You are on page 1of 11

Senso Comum Conhecimento

científico

Indutivismo
Saber organizado

Distinção entre
conhecimento De forma assistemática e
desagregada sem poder
De forma sistemática e
unificada com poder
cientifico e senso explicativo explicativo

comum Bastante estático Bastante dinâmico

Com linguagem imprecisa Com linguagem rigorosa

Orientado para o imediato e Orientado para a explicação


concreto de factos
Acrítico e ametódico Crítico e metódico
Problema da Demarcação
Indutivismo
 Enunciados singulares;
Tipos de  Enunciados gerais ou universais;
enunciados
Condições necessárias:
 O nº de enunciados gerais que
Como é que a partir de constituem a base de uma generalização
alguns enunciados deve ser grande;
singulares, que resultam
da observação,  As observações devem repetir-se numa
conseguimos chegar aos ampla variedade de circunstâncias;
enunciados gerais do
conhecimento cientifico?  Nenhum enunciado singular aceite deve
entrar em contradição com uma lei
universal.
Observação
 “O salmão prateado nasce nas correntes frias
do noroeste do Oceano Pacífico. O pequeno
peixe nada até ao Pacífico Sul, onde poderá
passar até cinco anos para atingir a maturidade
física e sexual. Em seguida, em resposta a algum
estímulo desconhecido, volta às correntes frias
Método Científico para desovar. Acompanhando o roteiro do peixe,
Indutivista descobre-se um facto curioso. Ele volta, quase
sempre, precisamente ao seu local de origem.
Eis aqui um facto-problema que pede explicação.
Como é possível que o peixe identifique
exactamente o lugar onde nasceu, depois de
tantos anos e de percorrer tão longa distância?
Hipóteses e Previsão:
H1: O salmão descobre o caminho de hipotético
dedutivo volta reconhecendo objectos que identificou
durante a primeira viagem. Se esta hipótese estivesse
correta, então, vendando os olhos do salmão, ele não
conseguiria voltar. Daí temos:
Método
Científico Indutivista o salmão utiliza apenas os estímulos visuais para
encontrar o seu caminho de volta.
Previsão: o salmão x, com os olhos vendados, não será
capaz de voltar.
H2: o salmão identifica o caminho pelo olfato.
Previsão: bloqueado o olfato, o peixe não será capaz de
identificar o caminho.
Método
Para efetuar o teste da hipótese, o Dr. Hasler
Científico Indutivista realizou experiências com salmões que haviam tido o
olfato bloqueado.
Confirmação:
As experiencias realizadas para testar a hipótese 1
revelaram que todos os salmões com olhos vendados
conseguiram voltar ao lugar de origem, o que não
Método confirma a hipótese. As experiencias realizadas para a
Científico Indutivista hipótese 2 confirmaram que os peixes com o olfacto não
conseguiram voltar ao lugar de origem, logo provou-se
que o olfato é que o responsável por este comportamento
dos salmões
Distinção entre
teorias científicas e Critério da verificabilidade
não científicas
 1º A observação não é o ponto de partida;
 2º Algumas teorias cientificas referem-se a objetos que
não podem ser observados;

 3º As inferências indutivas são injustificáveis (problema


Objeções à da indução);
conceção indutivista
 4º A lógica subjacente à verificação experimental é
da ciência falaciosa;
 5º A atitude verificabilidade é autodefensiva, uma
ameaça à racionalidade e dogmática;
 6º Critério de verificabilidade é autorefutante;