando-se de experiências e se engajando numa
transformação da própria vida.
Relacionando o texto I e o texto II podemos afirmar que o
instrumento da filosofia é:
a) A percepção
b) A imaginação
c) A reflexão crítica
d) A memória
e) A sensação
3. A palavra filosofia é de origem grega. É composta por duas outras: philo e sophia. Philo deriva-
se de philia, que significa amizade, amor fraterno, respeito entre os iguais. Sophia quer dizer
sabedoria e dela vem à palavra sophos, sábio. Portanto a palavra filosofia significa:
a) Amizade pela reflexão crítica
b) Amor e respeito pelos filósofos
c) Amizade pela curiosidade
d) Amizade pela sabedoria
e) Amor e respeito pela vida
4. A Filosofia é “uma reflexão crítica a respeito do conhecimento e da ação, a partir da análise dos
pressupostos do pensar e do agir e, portanto, como fundamentação teórica e crítica dos
conhecimentos e das práticas”.
Os objetos da filosofia são:
a) Os mitos e o conhecimento
b) A curiosidade e a ação
c) O conhecimento e a ação
d) A fundamentação teórica e questionamento
e) A ação e mito da caverna de Platão
5. “A nova legislação educacional brasileira parece reconhecer, afinal, o próprio sentido histórico da
atividade filosófica e, por esse motivo, enfatiza a competência da Filosofia para promover,
sistematicamente, condições indispensáveis para a formação de cidadania plena!”.
O objetivo da filosofia no ensino médio corresponde à:

a) Conhecer a legislação brasileira


b) Formação da cidadania plena
c) Reconhecer o histórico da atividade filosófica
d) Conhecer a vida e a obra de todos os filósofos
e) Estudar a história da filosofia
6. (UEM – Verão 2008) “Sócrates: Imaginemos que existam pessoas morando numa caverna. Pela
entrada dessa caverna entra a luz vinda de uma fogueira situada sobre uma pequena elevação que
existe na frente dela. Os seus habitantes estão lá dentro desde a infância, algemados por correntes nas
pernas e no pescoço, de modo que não conseguem mover-se nem olhar para trás, e só podem ver o
que ocorre à sua frente. (...) Naquela situação, você acha que os habitantes da caverna, a respeito de
si mesmos e dos outros, consigam ver outra coisa além das sombras que o fogo projeta na parede ao
fundo da caverna?”.
(PLATÃO. A República [adaptação de Marcelo Perine]. São Paulo: Editora Scipione, 2002. p. 83).
Em relação ao célebre mito da caverna e às doutrinas que ele representa, assinale a alternativa
INCORRETA:
a) No mito da caverna, Platão pretende descrever os primórdios da existência humana, relatando
como eram a vida e a organização social dos homens no princípio de seu processo evolutivo,
quando habitavam em cavernas.
b) O mito da caverna faz referência ao contraste ser e parecer, isto é, realidade e aparência.
c) O mito da caverna simboliza o processo de emancipação espiritual que o exercício da filosofia é
capaz de promover, libertando o indivíduo das sombras da ignorância e dos preconceitos.
d) O fundo da caverna, onde as sombras são projetadas, corresponde ao mundo das aparências, ou
seja, aquilo que parecer ser, e não representa o conhecimento do verdadeiro.
e) No mito da caverna, o prisioneiro que se liberta e contempla a realidade fora da caverna, devendo
voltar à caverna para libertar seus companheiros, representa o filósofo que, na concepção
platônica, conhecedor do Bem e da Verdade, é o mais apto a governar a cidade.
7. Texto 1 Texto 2:

O senso comum é o conjunto de valores, crenças, opiniões, preferências, que constitui a nossa visão de
mundo e que orienta nossas ações e escolhas cotidianas. Em geral é assimilado acriticamente, sem
qualquer questionamento.

Enquanto o senso comum é acrítico, espontâneo,


irrefletido, o bom senso implica refletir, tomar
consciência de que os acontecimentos possuem
uma dimensão racional e que, portanto, devem ser
compreendidos e enfrentados também de forma
racional, a fim de se obter uma orientação
consciente para a ação.

Com base nos textos assinale a alternativa


CORRETA:

a) Usar a filosofia na nossa vida é orientar as


nossas escolhas cotidianas pelo senso
comum.
b) Compartilhar vídeos, mensagens e
imagens pelo whatsApp de forma
espontânea é utilizar bom senso.
c) Sempre que eu não aceito como verdadeira qualquer ideia sem antes submetê-la à dúvida, à
investigação, à reflexão crítica e rigorosa, estou fazendo uso senso comum.
d) Utilizar o bom senso é como acender uma luz para obter uma instrução mais consciente para a
ação
e) O senso comum nos permite sentir uma realidade mais detalhada, mais profunda e iluminada da
vida.
8. “Suponhamos, pois, que a mente é, como dissemos, um papel branco, desprovida de todos os
caracteres, sem quaisquer ideias. Segundo o John Locke, como ela será preenchida? De onde lhe
provém este vasto estoque, que a ativa e que a ilimitada fantasia do homem pintou nela com uma
variedade quase infinita? De onde apreende todos os materiais da razão e do conhecimento?”
a) Razão
b) Sentidos
c) Experiência
d) Reflexão Crítica
e) Pensamento
9. "A reflexão filosófica é o movimento pelo qual o pensamento, examinando o que é pensado por ele,
volta-se para si mesmo como fonte desse pensamento" (CHAUI, Marilena. Convite à Filosofia. São
Paulo: Editora Ática, 2005, p. 20). A esse respeito assinale a alternativa INCORRETA.
a) A reflexão filosófica é radical, isso significa que ela vai à raiz do problema.
b) A base da reflexão filosófica encontra-se exclusivamente no mundo objetivo, na realidade
exterior dos homens.
c) Podemos dizer que a reflexão filosófica é o pensamento interrogando a si mesmo.
d) A reflexão filosófica é questionamento, "por quê?", "o quê?" e "para quê?".
e) A crítica faz parte do processo de reflexão filosófica.
10. . Sobre a origem e as características da Filosofia, marque a alternativa INCORRETA:
a) A Filosofia é um conhecimento que tem como base o pensamento baseado em pré-conceitos e
pré-juízos, buscando fundamentar-se em ideias imprecisas e vagas sobre as coisas, o homem e o
mundo.
b) Desde o momento que o homem tomou consciência de si e do mundo no qual vivia, ele
procurou respostas para a origem do mundo, do universo, da vida e de si mesmo. Mas, por conta
da falta de conhecimento real sobre as coisas, ele criou o que chamamos de mito, que podemos
entender como uma narrativa com a qual se busca explicar os acontecimentos, muitas vezes
com base em explicações irreais, sobrenaturais e fantasiosas.
c) Dizemos que a Filosofia surgiu no momento em que os seres humanos não conseguiam mais
perceber as justificativas mitológicas como verdade, pois eles queriam não apenas aceitar os
mitos que lhes eram contados, mas sim compreendê-los racionalmente.
d) A Filosofia é entendida como aspiração ao conhecimento racional, lógico e sistemático da
realidade natural e humana, da origem e causas do mundo e de suas transformações, da origem
e causas das ações humanas e do próprio pensamento.
e) A filosofia surgiu na Grécia, por volta do século VI a. C.