You are on page 1of 2

Classificação dos fonemas

Os fonemas classificam-se em vogais, semivogais e consoantes.

 Vogais /a/ – /e/ – /i/ – /o/ – /u/.


 Semivogais: /i/ e /u/, quando aparecem com outras vogais em uma mesma sílaba; seu som não tem uma
pronúncia própria e vem unida a uma vogal. Ex. cá-rie , lou-ças;
 Consoantes: /b/, /c/, /d/, /f/, /g/, /j/, /k/, /l/, /m/, /n/, /p/, /q/, /r/, /s/, /t/, /v/, /w/, /x/, /z/. Lembre-se de que a letra
‘h' não é considerada consoante porque não possui som.

Dígrafo e encontro consonantal

Dígrafo é uma sequência de duas letras indicadas por um único fonema, como acontece, por exemplo, nas palavras
guerra (/g/, /e/, /r/, /a/); queijo (/k/, /e/, /i/, /j/, /o/); nascer (/n/, /a/, /s/, /e/, /r/).

São chamados de dígrafos vocálicos os grupos que representam as vogais nasais. Exemplos: am – campo (/c/, /ã/,
/p/, /o/); an – anta (/ã/, /t/, /a/); em – tempo (/t/, /ẽ/, /p/, /o/); en – adolescente (/a/, /d/, /o/, /l/, /e/, /s/, /c/, /ẽ/, /t/, /e/); im
– sim (/s/, /ĩ/); in – inteligente (/ĩ/, /t/, /e/, /l/, /i/, /g/, /ẽ/, /t/, /e/); om – bomba (/b/, /õ/, /b/, /a/); on – onda (/õ/, /d/, /a/);
um – atum (/a/, /t/, /ũ/); un – assunto (/a/, /s/, /ũ/, /t/, /o/).

A correspondência (ou não) entre letras e fonemas define o conceito de dígrafo consonantal e encontro consonantal.

Dígrafo consonantal: é uma sequência de duas consoantes que são representadas por um único som. Alguns
dígrafos são inseparáveis, entretanto, há aqueles que não devem ficar juntos na divisão silábica. Veja alguns
exemplos de dígrafos consonantais:
- Carro - /k/, /a/, /r/, /o/
- Pássaro - /p/, /a/, /s/, /a/, /r/, /o/
- Abelha - /a/, /b/, /e/, /ʎ/, /a/
- Guerrear - /g/, /e/, /r/, /e/, /a/, /r/

Encontro Consonantal: Quando duas ou mais consoantes se unem, sem que haja entre elas uma vogal. Embora
nesse encontro as consoantes estejam unidas, cada uma delas mantém sua unidade sonora (fonema). Logo, haverá
correspondência entre letra e fonema quando houver encontro consonantal. Veja:

- Braço - /b/, /r/, /a/, /s/, /o/


- Psicologia - /p/, /s/, /i/, /k/, /o/, /l/, /o/, /j/, /i/, /a/
- Ritmo - /r/, /i/, /t/, /m/, /o/
- Advogar - /a/, /d/, /v/, /o/, /g/, /a/, /r/
- Cortar - /k/, /o/, /r/, /t/, /a/, /r/

Se compararmos as palavras “abelha” e “ritmo”, por exemplo, comprovaremos que tanto


no encontro consonantal quanto no dígrafo consonantal há a presença de consoantes
unidas. Então, o que os diferencia é que, no dígrafo consonantal, duas consoantes
representam um fonema; já no encontro consonantal, as consoantes representam
fonemas diferentes.

Exercícios de fixação

1) Marque a opção em que todas as palavras possuem encontro consonantal:

a) desça, flores, cercado


b) cavalgar, esperto, plantas
2

c) mundo, lindas, cresceu


d) divertia, distante, chamado

2) Assinale com um X as palavras em que há dígrafo consonantal:

( ) preguiça ( ) quintal ( ) depressa ( ) atleta ( ) barulho ( ) quiabo

( ) desenho ( ) piscina ( ) aranha ( ) treino ( ) nascido ( ) lágrima

3) Circule as palavras com dígrafo consonantal e sublinhe as palavras com encontro consonantal:

clima absolutamente vermelho atletismo público

exceto treino cigarra técnico alguém

magnífico guindaste pluma cozinha cacto

lágrima chaveiro quatro digno piscina

4) Localize e circule no quadro abaixo as palavras abaixo possuem semivogal.

tabuada açougue mania pessoa jardim

touro Paraíba coesão razoável chaleira

caranguejo ameixa jaqueta manteiga jabuti