You are on page 1of 1

UM MUNDO EM CONSTANTE E VELOZ TRANSFORMAÇÃO

O século XX foi um período de transformações, na ciência, na arte etc. No início do século


XX, a Primeira Guerra Mundial influenciou a pintura, a arquitetura, a música, a literatura, a dança
e diversos outros. A rápida evolução dos meios de comunicação ajudou a informação e as
tendências a serem mais propagadas.

A arte no século XX estava em constante transformação, com a criação de uma linguagem


artística em seguida da outra, com propósitos diferentes, renovando a estética e dando novos
rumos ao sentido do belo, e novos caminhos para a história da arte. Acreditavam que a arte
deveria expressar a perturbação intima diante de um mundo em que reinam a incompreensão
e a negligência. Através da arte, os artistas expressavam os horrores da guerra comprovando a
destruição e a hipocrisia dos valores vigentes. Tinham o intuito de utilizar a arte para extinguir
sistemas baseados na razão e na lógica, e assim dando lugar a valores baseados na anarquia, no
primitivo e no irracional.

As representações artísticas que foram mais representativas, em termos de inovação e


impacto que a arte teve sobre a sociedade, foram: O Fauvismo, o expressionismo, o cubismo, o
Futurismo, o abstracionismo, o Dadaísmo e o Surrealismo.

O Fauvismo foi um movimento que perturbou o mundo das artes, o grupo causou escândalos
com suas inovações. Suas principais características são: pinceladas vigorosas, falta de nuance e
uso estridente e não naturalista das cores.

O Expressionismo é um movimento que tem como característica o uso simbólico e emotivo das
cores e das linhas. Esses artistas representavam seu próprio temperamento sobre sua visão do
mundo.

O Cubismo foi provavelmente um dos mais famoso dos movimentos de Vanguarda do século
XX. Esse movimento atribui à arte uma mudança no ponto de vista de representação da forma
desejada e põe em evidencia as muitas faces que compõem o mesmo objeto.

O Futurismo foi um movimento que se desenvolveu em todas as artes e exerceu influência sobre
diversos artistas e assim criaram outros movimentos de arte moderna. Esse movimento
expressa o real, apontando a velocidade exposta pelas figuras e movimento no espaço.

O Abstracionismo se opõe à arte figurativa ou objetiva, sua principal característica é a ausência


de relação imediata entre suas formas e cores e as formas e cores de um ser.

O Dadaísmo não busca coerência porque eles julgam que a partir da guerra o homem perde a
razão, a lógica e o raciocínio. Esses artistas atacavam violentamente as tradições consagradas
na arte, na filosofia e na literatura, através de suas obras inusitadas.

O Surrealismo foi o movimento para o qual migraram alguns artistas dadaístas, ambos
menosprezavam os limites da razão, e por isso apresentaram uma nova maneira de compor arte.
Os artistas encontraram impulso no subconsciente e representaram imagens insólitas, bizarras,
inquietantes, com aspecto onírico ou fantasioso, descrevendo seus sonhos, ou devaneios,
através da arte.