You are on page 1of 18

BALONISMO

A EME AMAZÔNIA é empresa


operadora de turismo de aventura
e de natureza, promotora de
eventos e agência de publicidade,
sediada em Rio Branco, Estado do
Acre, Brasil, fronteira com o Peru,
estando há apenas 2.000km de
distância de Lima, através da
Carretera Interoceánica.

Entre os nossos produtos,


realizamos a atividade de
balonismo, investindo em balões
seguros e pilotos capacitados, com
alto nível técnico, para que as
pessoas possam experimentar,
com tranquilidade e segurança, a
sensação incrível que é voar em
um balão.
BALONISMO

Com isso, dispomos da atividade


de turismo de aventura e de
publicidade aérea por meio de
voos em balões de ar quente.

Em janeiro e fevereiro de 2017, a


EME AMAZÔNIA fará uma
temporada de voos turísticos no
Peru e busca empresas para
estabelecer aliança estratégica na
sua promoção.

O voo de balão emociona


passageiros e espectadores de
todas as idades.
BALONISMO

É importante destacar que o voo


de balão, como qualquer outra
atividade turística ou esportiva que
envolve a natureza, depende dela
para realizar suas atividades,
portanto, em não havendo
condições climáticas favoráveis
para a realização do voo, este é
suspenso e nova data será
estipulada em comum acordo
entre as partes – o importante é
voar com segurança!

O Balonismo é o esporte aéreo


mais seguro do mundo, segundo
estatísticas mundiais da
Organização da Aviação Civil
Internacional (OACI).
BALONISMO

A EME AMAZÔNIA opera nos voos


livres com 2 balões, sendo um para
2 passageiros e outro para até 8
passageiros, além do piloto.
BALONISMO

A operação turística da nossa


empresa se dá da seguinte forma:

Cedo da manhã, ainda antes do


nascer do sol, equipe operacional
e passageiros deslocam-se para o
local de decolagem.

É checada a direção do vento


utilizando-se um pequeno balão
sonda inflado com gás hélio,
confirma-se as condições técnicas
de realização do voo e inicia-se a
montagem do balão (em torno de
40 minutos).
Decola-se para um voo de
aproximadamente de 40 a 60
minutos, subindo e descendo de
forma 100% controlada.
BALONISMO

No sentido horizontal, o
deslocamento dar-se de acordo
com as camadas e direções dos
ventos.

A equipe de apoio de terra


acompanha o voo de forma visual,
com contatos através de rádio
comunicador e com indicação pelo
piloto da referencia do GPS para
que no tempo mais curto possível
esteja no local do pouso para
apoio na desmontagem do balão e
demais serviços.
BALONISMO

Quando do pouso e da chegada da


equipe de apoio de terra, é
montada mesa e servido café-da-
manhã, conforme cardápio
previamente estabelecido.

Enquanto os passageiros
consomem o café-da-manhã, a
equipe operacional desarma o
balão.
BALONISMO

Na sequencia, é realizado um
brinde com champanhe importado
e entregue os certificados de
realização do voo aos passageiros.
BALONISMO

Todos os passageiros recebem um


USB com a filmagem em full HD do
voo, a partir de câmara fixada no
alto do cesto do balão.

Todos os passageiros recebem um


souvenir (camisa) com a inscrição
“Eu vivi a emoção de voar de balão
a ar quente no Peru” e desenho.
É realizado o transfer de retorno
ao hotel.

Tempo médio da operação: 4


horas, dependendo do tempo de
deslocamento ao local de
decolagem e de pouso.
BALONISMO

Proposta:

Estabelecer uma base operacional


para voos exclusivos a partir de
Asia, Paracas, Nazca ou Vale
Sagrado.

Custo operacional de cada


passageiro (com serviços
inclusos): USD 200

Custo de voos cativos (amarrados)


para promoção em malls e outros
eventos: USD 1.200 (2h30 de
operação) + despesa de fabricação
de faixas promocionais (tamanho
de 4m x 10m x até 4 unidades).