You are on page 1of 40

Ansiolíticos e hipnótico-

sedativos

Dra. Meiriélle Martins Meneghini


Ansiedade
 É uma emoção normal em situações de
ameaça, sendo considerada parte da
reação de “luta ou fuga” da sobrevivência
na evolução.
Transtorno de ansiedade
generalizada
A. Ansiedade e preocupação excessivas
(expectativa com apreensão), ocorrendo
mais dias do que não, durante pelo
menos 6 meses, a respeito de diversos
eventos ou atividades (tais como
desempenho profissional ou escolar)
B. Dificuldade de controlar a preocupação

C. Ansiedade e preocupação associadas a


três ou mais dos seguintes seis sintomas,
com pelo menos alguns deles presentes
mais dias do que não nos últimos 6
meses:
1. Inquietação ou sensação de estar com os
nervos à flor da pele
2. Cansaço fácil
3. Dificuldade de concentrar-se ou
sensações de “branco” na mente
4. Irritabilidade
5. Tensão muscular
6. Distúrbio do sono (dificuldades em
conciliar ou manter o sono, ou sono
inquieto e insatisfatório)
D. O foco da ansiedade e preocupação não
está confinado a aspectos de um
transtorno do Eixo 1. Por exemplo, a
ansiedade ou preocupação não se refere
a ter um ataque de pânico (como no
transtorno do pânico), ficar embaraçado
em público (como na fobia social)
Ser contaminado (como no transtorno
obsessivo-compulsivo); ficar afastado de
casa ou de parentes próximos (como no
transtorno de ansiedade de separação);
ganhar peso (como na anorexia nervosa);
ou ter uma doença grave (como na
hipocondria); e a ansiedade e
preocupação não ocorrem exclusivamente
durante o TEPT
E. Ansiedade, preocupação ou
sintomas físicos causam sofrimento
clínico significativo ou prejuízo no
funcionamento social ou ocupacional
ou em outras áreas importantes do
funcionamento.
F. A perturbação não se deve aos
efeitos fisiológicos diretos de
substância (droga de abuso,
medicamento) ou de condição
médica geral (hipertireoidismo).
Alguns dos principais
benzodiazepínicos
 Alprazolam
 Clonazepam
 Diazepam
 Clordiazepóxido
 Lorazepam
 Midazolam
 Clobazam
Diazepam
 O diazepam é fármaco pertencente a
família dos benzodiazepínicos.

 É um pó cristalino, heterocíclico, usado


como ansiolítico, anticonvulsivante,
sedativo e relaxante muscular.
 O diazepam é freqüentemente indicado
para o tratamento da insônia, convulsões e
espasmos musculares.

 O diazepam, assim como outros


benzodiazepínicos atuam no receptores
GABA
 O diazepam é amplamente usado para o
tratamento da ansiedade e da insônia.

Ele também é prescrito para:


 Transtorno do pânico

 Tramento da ansiedade

 Tratamento de Epilepsia (como coadjuvante,


pois o Diazepam impede o surgimento da crise
epiléptica, mas não é uma DAE - Droga Anti-
Epiléptica).
Efeitos colaterais
 Dentre os mais comuns, estão:
sonolência, ataxia, vertigem, tremores,
perda de equilíbrio, perda de peso,
esquecimento de fatos recentes e
coordenação anormal.
Clonazepam
 O clonazepam, em latim: clonazepamum,
pertence a uma classe farmacológica
conhecida como benzodiazepinas, que
possuem como principais propriedades
inibição leve das funções do sistema
nervoso central permitindo assim uma
ação anticonvulsivante, alguma
sedação, relaxamento muscular e efeito
tranquilizante.
 O clonazepam é considerado um
"benzodiazepínico clássico", pois além de
ser um dos que possuem estrutura
molecular mais simples, também foi um
dos primeiros a ser sintetizados em
laboratório, juntamente com o diazepam,
lorazepam, oxazepam, nitrazepam,
flurazepam, bromazepam e clorazepato.
O clonazepam é normalmente prescrito
como ansiolítico geral e também para:

 Síndrome do Pânico

 Agorafobia

 Tratamento de epilepsia (como


coadjuvante, pois o clonazepam impede o
surgimento da crise epiléptica, mas não é
uma DAE - Droga Anti-Epiléptica').
Riscos

 Estudos associaram anomalias


genéticas e deficiências congênitas
em bebês de mulheres tratadas com
clonazepam.
Riscos
 Dentre as principais deficiências
registradas estão: anomalias na
formação dos lábios, orelhas e
Insuficiência cardíaca.

