You are on page 1of 2

GRUPO I

(10 Valores - 0,5/ questão)


Indique se as afirmações são verdadeiras (V) ou falsas (F) ,justificando
com as disposições legais aplicáveis do Código de Procedimento Administrativo.
Não serão contabilizadas as respostas só com V ou F.
1 – Existem atos administrativos inválidos relativamente aos quais não se produz
o efeito anulatório.
2 – Um Senhor Diretor Geral renunciou à sua competência de decidir sobre
determinada matéria.
3 – Só são considerados Regulamentos Administrativos os que produzem efeitos
externos.
4 – Uma fundamentação que não seja clara e explícita equivale a falta de
fundamentação.
5 – Cabe recurso necessário para o delegante de uma ato praticado pelo
delegado.
6 – O órgão que decide o procedimento administrativo é também aquele que faz
a sua instrução.
7 – Os recursos administrativos especiais são o Recurso Hierárquico Impróprio
e o Recurso Tutelar.
8 – A reclamação de atos ou omissões sujeitos a recurso administrativo
necessário suspendem o prazo da respetiva interposição.
9 – Há sempre lugar a audiência de interessados.
10- Os prazos em procedimento administrativo suspendem-se aos sábados,
domingos e feriados.
11 – Só existe Ato Tácito de deferimento quando tal esteja expressamente
previsto na lei.
12 – Todos os Regulamentos Administrativos podem ser impugnados em
Tribunal.
13 – As reuniões dos órgãos colegiais estão sujeitas à elaboração de uma ata.
14 - Podem ser celebrados verdadeiros contratos entre a Administração Pública
e os administrados no decorrer do procedimento administrativo.
15 - Os regimes do impedimento, da escusa e da suspeição são garantias da
imparcialidade da Administração Pública.
16 – O recurso é dirigido ao mais elevado superior hierárquico do autor, inclusive
nos atos praticados pelo delegado.
17 – O ato nulo produz efeitos jurídicos enquanto tal não seja declarado.
18 – O procedimento administrativo é a sucessão ordenada de atos e
formalidades relativos à formação, manifestação e execução da vontade dos
órgãos da Administração Pública.
19 – Os regulamentos da Administração Pública não necessitam de lei
habilitante.
20 – A revogação tem a ver com o mérito e a anulação tem a ver com a
invalidade.
GRUPO II
(5 Valores )
Responda ás seguintes questões.

António pretende construir uma piscina no logradouro da sua habitação.


Para tanto deu entrada na Câmara Municipal do respetivo requerimento,
acompanhado de todas as peças processuais necessárias, à exceção do projeto
de canalização. A pessoa competente para decidir é o Vereador do Urbanismo
no âmbito de uma delegação de competências do Presidente da Câmara.
1 – Com o seu requerimento António pretende que a Câmara Municipal venha a
produzir um ______ administrativo. (0,5)
2 – Onde se situa a Câmara Municipal no sistema administrativo português.
Quais os poderes a que está sujeita por parte da administração central? (1)
3 – Descreva o procedimento administrativo em causa. (2)

Grupo III
(5 valores)

Responda às seguintes questões recorrendo às disposições do CPTA

1 – Só é parte legítima em processo administrativo o sujeito processual que faça


parte da relação material controvertida(1)
2 – Distinga um processo principal de um processo acessório. (1)
3 - Uma determinada empresa de construção lançou um concurso para 3 lugares
de jurista, De acordo com o curriculum vitae de cada concorrente os mesmos
seriam ordenados. Os primeiros 20 frequentariam um curso de 5 dias e os três
melhor classificados ocupariam os lugares em aberto. Antonieta que ficou
classificada em 21º lugar pretende impugnar contenciosamente a lista. Diga o
que a mesma deverá fazer para salvaguardar todo os seus direitos,
nomeadamente o seu eventual direito de participar no curso (3)