You are on page 1of 23

 

FEIRAS E MERCADOS PÚBLICOS


UM RETRATO DO
COOPERATIVISMO

EAFBJ-PE
BELO JARDIM-PE
DEZEMBRO- 2OO8
INTRODUÇÃO

2.O que é Feira? E suas modificações na


atualidade.

4.A feira é mais que uma simples forma


de comércio mostra-se um indicador do
IDH da região.

6.Como funciona e qual a origem do


Os Objetivos da Pesquisa
A Feira
O mercado de trabalho atual e suas
relações com as feiras livres onde estas
funcionam como uma alternativa para
desemprego.

A agricultura familiar sua importância


para famílias de baixa renda oriundas da
Zona-Rural.

A feira como meio de escoar produção


A Feira
• As modificações que estão ocorrendo na
feira(perdendo a rusticidade) deterioram
o patrimônio histórico-cultural da região.

• Melhoria dos espaços públicos, mais


segurança para os comerciantes e
clientes do local.
• “O problema aqui não é de “informação
imperfeita”: ao contrário, os laços sociais
são de interconhecimento” (Sicsù e
Metodologia
Pesquisa quantitativa, de ‘campo’ onde
foram aplicados questionários na forma
de entrevista aos feirantes procurando
compreender o seu universo.
Realizada nas seguintes cidades:
3.Sanharó
4.Belo Jardim
5.Caruaru
Total de entrevistados: 90
Dados coletados
Sanharó
Dados coletados
Sanharó
Dados coletados
Sanharó
Dados coletados
Belo Jardim
Dados coletados
Belo Jardim
Dados coletados
Belo Jardim
Dados coletados
Caruaru
Dados coletados
Caruaru
Dados coletados
Caruaru
QUESTÃO SANHARÓ BELO JARDIM CARUARU

Quantos fazem Sim:20% Sim:25% Sim: 00,00%


parte de sindicato Não:80% Não:75% Não:100%
ou cooperativa?
Quantos Sim:15% Sim:55% Sim:40%
gostariam de Não:85% Não:45% Não:60%
fazer parte de
sindicato ou
cooperativa? Sim:34% Sim:30% Sim:15%
Quais são
produtores do Não:66% Não:70% Não:85%
que estão
comercializando?
Quantos Sim:68% Sim:80% Sim:40%
comercializam em Não:32% Não:20% Não:60%
outras cidades?
Faixa etária do Mais de 50 anos:14% Mais de 50 anos:60% Mais de 50 anos: 70%
entrevistado 17 à 50 anos: 86% 17 à 50 anos:40% 17 à 50 anos:30%
Escolaridade do 1° à 4° Série: 96% 1° à 4° Série: 45% 1° à 4° Série: 45%
entrevistado(o Nuca foi a escola: 4% Nunca foi à escola: Nunca foi à escola:
feirante) 55% 25%
Concluiu o ensino
fundamental: 30%
O trabalho Sanharó
exaustivo
Com esta imagem
podemos
perceber o
quanto é
cansativo o
trabalho nas
Feiras livres.
Este homem
dorme em
posição
extremamente
errada e
desconfortável
onde poderá
O pequeno
escoando sua Belo Jardim
produção
Esta mulher utiliza a
feira livre da cidade
de Belo Jardim para
escoar a produção
da pequena roça de
onde tira o sustento
de sua família.

É notório que a
comerciante vem da
zona-rural da cidade,
não se utiliza de
“banco” para
comercializar seus
produtos e sim um
carrinho de mão.
A feira se
moderniza a Caruaru
cada dia
Na cidade de Caruaru
é notória a presença
da modernização
onde a feira esta
perdendo sua
rusticidade onde os
“bancos” de madeira
dão lugar a
estruturas de
alvenaria.

Esta é mais uma


comerciante que
compra os produtos
no CEASA e traz para
feira, movimentando
a economia.
A
conservação Sertânia-PE
inadequa
Esta imagem nos
mostra a falta de
informação do
comerciante e a má
fiscalização dos
órgãos públicos
responsáveis.
O mau
armazenamento do
produto e a estrutura
são extremamente
impróprios para o
comércio deste tipo
mercadoria podendo
vir trazer problemas
de saúde pública
para população desta
AGRADECIMENTOS
A todos os feirantes que contribuíram para
realização desta pesquisa.

Madson Diniz - EAFBJ


Lindhiane Costa – FABEJA
Eraldo Silva- Colégio Diocesano de
Caruaru
Rubia Fonseca – UFPE
Rafael Maia –UPE
Considerações Finais
É notória a presença da globalização em todos os meio de
produção e comercialização e com as feiras livres não foi diferente
mesmo sendo uma das formas mais antigas de expor e vender
produtos não se coloca inalterável, mostra-se totalmente aberta as
mudanças impostas por esta nova ordem de comércio.

Com o desenvolver da pesquisa foi possível constatar que o


cooperativismo legal não existe mas prevalece a cooperação de
forma natural que os tornam amigos íntimos, se o cooperativismo
institucional existisse nas feiras livres não seria viável para o
comerciante como seriam aplicadas as concorrências se todos
pegam os produtos ao mesmo valor? O lucro seria extremamente
baixo não sendo viável para estes comerciantes.

Related Interests