You are on page 1of 21

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS

CENTRO DE TECNOLOGIA
ENGENHARIA QUIMICA BACHARELADO

PRODUÇÃO DE ÁCIDO CÍTRICO


PEDRO HENRIQUE
THIAGO RAFAEL

PROFª. MARTHA SANTOS


SUMÁRIO
Ácido cítrico
Histórico
Aplicações
Matéria-Prima
Microrganismos
Bioquímica da produção
Processos de produção

2
ÁCIDO CÍTRICO
•Ácido orgânico fraco;
•Conservante natural - Acidulante INS 330 (Sistema
Internacional de Numeração);
•É considerado “GRAS” (geralmente reconhecido
como produto seguro) pela U.S. FAD e aditivo
alimentício seguro pelo Experts Committe de
FAO/WHO;
•Esta presente em todas as células vivas que
Ácido 2-hidroxi-1,2,3-propanotricarboxílico necessitam de compostos de carbono como fonte de
ou citrato de hidrogênio.
energia.

3
ÁCIDO CÍTRICO

Propriedades
Massa molar 192,12 g/mol

Aparência Sólido branco e cristalino

Densidade 1,665 g/cm³


Ponto de fusão 153ºC

Ponto de ebulição 175ºC

Solubilidade em água 133g / 100mL (20ºC)

4
HISTÓRICO

1893
1784 1826 1880 1922
• Descoberta do
• O ácido cítrico foi • A produção • Grimaux e Adams, acúmulo de ácido • Molliard descobriu
o primeiro ácido comercial de ácido sintetizaram o cítrico.Wehmer que as culturas de
isolado em 1784 cítrico começou na ácido cítrico a descobriu que o A. niger produziam
pelo químico Inglaterra, a partir partir do glicerol. Penicillium sp ácido cítrico sob
sueco Carl do citrato de calcio possuía a condições de
Wilhelm Scheele, italiano derivado capacidade de deficiência de
que o cristalizou a do suco de limão. acumular este fosfato no meio de
partir do sumo do ácido durante seu cultura.
limão. cultivo.

5
APLICAÇÕES Aplicação do ácido cítrico nas indústrias

 Produção – 1.6 milhões ton/ano Farmacêutica


2%
12%

 China maior produtor

 Crescimento 3,5 - 4% a.a


22%
64%

Limpeza e Alimentos
higiene

6
PRINCIPAIS APLICAÇÕES NA
INDÚSTRIA ALIMENTÍCEA

Flavorizante Acidulante Conservante Antioxidante

7
MATÉRIA-PRIMA
Fatores que
determinam o
•Farelo de trigo material a ser
usado
•Amido de batata doce
•Bagaço de laranja
•Melaço de beterraba Custo
•Xarope de cana-de-açúcar
•Xarope de glicose ou de sacarose

Pré-
Tratamento

8
MICRORGANISMOS

Bactérias Fungos Leveduras


Bacillus licheniformis Aspergillus niger Saccharomycopsis lipolytica
Artrobacter paraffinens Aspergillus wentii Yarrowia lipolytica
Corynebacterium ssp A. Carbonarius Candida guilliermondii
A. Aculeatus C. Oleophila
A. Awamori C. Citroformans
Penicilllium janthinellum Hansenula anamola

9
MICRORGANISMOS –
ASPERGILLUS NIGER
• Heterotróficos
• Aeróbios obrigatórios (maioria)
• Produzem enzimas (hidrólise do substrato)
• Reprodução assexuada através dos esporos
do conídio;
• Cosmopolitas, saprófitos, e parasitas de
animais e plantas.
• Formação de colônias de cor negra;

Fonte – JGI Genome Portal

10
Fonte – Fungi: My species
PROCESSOS DE PRODUÇÃO

 Fermentação em superfície

 Processo Koji

 Cultura submersa

11
FERMENTAÇÃO EM
SUPERFÍCIE
pH 5-6

Rendimento 85%

12
Primeiro dia de Fermentação

13
Sexto dia de Fermentação

14
PROCESSO KOJI
pH 4-5 Origem: Japão

Concentração final da água no farelo depois da esterilização – 70 a 80%


Temperatura durante a fermentação não deve exceder os 28ºC.

15
CULTURA SUBMERSA
 Mais utilizado

 Utilização de menos espaço

 Alta velocidade de produção

 Fermentação em baixo pH (menor que 2) – materiais mais


resistentes

 80% da produção mundial

16
PROCESSO PRODUTIVO
 Melaços de cana de açúcar e de beterraba.

 Utilizando o Fungo Aspergillus niger.

Por que o mais utilizado?


 Custos de investimento e operação

 Induzindo pesquisas

17
 Desenvolver em métodos diferenciados – Fermentação em batelada
alimentada com reciclo

 Aumento do rendimento

 Reciclo do meio e do micélio

 Diminui os gastos

 Matéria-prima de baixo custo sem suplementação.

18
SUBSTRATOS NECESSÁRIOS
 Dependência do Oxigênio – em ambas as fases

 Serve como regulador da produção

 Fontes de C ; N2 ; P ; Traços de metais


 Influenciado pelo pH – Temperatura – areação

 Temperatura – 30º C
 Concentração de açucares

 Utilização da sacarose ao invés da glicose

19
INFLUÊNCIA DO N2
 Fonte: sulfato de amônio, nitrato de amônio, nitrato de sódio, nitrato de potássio,
uréia etc

 Crescimento do fungo

 Sulfato de amônio – Prolongamento do tempo de crescimento vegetativo

 Nitrato de Amônio – Inverso

 Alta concentração de N2 – Crescimento vegetativo e consumo de açucares

 Diminuição de produção de ácido cítrico

20
OBRIGADO!