You are on page 1of 4

ESCOLA PROFISSIONAL DA

APRODAZ
Fundamentos de Cultura, Língua e
Comunicação

Reflexão

A Sociedade do “faz de conta”

No decorrer do século XX, devido ao progresso tecnológico, dá-se um


desenvolvimento e uma expansão dos meios de comunicação de massa. Se,
inicialmente, o termo "meios de comunicação de massa" se referia
basicamente a jornais, rádio e televisões, no final do século XX a internet
também entrou no sector. Os “mass media” tornam-se forças poderosas que
não se limitam ao campo informativo, mas tendem a modificar mentalidades,
culturas e comportamentos; chegam a todo o lado, invadem-nos com as suas
ideias, conselhos e produtos. Inconscientemente, somos influenciados por eles
na maneira de agir, de vestir e até mesmo de pensar. São eles que nos
apresentam culturas e modos de vida diferentes.

Apesar de muitos defenderem que a difusão cultural e artística através


dos meios de comunicação é importante e benéfica, no meu entender, nem por
isso. Acredito que se perdem valores, principalmente culturais. A língua é um
deles. Pois os medias têm como objectivo fazer a sua mensagem ser
compreendida e assimilada. Para isso, esta deverá ser acessível, logo, pouco
elaborada em termos de vocabulário. É então que as novas gerações perdem o
hábito da leitura, e, consequentemente, o da escrita correcta, e adoptam um
vocabulário pouco enriquecido. As idas ao Teatro passam a ser coisas dos
“cotas”, a televisão e as revistas passam a ser muito mais interessantes do que
ler um bom livro ou assistir a uma peça. Porquê ler, quando se pode ouvir e ver
imagens, sem esforço? Porquê sair de casa para assistir a uma peça de Teatro
ou até mesmo ir ao cinema, quando tudo isso se faz no conforto do lar, através
da internet, ou da televisão?

ESCOLA PROFISSIONAL DA APRODAZ


Rua dos Mercadores nº 76, 9500-092 Ponta Delgada
Telefone 296 285 461  Fax 296 285 463
E-mail: geral@aprodaz.com
ESCOLA PROFISSIONAL DA
APRODAZ
Fundamentos de Cultura, Língua e
Comunicação

Surge, também, um modo novo de escrita, por abreviaturas, adoptam-se


estrangeirismos e convencem-se que este é o modo mais correcto e prático.
Não me causaria espanto nenhum se daqui a alguns anos, com o novo acordo
ortográfico, a língua Portuguesa passasse a ser escrita assim.

Para além disto, tornamo-nos numa sociedade consumista, onde se tem


a ideia de que se pode comprar tudo. Independentemente de ser mesmo
imprescindível. O importante actualmente é não ser diferente, mas sim igual a
todos os outros. O conceito que se é especial e único torna-se pouco
importante. A cultura ou a maneira de estar e viver do outro é mais interessante
do que a nossa; a tendência é imitar, conseguir mostrar que se é ou se tem,
mesmo que isso, muitas vezes, implique endividamentos e perdas de tradições.
Por isso, a qualidade de vida dentro de casa cada vez é menor. O importante é
o que se mostra fora dela, é ter igual ou melhor do que o outro, é fazer o que o
outro faz, ou pensa-se que faz. O que parece ser, agora, é muito mais
importante do que o que na realidade se é. Costumes, crenças, rituais,
tradições e principalmente valores parecem ser vocábulos antiquados, coisas
do passado. A aparência passa a ser o mais importante, e cada vez mais
transformamo-nos em pessoas fúteis, consumistas, sem valores e valor.

Apesar de termos consciência desta realidade, a verdade é que não


conseguimos evitar, pois a sociedade em que vivemos hoje não poupa críticas,
e discrimina a diferença. Esta sim é uma palavra que deveria ser do passado –
Discriminação - mas, infelizmente, é muito actual. A nossa sociedade de hoje
dá demasiada importância aos bens materiais, parece que quanto mais se tem,
melhor pessoa se é, mesmo que não se tenha formação, respeito pelo próximo,
educação ou o mínimo de cultura. Mas, então, não são estes os valores que
contribuem para um mundo melhor?

ESCOLA PROFISSIONAL DA APRODAZ


Rua dos Mercadores nº 76, 9500-092 Ponta Delgada
Telefone 296 285 461  Fax 296 285 463
E-mail: geral@aprodaz.com
ESCOLA PROFISSIONAL DA
APRODAZ
Fundamentos de Cultura, Língua e
Comunicação

Mas quem não quer que o seu filho tenha o par de ténis que está em
voga? Ou o jogo de consola mais recente, e que todos os amiguinhos têm?
Mesmo que isso implique algum sacrifício, o importante é não deixar
transparecer que não se pode ou não se tem, para que não sejam
discriminados, quando deveria ser incutido que só se tem o que se pode ter.
Fazer perceber que existem valores muito mais importantes. E que o que
parece nunca deve ser mais importante do que o que se é, a verdade é que
não se incentiva a ser melhor, mas a parecer melhor.

Técnico Comercial

Fundamentos da Cultura, Língua e Comunicação

Formadora : Lúcia Silva

Formanda : Marylene Medeiros nº 13

ESCOLA PROFISSIONAL DA APRODAZ


Rua dos Mercadores nº 76, 9500-092 Ponta Delgada
Telefone 296 285 461  Fax 296 285 463
E-mail: geral@aprodaz.com
ESCOLA PROFISSIONAL DA
APRODAZ
Fundamentos de Cultura, Língua e
Comunicação

ESCOLA PROFISSIONAL DA APRODAZ


Rua dos Mercadores nº 76, 9500-092 Ponta Delgada
Telefone 296 285 461  Fax 296 285 463
E-mail: geral@aprodaz.com