 Mas tais estudos não são definitivos,


conclusivos.
Riscos
 Também foi observado que mulheres
grávidas utilizando o clonazepam
correm o risco de sofrer um aborto do
feto.
Riscos
 Por isso é recomendável que
mulheres grávidas ou com pretensão
de engravidar nos próximos meses
visitem o médico para uma possível
suspensão do tratamento ou para
avaliar a relação risco/benefício no
uso da medicação.
Riscos
 A única afirmação conclusiva que pode
ser feita a de que o clonazepam atravessa
a placenta e é encontrado no líquido
aminiótico e no leite materno.
Efeitos colaterais
 Foram relatadas, entre outras, as
seguintes reações adversas: sonolência,
movimentos anormais dos olhos,
movimentos involuntários dos braços e
pernas ...
Efeitos colaterais
 visão dupla, dor de cabeça, fraqueza
muscular, depressão respiratória, tremor,
vertigem, perda de equilíbrio,
coordenação anormal, sensação de
"cabeça-leve", letargia, formigamento e
alteração da sensibilidade das
extremidades.
Alprazolam
 Alprazolam,é um fármaco utilizado em
distúrbios da ansiedade e em crises de
agorafobia.

 É um medicamento de tarja preta no


Brasil, psicotrópico do grupo B1, sujeito
a notificação de receita tipo B.
Alprazolam
 Trata-se de benzodiazepina que estimula os
efeitos do GABA, reduzindo a ansiedade
moderada e ansiedade associada a depressão.

 Também possui propriedades sedativas,


hipnóticas, anticonvulsivantes e de relaxamento
muscular.
Efeitos colaterais
 Sonolência.
 Descoordenação motora.
 Alterações gastrintestinais.
 Diarréia.
 Vômitos.
 Alterações do apetite.
 Alterações visuais.
Efeitos colaterais
 Irregularidades cardiovasculares.
 Alteração da memória.
 Confusão.
 Depressão.
 Vertigem.
 Disfagia (Raro)
Contra-indicações e precauções
 As doses devem ser reduzidas nos
idosos.

 Deve ser administrado com cuidado em


doentes com miastenia grave ou
insuficiência respiratória ou com apnéia
do sono.
Contra-indicações e precauções
 Inibição sexual
Insônia

 A insônia é uma queixa e não doença.

 A insônia pode ser primária ou secundária


a transtornos clínicos e psiquiátricos, bem
como a medicamentos.
 Pode ser decorrente de fatores
psicofisiológicos, como estresse, ou
distúrbios do ritmo circadiano, como os
efeitos decorrentes da mudança brusca de
fuso horário em viagens internacionais
(jet lag).
Agentes hipnóticos sedativos
 Zaleplon (sonata)

 Zolpidem (stilnox / lioram)

 Zopiclone (imovane)
Zaleplon
 Hipnótico com início de ação mais rápido
e duração mais curta.

 A meia-vida curta do zaleplon torna-o ideal


para o fenômeno de jet lag e para os
casos que demandam ausência completa
da droga antes do despertar.
Zolpidem
 Este foi o primeiro hipnótico-sedativo não
benzodiazepínico seletivo.

 Substituiu rapidamente os benzodiazepínicos,


passando a ter a preferência de muitos
pacientes.

 Sua concentração máxima dá-se um pouco


mais tarde ( 2-3 horas) e sua meia-vida é mais
longa (1,5 a 3 horas) do que a do zaleplon.
Zopiclone

 Sua meia-vida ( 3,5- 6 horas) é muito mais


prolongada do que a de ambos.